segunda-feira, 3 de junho de 2013

Tímida e deprimida

Mais difícil escrever... ;)
Hoje me toquei de duas coisas. Primeira: que estou escrevendo bem menos sobre mim. Segunda: que tenho falado bem mais sobre depressão do que sobre ansiedade. 
Respondo.

Desde que passei a assinar o blog e a divulgá-lo, passei também a receber muitas mensagens de pessoas que me acompanham. Eu já recebia alguns emails e tal, mas da forma como estou recebendo agora, nunca! 
São emails, mensagens pela fan page, comentários aqui no blog... Isso me fez perceber que estou sendo muito mais "lida" do que antes, e acho que isso me intimidou um pouco. Não é fácil expor a vida, principalmente as fraquezas, pra tanta gente. Antes, quando eu não assinava o blog, quando eu era simplesmente a WGoonie, era bem mais fácil, viu!? ;)

Quanto à depressão... bom, quem sofre de algum transtorno de ansiedade, especialmente o pânico, sabe que a depressão é uma companheira bastante comum. Se não sabe, eu explico: acredita-se que mais da metade das pessoas que sofrem com a ansiedade, também sofrem com a depressão. De acordo com uma matéria publicada no site Psiqweb, por exemplo, esse número chega a 65%.
O "medo", seja de característica fóbica ou não, sempre denota uma grande insegurança e pode fazer parte tanto de um quadro ansioso quanto de um quadro depressivo. 


Eu sofro com essa comorbidade e ando num momento bem mais depressivo do que ansioso. Talvez por conta de tudo que venho passando nesses últimos seis meses, quando precisei me afastar do trabalho. Não cheguei a falar sobre isso aqui no blog, talvez tenha até comentado, mas sem dar muita ênfase porque minha proposta aqui é transmitir encorajamento e otimismo, nunca tristeza ou desânimo. Acontece que sou humana, né, também sofro, também tenho maus dias e maus momentos, e acho que devo mostrar esse lado para vocês também, mesmo que em bem menos quantidade por uma questão de objetivo pessoal.

Mas sou osso duro de roer, bambu que se curva e não quebra! Amanhã volto a trabalhar e sei que tudo isso que tenho passado tem um motivo. O mais provável é que seja para me fortalecer ainda mais, me fazer crescer. E eu adoro me sentir mais forte, mais madura. Acho que essa é a graça de envelhecer: aprender e evoluir sempre.

Coragem, saúde e paz para todos nós! :)
Conto com vocês. Contem comigo.


4 comentários:

  1. Força e muita fé sempre. Demonstrar as fraquezas nem sempre significa ser fraco. Pelo contrário! Atesta a coragem de alguém, q mesmo tendo q se expor, ajuda o outro dizendo q ele não está só. Isso é uma.forma, como vc mesma disse, de mostrar q é humana, q sofre como tantas outras pessoas.
    Parabéns pela coragem e iniciativa.

    ResponderExcluir
  2. Olá!! Engraçado como teu texto me veio a calhar... tenho Sindrome do Pânico, fiquei afastada do serviço por três meses e voltei a pouco mais de 3 semanas, e sei bem como é estranho voltar a trabalhar, como acabamos enxergando de forma diferente as coisas e pessoas que nos cercam. Parabéns pelo Blog, é ótimo!
    Um abraço e boa sorte!

    Luciana

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário no Sem Transtorno! Não deixe de curtir a nossa página no facebook.com/semtranstorno.