quarta-feira, 10 de outubro de 2007

Maconha


Fumei maconha na adolescência e mais uma meia dúzia de vezes depois de adulta. Sempre ouvi dizer que a maconha relaxava, mas na maioria das vezes eu me sentia angustiada, meu coração acelerava, me dava a maior fobia, a tal bad trip. Não conseguia relaxar e entrar na onda, então parei.

Pois é, talvez mesmo tendo fumado pouco, posso com isso ter contribuído para o surgimento da Síndrome do Pânico na minha vida. Uma psiquiatra me explicou que a maconha não causa Síndrome do Pânico, mas ela pode estimular a síndrome em uma pessoa que já tenha predisposição genética. Tese confirmada pelo psiquiatra Marcio Bernik, como você poderá ver abaixo.
(Meu amigo Larica vai querer me esganar, então vou tentar amenizar: não é só a maconha que pode desencadear uma crise de pânico, qualquer droga pode, tá?)

MACONHA

Dr. Drauzio Varella entrevista o psiquiatra Marcio Bernik (parte 8)

Drauzio – Qual o papel da maconha nos pacientes com transtorno do pânico?
Bernik – Um dos mecanismos de ação da maconha é o estímulo serotonérgico, também provocado pelo LSD, uma droga alucinógena ligada às crises de pânico. Não há quem não tenha ouvido falar no bad trip, a viagem sem volta, caracterizado por um mal-estar intenso que pode levar ao suicídio. Embora haja relatos de que a maconha é relaxante, dá sono e fome, está demonstrado que pode desencadear crises de pânico em pessoas predispostas. Por isso,
pacientes com transtorno de pânico não devem fumar maconha.

292 comentários:

  1. Jamais te esganaria...rs Até porque concordo com você. A ganja apenas estimula o que já estamos sentindo. Se estamos felizes, ficamos megafelizes, mas se estivermos tristes, será ladeira abaixo. Já viu Rasta de cara amarrada? Só quando acaba a plantação...rsss

    Beijão. Adorei o blog! Agora, vê se me avisa antes viu. Que ingratidão... ;)

    ResponderExcluir
  2. há 10 anos atras, fumei pela quinta vez maconha entre amigos, só que desta vez, eu entrei na viagem sem volta mesmo.....quase me matei...foi o pior panico de toda a minha cida, eu agarrava a minha amiga, descontroladamente, gritando q iria morrer e eu nao conseguia voltar ao normal, esta desgraça durou por 5 horas ininterruptas, me deram um litro de leite, agua, mas nada adiantava......EU PENSEI QUE REALMENTE FOSSE MORRER !!!!!!!!!Eu pedia p q elas me levassem ao hospital, mas elas ficaram c medo!!!!!FOI O PIOR DIA DA MINHA VIDA!!!!!!! E depois deste dia, passei a ter crises de panico, realmente A MALDITA MACONHA desencadeou isto na minha vida...ME ARREPENDO AMARGAMENTE DE TER EXPERIMENTADO MACONHA !!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Fumei maconha 9 anos todos os dias na minha vida, resolvi parar e não usar mais por motivos de encheção de saco apesar de nunca me prejudicar nos estudos e nem no trabalho fiz isso por família, a partir do momento que parei virei um verdadeiro LIXO, tive várias doenças entre elas, Colite no Intestino, fazendo com o que tomasse vários remédios, problemas no nervo siático, tive problemas pscológicos graves, de desencadeamento de pânico, depressão forte, passei a frenquenta um pscicólogo e psciquiatra, passei a tomar remédio para ansiedade e depressão e junto um olcadil remédio para dormir, ambos faixa preta e vermelha, fiquei um ano e meio em sofrimento e pânicos, fobias sociais, quase rodei na faculdade, perdi o emprego virei um lixo, pra quem não sabe remédio dessa faixa são os únicos capazes de ultrapassar a proteção da massa ensefálica do cérebro e trabalhar la dentro, coisa que nem antibiótico nem antiflamaótio faz, em fim, dentroi a cabeça os neurôcios causa dependência, ferra com a memória fode com tudo!, e dai o que resolvi fazer?
    VOltei a fumar mais maconha!, no início comecei a fumar em media 2 bolas por dia, posi senão teria crise de Pãnico, dava 2, 3, 4 bolas por dia, demorou 2 meses até me acostumar e não ter crises do Pânico com baseado coisa só tive depois de tomar os remédios, hoje fumo um baseado todos os dias pela manhã, fico um anjo o dia todo, durmo bem, não uso remédios, sou feliz e ouço bob marley nas horas vagas, NO REMÉDIOR YES GANJA!, abraço a todos
    Que a paz esteja com todos.

    ResponderExcluir
  4. porra, já fumei varias vezes, e nunca tinha acontecido isso, vou contar como foi:

    (to sentindo nesse momento a bad, mais estou me tranquilizando apos ler os depoimentos em blogs)

    Entao, convidei um casal de amigos para ir em uma pizzaria, tomar uma gelada tal, mais antes, eu e minha namorada decidimos "dar umas bolinhas" no baseado antes, tinhamos feitos isso uma semana antes, e foi mto bom, comemos mto, apreciamos um bom vinho... Ontem a coisa foi diferente, fumamos bem pouco, pouco mesmo, 1/3 de um baseado, e fomos, ficamos meio cabreiros de entrar e nao estarem mais servindo pizza, mais entramos, la dentro liguei pro casal de amigos, falaram que estavam chegando, e isso me noiava mais ainda, fui ao banheiro me olhar no espelho e nao tinha espelho, tomei 2 goles de cerveja e tudo começou a rodar, as sensaçoes nao eram as mesmas do que sentia nas outras vezes que fumei, a coisa foi piorando, pensei que era por causa da mistura com a cerveja, mais na real eu sabia que nao era, falava pra minha namorada que eu tava mal, ela tentava me acalma, mais estava com uma cara de preocupada, o que me deixava mais preocupado ainda, pedimos a conta, olhei no cel, ficamos na pizzaria no maximo 20 min. parecia ser 1 hora pra mais, viemos pra casa, ela na larica, e eu morrendo de medo, perdido, ela nao quiria conversa, e durmiu, e eu fikei acordado, levantava ia na cozinha, pensei que o sono iria vim, na real to escrevendo isso agora, 10 horas da manha, e nada, nao passou ainda, ta aliviando parece, e a melhor coisa, eh conversar com alguem, depois de ler alguns depoimentos na internet, fico mais aliviado, eh uma sensação mto ruim, agonia no peito, nao pensei que com a maconha ia passar isso, ou que bad trip fosse isso que to passando, caralho é muito ruim, o cara se acha louco, e que vai ficar pra sempre, fica muito noiado com as coisas, sente os barulhos mesmo nao estando concentrado neles, tomara que daqui a poco eu dê uma dormida e melhore, to loko pra perguntar pra algum amigo que fuma, se jah passo por isso, é mto ruim, um abraço e tomara que eu melhore ...

    ResponderExcluir
  5. Fumei maconha por 14 anos todos os dias. Não fumava muito, apenas 1/3 de um baseado por dia. Porém a 6 meses parei de fumar por que resolvi entrar na faculadade e queria estar com a cabeça e memoria boas. Me ferrei ! Estou eu agora com sintomas de transtorno do panico e nem posso sentir akele cheiro maravilhoso da erva que já me dá maió panico e eu fico achando que vou morrer de infarto de tanto que o caração dispara. Dei uns tapinhas outro dia e fui parar no hospital com minha pressão à 20/11. Estou indo buscar tratamento. O conselho que dou é; SE NÃO EXPERIMENTOU, NUNCA PENSE EM EXPERIMENTAR, PQ É BOM E VC NÃO VAI QUERER PARAR. E SE RESOLVER PARAR UM DIA, PODE ACONTECER A MESMA COISA QUE ACONTECEU COMIGO.

    ResponderExcluir
  6. Salve!! Desculpe galera pelo que escrevi acima ! Estava desesperado e achando que eu tinha desenvolvido o problema por causa de ter parado de fumar. Mas não era, pois descobri que meu problema é o trastorno da ansiedade e meus nervos estão a flor da pele pelo trabalho e faculdade,e tambem talvez pq eu tenha parado de fumar. Ta muito corrida minha vida. Portanto a maconha está sim me fazendo mal quando a fumo, porém é pelo problema que estou passando. Logo logo espero que esse estress vá embora e eu possa voltar a dar akeles tapinhas relaxantes hehe. Mas a dica continua, quem não experimentou, nem experimente ! Pois vai gostar e não vai kerer parar. É isso !

    ResponderExcluir
  7. bom eu tenho crises de panico e sigo tratamento com sertralina,e rivotril,tudo começou quando eu estava em uma viagem na espanha fiquei lá por cerca de 11 meses,dai eu usei lsd mais de boa,mais um belo dia eu estava durmindo depois de ter fumado skank e acordei com meu coraçao disparado a mil por hora,dai eu sai correndo pelos corredor do apartamento feito loco,chamei um amigo meu que morava no mesmo ap e falei pra ele bruno eu to morrendo de infarto,dai ele pois a mão no meu peito e me disse nossa cara é mesmo seu coraçao ta dando um treco,dai que eu fiquei loco,como o predio não tinha elevador era de escada,e pra ajudar a gente morava no ultimo andar de um predio de 11 andares eu desci as escada correndo feito um loco gritando socorro!!! e todos me olhando e perguntado o que foi? e eu falando eu to morrendo e todos punha a mão no meu peito e falava chama uma ambulancia corre ele esta mal,dai eu pirei mesmo,fiquei convensido de que era um infarto,dai eu fui para o hospital me fizerão um eletro,e me disserão que meu coraçao estava normal e que devia ser algum tipo de panico ,dai eu falei o que fumei e tal,mais depois disso eu fumava maconha e saia correndo com o coraçao pulando,fora da realidade mal estar então eu pensei,a eu vou voltar pro brasil pelo menos assim eu morro perto da minha familia,chegando aqui foi igual eu fui fuma maconha com amigos deu a loca de novo e todos me apavorarão,dai eu parei agora sigo o tratamento a risca,mais agora eu sei que não tenho nem um problema cardiaco,mais mesmo assim eu tenho medo de fumar e da a mesma coisa,mais eu andei dando uns tapinha e não fiquei daquele jeito não fique tbm tão de boa mais pelo menos não achei que ia morrer,mais o que eu não posso agora é beber,bom na hora eu fico bom legal,no outro dia me dá crises de ansiedade e as vezes de panico,mais eu não quero abandonar a ervinha,mesmo que eu passei por isso,mais deve ter sido o lsd ou skank que é muito forte hehe credo nunca mais quero ter essa sensaçao de morte é horrivel

    ResponderExcluir
  8. Posso dizer que sou um "especialista em pânico", de tanto que já sofri com esse mal. O mais impotante de saber é, você não morre devido a uma crise de pânico. Apesar de tudo fazer com que pareça que você vai morrer. Infelizmente, também não posso usar maconha, porque é usar e aparecer crises terriveis do pânico. Faço tratamento há mais de 3 anos e vivo normalmente, só não posso me aventurar com a marijuana e bebidas... não aconselho a ninguem que tenha pré-disposição ao pânico usar maconha, vai ser bad trip na certa.

    ResponderExcluir
  9. Derepente minha fala enrolou...achei que era AVC.
    Minha pressão começou a subir, fui parar no hospital. O médico disse que era por causa do cigarro, etc..

    Voltei pra casa e só ficava bem no quarto de luz apagada e deitado. Do nada...em um dia de sol e tudo "bem" eu videi isso.

    4 dias assim, fui parar no hospital com a pressão estourando. Procurei um cardiologista e tive uma crise na sala de espera. O Dr.Percebeu e me indicou um Psquiatra.

    A MELHOR coisa que eu fiz na vida..
    Tomei os remédio, ainda tomo, rivotril e olcadil, mais uma fluoxetina por dia.

    Os mais peados estão saindo, rivotril e Olcadil.

    Diz ele que foi por conta da maconha. Fumo a muito tempo mas muito pouco. A "viajem" começou a fica estranha, o etress asumulou, meu pai morreu, meu cachorro morreu, meu sogro morreu, isso tudo em 15 dias.

    Estourei...tipo um DIC, veio tudo de uma vez, em forma de pânico.

    Voltei a dar uns tapihas e tá coisa linda.

    a diferença no meu caso foi o psiquiatra.Tiuzão, gente boa, falo tudo o que quero o que sinto. Não acreditava até ir, depois indico para todos.

    Todo mundo precisa de um psiquiatra. Deveria vir com a cesta básica uma consulta por mês.

    O problema é que vc fica muito normal, e percebe que todo mundo é que é louco!

    mas to muito bem, bem até demais...

    ResponderExcluir
  10. Não sei com detalhes como foram as crises de panico de vocês após uso da maconha,mas talvez a minha tenha sido a pior de todas.
    Era a terceira vez que eu fumava. Estava de boa no ap de uma amiga minha cm mais cinco amigos. Após fumar, comecei a rir mais do que um chapado ri. Me joguei no chão de tanto rir. Meu amigo perguntou se eu tava bem, e eu disse que sim. Passaram-se dois SEGUNDOS e eu fiquei sem ar de tanto rir. Me veio um desespero terrivel, a realidade ficou distorcida e eu fiquei com a terrivel sensação de que havia perdido o controle sod mim mesma. Agarrei meu amigo implorando a ajuda dele. Pedi para que nao em deixasse morrer e expliquei como me sentia. Passaram-se cerca de dois minutos que se apagaram TOTALMENTE da minha mente. E agora só me lembro do caminho para o quarto da minha amiga... eles estavam me levando pra la, e no meio do caminho eu berrei. Mas nao foi um berro qualquer, foi um berro de filme de terror. E hj ele ainda soa nos meus ouvidos, e eu ainda nao entendi como q ele saiu de mim. Depois disso fiquei tres horas transitando entre o consciente e o inconsciente, rindo e chorando, vendo meu amigo duplicado, achando que nunca mais voltaria a realidae e falando algumas coisas sem nexo.
    Passou-se um mes e eu estou cm sindrome do panico moderada. Estou EXTREMAMENTE disposta a dar um fim a isso, pq quem quer consegue. Ja estou bem melhor, faz duas semanas que nao tenho crises, estou tratando cm remedio fitoterapico...
    Porém NUNCA esquecerei daquele dia 30 de agosto de 2009

    ResponderExcluir
  11. nem sei como começar, fumo há dez anos, não direto, mas ultimamente era todo dia, que nem cigarro. Sempre trabalhei normal, trabalhei na creche, estudo, dei aula de História, Filosofia, os professores falam que eu escrevo muito bem, então nunca achei que fumar um faria mal. Tirei minha proficiência em inglês, só coisas boas mesmo. Há uma semana atrás comecei a sentir coisas estranhas após fumar meu beck de sempre, coração acelerado, sensação de morte como se tivesse uma bola crescendo em meu peito, deitei na cama e pensei, vou morrer. Depois passou. Fumei de novo mais tarde e os sintomas se repetiram. Aí fiquei sem, rotina normal, como normal, durmo também, nada de efeitos colaterais. Hoje, que já estava alguns dias sem fumar, decidi dar umas bolinhas já que a noite estava tão linda, fresca e estava curtindo um som - Gimme Shelter, dos Rolling Stones. Aí logo apaguei que o coração disparou de novo. Fui pro banho, alternava a temperatura do chuveiro de quente para fria, coloquei um pijama superfresquinho ( que nessas horas o sufocamento é tanto que só assim pra aguentar), escancarei as janelas da casa. Tá, passou. Eu realmente não sei o que é isso, não sei se já fumei minha cota da vida ou o quê. Nunca me considerei uma marginal por isso, ou drogada. Nunca me deu problemas mesmo. Agora chegou a hora de dar um tempo. Eu tenho saudade de viajar como antes, mas não quero passar mal. Prefiro tomar uma cerveja. Talvez, um dia, eu fume de novo, não naquele ritmo, talvez numa data especial como virada de ano. Li umas coisas na net sobre pânico e diz que dá em pessoas muito criativas e perfeccionistas, não quero me achar mas bateu tudo. Acho que por ser criativa formulo muitas idéias que predispõem a "piras" ruins, e o perfeccionismo dá uma certa ansiedade de fazer tudo certinho. Não quero ir no psiquiatra, não quero me encher de remédio. Só vou fazer exames de rotina pra ver se está tudo bem mesmo e dar uma sossegada. Até o Walter benjamin- escreveu Haxixe- usou, fez o depoimento, e parou. Então eu também posso ter minha cota, já tive minha experiência. Foi bom? Foi. Por um lado o pânico me fez ver os outros supostos problemas da vida de modo ínfimo. O quanto fazemos coisas pequenas ficarem grandes. Só quero levar pro meu amadurecimento. O resto, é consequencia. Não pirem, não "noiem", como se diz. O conselho é saber o que é melhor pra si, descobrir o que realmente faz mal e tomar novas atitudes. Gastei minhas palavras aqui, pois acho que posso ajudar alguém, como muito já fui ajudada. Como disse, gostava daquele mundo das idéias, mas tenho que distinguir que se trata de uma nova fase, que será boa igualmente.
    Só o momento existe!!!

    ResponderExcluir
  12. A dez anos eu fumava maconha e nunca tinha tido problema algum..até chegar num momento da minha vida um pouco complicado pois faço duas facu e tive que fazer duas monos juntas alem de esperar sair a convocaçao de um concurso que sempre falao que vai sair mas nunca sai....ultimamente estava fumando bastante por conta disso pois me relaxava e me disnoiava em relaçao aos meu problemas.tive mais alguns stress ainda ai fudeu começou a me acelerar o coracáo quando eu fumava e dar tonturas ate que um dia achei que ia bater as botas liguei pra minha velha vir pra casa e me levar pro hospital pois estava tonto..fui para o hospital cheguei la e aisim fiquei mais nervoso ainda minha pressao foi la no ceu e todos ficaram preocupados e me entupiram de remedios..logico que abri o joga antes disoo pros medicos e pra minha familia que tinha fumado uma tripa...fiquei o dia todo no hospital em abservaçao....depois desse dia parei de fumar cigarro maconha e beber ...agora sodro de ansiedade e das uns tremeliques no meu corpo todo que cho que sao por conta do nervosismo e da ansiedade e do momento que estou passando pois minhas bancas ainda nao aconteceram.......acho que a maconha equilibrava meu ser pois sempre vivi sobre stress so que chegou um momento que tudo ficou muito excessivo e nao aguentei a pressao...estou tomando rivotril em doses pequenas de manha e antes de dormir mas quero me livrar dele o meis rapido possivel..a psiquiatra me disse que nao tenho nada mas sempre que fico um pouco nervoso o que é normal da nossa vida ja penso que vou ter ataque....eu vou começar a enfrentar meus medos que nem o gente boa la da cima que voltou a fumar de pouco em pouco mas largou os remedios e hj vive bem.....nao penso em fumar maconha mas tipo começar a me expor a sensaçoes que me deixam nervoso para recondicionar meu cerebro novamente a normalidade...sinto falta principalmente das cervejinhas que me relaxavam o do bequezinho mas meu corpo esta se acostumando com uma nova vida agora e isso nao é di uma hora pra outra é gradual..o foda galera é que sempre nos acostumamos e relaxar com coisas externas e gora que nao as temos mais nosso corpo fica na saudade querendo algo ai vamos para os remedinhos que ajudam mais tb podem atraplahar no futuro...estou malhando, vou começar yoga e pensando seriamente na acupuntura..vou gastar uma grana mais vou voltar ao que era antes com certrteza...sem conta na homeopatia que tb é uma boa opçao....tenho medo de tomar remedios pois alguns me deram bad trip como a maconha...é isso pessoal, vamos vencer nossos medos e receios pois sem isso estamos ferrados pois a vida nao para...

    ResponderExcluir
  13. sou a garota do dia 27 de outubro
    Fico feliz em saber q não estou sozinha nesse Brasil que é tão grande, isso não resolve, mas agora não me sinto tão "estranha", me reanima. Achava que por ter fumado tanto tempo estaria mais perdida... mas não... ao menos não sou um caso único...
    Vida e liberdade para todos.......
    ( se tivesse como a galera se conhecer, fiquei até curiosa : )

    ResponderExcluir
  14. galera que voltou a fumar depois do panico como foi para se readaptar???estou querendo largar os remedios tb e acho que a maconha pode me ajudar a me reequilibrar....tenho receio do panico e taquicardia...como faço no começo??

    ResponderExcluir
  15. eu fumei maconha por 7 anos nunca tinha tido nenhum tipo de problema mas a uns 7 anos atras tive digamos algumas crises de stress e anciedade, então parei de fumar e beber, fiquei dois anos em tratamento com psiquiatras e psicologos e como ja aconteceu acima, nada adiantou comecei a fumar ao poucos novamente e fui recuperando a auto-estima, mas o que acontece no geral é se eu estiver meio estressado meu coração acelera a ponto de um infarto e isso preocupa muito, agora com 27 anos dou um tapinha as vezes só, mas nem sempre consigo um estado de espirito muito bom. o problema está mesmo nesse mundo em que vivemos, cheio de desgraça , manipulação, medo, e correria, na verdade a erva não causa problema algum o que causa o problema somos nós mesmos com a visão de uma realidade medonha e paranóica, da falta de esperança e fé, da maldita prisão desse sistema mediocre prestes a ruir.

    ResponderExcluir
  16. Oii meu nome é Bia sou do interior de São Paulo,comecei fumar maconha aos 14 anos de idade,como todos é aquela euforia,sensações muito boas,fumei 5 anos quase todos os dias,até que comecei a aumentar a dose,estava no terceiro colegial não fazia nada então fumava o dia todo,fumava uns 8 banza por dia,até mais dependendo do role,até que comecei a ter umas palpitações e desencadiei o panico,fui ao pisiquiatra e ele não me receitou nada,disse só para que eu parasse de fumar pq a maconha dava essa sensação,pois bem parei uns 3 meses daí tinha acabado minha encanações e e voltei de leve dando uns pegas só,nunca mais tinha me dado esse panico horrivel,mas as brisas nunca foram iguais as antigas,até que esses dias dei um pega com um conhecido meu,não sei se a erva era muito forte mas fiqueii "passada",uma angustia uma tontura parecia que as pessoas giravam foi péssimoooooo,não medi minha pressão mas tenho certeza que subiu,sei la acredito muito em energia,acho que devemos saber com quem fumamos,gosto desse conhecido,mas acho a energia dele estranha ele é meio loko,mas um loko do mal saca?Ele é meio depre,acho que foi ele q me passou essa coisa ruim aff,isso foi a duas semanas atras,não fumei até agora,terça feira dessa semana fui correr em uma lugar super bacana aqui da minha cidade,adoro correr,corri razoavelmente bem,me deu uma falta de ar logo que parei,que achei que fosse morrer,não tinha ninguem por perto e eu estava sem cel,fiquei desesperada mas logo passou,acho que o segredo esta em nós mesmos,devemos nos controlar,afinal td esta na cabeça,confesso que antes não tinha tantos medos mas hj tenho,como de altura e até de andar de avião e lugares fechados.Mas vou trabalhar isso pq eu comando meu medo e não ele me comanda.Vai uma dica minha pra vcs,galera acho que a ganja não faz tão mal qto parece,mas tudo em grande quantidade faz,acho que fumar de vez em qdo é legal mas sempre é foda,e tb acho que temos que fumar com pessoas certas,as vezes a pessoas esta com uma energia baixa e acaba passando pra vc,o bom mesmo é curtir com pessoas que vc goste e que gostem de vc,regado a musicas boas e a uma brejinha trincando.

    ResponderExcluir
  17. não a ninguem melhor que você mesmo para tomar a decisão, fumo maconha a ums 3 anos e nunca tinha me dado uma crise de pânico, foi então que um dia fumei(mari e cig)e bebi, entrei em uma bad quase sem volta, era uma pessoa que bebia mtu, fumava muito cigarro e muita maconha, parei com o cigarro e com a bebida pcausa das crises, foi quando percebi que a maconha tb estava me dando crises de pânico, passei a fumar 3 becks por dia, depois passei para 2 e 1...Nada das crises passarem, até que de ums dias pra cá coloquei na minha cabeça que se não tava afim de parar de fumar eu não ia, ai pensei: quem manda na minha mente sou eu e ela não vai trapacear cmg. se eu parei de fumar cigarro, parei de beber, agora vou parar de ter crises de pânico.
    Tentem confiar um pouco mais em si mesmos, em seus corpos e lembre-se: "mente vazia oficina do diabo".
    uma boa sorte a todos que convivem com isso. Afinal são tantos sentimentos ruins que até hj não sei definir exatamente como são esses sentimentos de pânico, uma total impotência sobre você, só sabe quem já passou por isso.

    "Para uma grande pessoa uma grande mente, Para uma grande mente um grande problema, Para um grande problema uma grande saída."

    Abraço a Todos

    ResponderExcluir
  18. Fumei maconha esporadicamente durante uns cinco anos. às vezes tinha algumas viagens erradas, mas a maioria das vezes era legal. Um dia depois de fumar um beck me veio um pânico terrivel, e o pior, não passava. Durante três dias vivi esse pesadelo. Decidi não fumar mais. Pórem, o pânico continuava. Depois de alguns meses de tratamento com clomipramina o pânico desapareceu por completo. Empolguei e decidi voltar a fumar, até a quarta vez que fumei tava bem, depois o pânico voltou novamente. Nos últimos três anos isso vem se repetindo, fico um tempão sem fumar, esqueço o quanto é ruim o pânico, fumo e na quarta, quinta vez passo mal. Meu psquiatra disse que a maconha não causa pânico, mas desperta ele em nosso cerebro. Para mim, o que mais me incomoda nas crises é a sensação de estranhamento do mundo, o medo alucinante de enlouquecer e perder o controle e a total falta de percepção real do tempo. Fico muito mal mesmo...
    Fazer o que??? o jeito é viver sem a maconha... saúde a todos
    obs.: quem quiser trocar idéia: leopanico@gmail.com

    ResponderExcluir
  19. Na verdade estava procurando algum artigo que me clareasse a mente com relação aos prejuízos para o organismo com o uso frequente de maconha. Tive panico durante 2 anos uns 3 anos atrás. Na verdade havia parado de fumar maconha na época fazia uns 2 anos. Hoje, que estou bem e achava que estava controlado, voltei a fumar para tentar curar minhas insônias, pois não gosto de beber e de tomar remédios, e na realidade foi a saída que encontrei para tentar relaxar... que voltei a fumar faz uns 4 meses, e nesse último mes é a 10ª vez que tenho crise de panico, não tão intensa, mas a crise de sempre com os sintomas horríveis de angustia, aquela sensação igual quando sonhamos que estamos caindo de um lugar alto, a sensação de ter alguém te enforcando, um peso enorme no peito (costumo dizer que parece que tenho uma bigorna no peito), formigamento do lado direito do rosto e sensação de estar com o rosto repuxando, trava do maxiliar, dificultando falar, dormencia das maos e dos pés, com tremores e descontrole das pernas... tudo de ruim de sempre. Agora imagino que possa ser por conta da maconha sim, analisando todos os depoimentos...
    Vou tentar parar, aliás já ia tendo descoberto que a maconha tem 80% a mais do que o tabaco uma substancia cancerigena que ataca o pulmão. Ou seja, É BOM MAS É RUIM!!! rsrs... Imagino que vale a pena fumar um de boa sim, mas muito de vez em quando, pois se eu que fumo no máximo 1 baseado por dia, isso fragmentado em várias vezes, estou tão rápido voltando a ter os sintomas, imagino quem fuma com maior frequencia como não poderá desenvolver os sintomas se já for predisposto!
    Espero que esse site ajude várias pessoas a esclarecer suas dúvidas, pois devemos compartilhar nossas experiencias com o mundo, contribuindo com nossa parcela para tentar fazer não um mundo melhor, mas pessoas melhores.

    ResponderExcluir
  20. OI EU TB TENHO TIDO ISSO MAIS NAO FUMO OQUE SERA ISSO EM TOU INDO NUNHA PISICOLOGA E ELA DISSE QUE ISSO TUDO E ILUSAO AS COISAS QUE ACOMNTER QUANDO ACONTERSSE TEMOS QUE CONFIAR EM deus E TUDO E SO ILUSAO ACREDITEM EM deus QUE VC VAI MELHORA

    ResponderExcluir
  21. eu fumo a uns 13 anos ,e nunca tive problemas com a erva, mas de umas 3 semanas pra ca a maconha ta escaça! eta todo mundo entrando em panico! tenho minha reservinha ,mas parece q essa seca ainda vai durar uns tempos . to entrando em depre , e agora ... nao quero fumar paia. to ficando em panico medo de ficar sem a danada. legalize ja!

    ResponderExcluir
  22. Ola Pessoal sou o lucas Olha tenho 18 Anos Vou começar do começo fumava desde 17 eu fumava 2 a tres beck por dia ate 4 e um tempo eu parei de fumar por uns 30 dia e voltei a fumar de 1 beck por semana e depois eu fiquei uns 20 dia sem fumar denovo a e eu fui fumar 1 ai deu a tal "bad Trip" Mano eu fiquei com as mesma sensaçoes das pessoal acima Mais ai eu fui inventar de me olhar no espelho Pra que mano eu me via Igual a Akeles Gordos So Q Parrecia q eu estava derretendo
    Nossa foi foda Eu me olha pro espelho e via eu derretendo Credo
    e eu nao sou gordo nao Quando eu falava Grosso Minha Voiz Parecia Do
    Panico La do filme sabe credo eu escutava sons horiveis
    O corraçao Batendo E fiquei Assim Por 11 Horas
    Pedi muito a deus pra sair dakilo
    pedi pedi e melhorei graça a ele
    e Da i faz 4 messes q num fumo
    e quando eu fico meio nervoso quando olho no espelho Lembro um pouco Mas To ok Graça A deus Parei de fumar

    Mano Um conselho o bagulho é loko
    Mais aew nunka para de fuma é isso aew
    Mais aew quem parou como eu 20 dia
    30 e voltou fumar c Fumar com a mente fazia Vai dar bosta
    Vlw Abraços

    ResponderExcluir
  23. Oi Pessoal!
    Sei que o assunto é sério, mas tenho que confessar....ri muito dos depoimentos. Ri porque as já passei por isso e as vezes ainda passo. Na hora, realmente, não é nada engraçado, ao contrário, deprê.Mas, quando vai relatar isso a alguem...a gente racha os bico.
    A minha primeira crise foi assim: Tinha acabado de chegar do trabalho e como de costume, fiz um baseado...chamava- o de chazinho da tarde. Comecei a lavar umas vasilhas e meu coração começou a disparar....corri para a janela,já estava sem ar tb...Meu marido tinha sofrido em enfarte a uns 4 meses antes. Achei q estava enfartando tb..Pensei em algo pra me acalmar, pois estava sozinha. Lembrei da água com açucar. E tremendo muito , peguei um copo e a vasilha de açucar e coloquei umas 4 mãos de açucar no copo. Isso mesmo, 4 mãos. O desespero era tanto que nem peguei uma colher.Ai começou o enjoo...,foi a aguá , super doce, mas pensei: é, to enfartando mesmo...estava com todos os sistomas q meu marido sentiu quanto enfartou...Na minha cabeça claro.
    Meu marido chegou, já estava na porta de casa, de shot e bolsa, pronta pra ir ao hospital e ele me tranquilizando, dizendo q era a viajem...Mas, não, eu estava decidi.
    Enfim, fui para o hospital, paguei um mico violento, a médica me olhando com uma cara de ódio....mas enfim, estava salva ali....kkkkkkkkkkkk
    Gente, depois disso, parei por um ano. Depois voltei, fumo ainda, mas, com medo...e tenho certeza absoluta q desencadeia o panico sim.Depois isso, já tive várias crises.Nunca tomei remedio controlado e nunca fui ao psquiatra, pois entendo o que tô sentido e tento me destrair.Saio de casa e fico andando, tomando um ar..até passar...e passa. Mas, quando fumo tenho muitos medos, então, gostaria de parar.

    ResponderExcluir
  24. Galera.. comigo aconteceu o seguinte.. eu não tenho a síndrome.. mas as 2 últimas vezes que fumei "um" apareceram os sintomas.

    Fumei maconha diariamente no final de 2008, 1 fininho por dia e vários nos finais de semana com os amigos, comecei a fazer faculdade em 2009 e resolvi largar de vez a maconha e o alcool, pois bem fiquei quase 6 meses sem fumar, fumei mto nas férias de julho mas já não era a mesma coisa a mesma sensação de 2008.

    As aulas voltaram em agosto, fiquei de agosto até dezembro sem fumar, peguei com um amigo uma quantidade pequena coloquei no cigarro msm foram duas tragadas.. comecei a viajar, achei que iria dormir como um anjo, no meio da noite acordo com o coração palpitando, eu conseguia sentir a pulsação em uma artéria da cabeça, sai que nem louco acordei minha mae e pedi pra ela por a mao no meu coração, ela ficou um pouco apavorada mas depois percebeu que era coisa da minha cabeça e q eu havia tido um pesadelo... deitei na cama me acalmei parava.. depois voltava.. pqp foi muito ruim a sensação, mas nem desconfiava que podia ser a maconha.
    Quando foi agora em janeiro fui para a praia, consegui um pouco, como a galera que eu tava nao fumava, dava duas tragadas de manhan e duas a tarde soh pra ficar naquela brizinha.
    Quando voltei da praia faziam 2 dias que havia fumado.. estava a tarde vendo TV foi muito estranho comecei a pensar em 100 coisas ao mesmo tempo, (TV, Facul, Problemas, Familia , Amigos, etc etc...) De repente senti uma pressão forte na cabeça, respiração acelerada e uma tremedeira do cão, achei que tava com um tumor na cabeça , um coágulo algo do tipo e ia morrer, e lembrei que a uns 3 meses atrás tinha batido a cabeça bem forte e não tinha ido ao médico, falei pronto agora vou bater as bota.. chamei um amigo que estava em casa e fui pro médico.. ae ele me perguntou se eu havia usado algo naquele dia.. eu disse que não.. enão ele falou que era pramim ficar tranquilo e q era um ataque de sindrome do panico.. me deu um remédio que eu tinha certeza q era placebo mas nem perguntei, fiquei umas 4 horas atento com o reflexo rapido...To pensando em fumar dnovo mas to com medo, afinal a epoca em que fumava nao tinha tanto coisa pra resolver na vida.. parece que quando eu fumo os problemas estao vindo todos a tona na minha cabeca...

    ResponderExcluir
  25. E ai galera beleza?
    Bom, meu caso é parecido com o de todos acima, eu fumo tem 4 anos e no começo fumava ativamente, todos os dias varios base, na escola onde eu estudava eu fumava uns 6 só na parte da manha era uma gastaçao, dai quando fez mais ou menos 2 anos que eu fazia o uso da maconha, me deu essa badtrip... após ter cheirado fui fumar um ai o coraçao disparou e quanto mais eu me apavorava mais piorava aquela sensaçao, achei que ia morrer! ate que depois passou, ai eu pensei que tinha acontecido aquilo porque eu tinha cherado, logo no outro dia fui fumar um e aconteceu a mesma coisa, por coincidencia eu estava passando por uma fase de problemas familiares e que estavam me deixando extremamente nervoso, dei um tempo depois voltei, mais foi aquilo, nao rola mais aquela onda que eu curtia de tranquilidade, sensaçao de bem estar, faz um tempo ja que eu nao tenho crises "fortes" de pânico ao fumar mais sempre rola um mal estar a preocupaçao de acontecer de novo, fumo ate hoje galera e ate hoje eu nao sei ao certo o que me faz ter essas bad's, nao penso em procurar psiquiatra, tratamento... ate porque eu sempre fui um cara cabeça curti muita vibe BOA com os amigos e porque que isso tinha que acontecer cmg? kkkkkk parece engraçado mais nem é! o que eu posso passar pra voces é o que eu faço, pra mim isso é psicologico entao faço de tudo pra me sentir o melhor possivel, alto estima é tudo pense positivo se precisar procure tratamento tome remédio, dependendo do caso PARE! cada um tem um caso.
    até hoje eu tenho sensaçoes ruins mais fumo um base quase frequentemente pq eu gosto mto, mais se alguem tiver uma soluçao pra esse problema que entre em contato aqui pq nos precisamos hehehe galera espero que minhas palavras tenham servido pra muitos vou deixar uma parte da musica do charlie brown jr que eu acho que tem super a ver " Evoluçao na sua mente você pode você faz! " valeu galera abraço!

    ResponderExcluir
  26. Eu fumo faz uns 5 anos, nos primeiro ano era uma maravilha, viagem e mais viagem, mas fumava muito socialmente, uma vez por semana só.

    até que um dia fui pego pelos policiais, fui pra delegacia e tals, mó desgraça, ai resolvi parar.

    de boa, depois de 3 meses eu não resisti e num encontro de amigos eu fumei, foi a maior viagem que eu ja tive, voltei a fumar.

    mas ai fumava todo dia, de manhã tarde e noite.
    com varios problemas passando em plena tv, com as bostas manipuladoras de mente que passava na tv, eu comecei a ficar na bad apos fumar. Foi a pior época da minha vida. isso foi a 2 anos atras.

    decedi parar, mas não com a maconha, e sim com a televisão.

    Fiquei totalmente melhor, as viagens eram realmente boas, uma maravilha.

    faz 2 anos que eu não perco tempo assistindo televisão(só assisto futebol e filmes) e fumo normalmente umas 3 vezes por semana. E cada vez é uma viagem melhor, sem bad, sem depre, sem panico, sem parecer que estou morrendo.

    Fumo a 5 anos, sou vegan a 3, e não assisto tv a 2 anos, sem contar que nunca fumei cigarro e nem nunca vou fumar, e posso garantir que to de boa e adoro essa minha vida.

    beijos

    ResponderExcluir
  27. Fala ae, gente! Bem, minha história é parecida coma de todos aqui. Fumei por pouco tempo: apenas um ano, com pouca freqüência. Sempre senti que minha onda era diferente pq ao invés de ficar calma, ficava agitada. Falava e ria muito, não conseguia parar, relaxar. Chegava ao ponto de ficar cansada e só depois bater a larica. Devo ser hipersensível ao THC. Pois bem: um belo dia compramos um prensado que parecia mais uma mariola (o bicho era enorme!). Nunca fumei tanto na minha vida. Isso foi em 2004. Desmaiei e quando voltei estava no meio de um ataque de pânico que durou mais ou menos dois dias. Ou melhor, no segundo dia ele vinha de poucos em poucos minutos. Convivi com o pânico por 4 anos. Até que tive uma crise tão bizarra em 2007 que parei no cardiologista. Tomei apenas 3 meses de antidepressivos, que parei por conta própria. Engordei 17 kilos. Continuei com a sindrome, mas outra crise forte mesmo tive em 2008. procurei uma psicóloga que me encaminhou para um neuropsiquiatra e me explicou que eu teria que tomar antidepressivos para sempre. Saí voada. Entrei na ioga e numa psicoterapia muito do bem: a terapeuta só encaminha pro psiquiatra pra passar remédios em casos extremos, ou seja, se a pessoa quiser se matar, se passar muito mal, vê coisas. Ela, assim como a yoga, me ensinaram que o segredo de tudo é o autoconhecimento, é a respiração. Cara, hoje sou normal. Na boa. Estou feliz. 2008 foi um ano de luta contra mim mesma, contra meu lado bad, os pensamentos negativos. Nesse ano cortei a carne vermelha e me tornei vegetariana em junho de 2009. Estou muito feliz com a minha escolha. A última vez que fumei foi em 2005, mesmo começando a ter ataques de pânico desencadeados pela maconha no ano anterior. Ainda sinto muita vontade de dar um dois. As vezes a vontade é forte demais, como no dia de hoje. Quando sinto o cheiro então... Puta merda! Fico quase com tesão pra fumar! Como se tivesse gozando! hahahaha Mas não tenho certeza se consigo controlar meus pensamentos ruins numa bad trip, por isso não fumo. Enfim. Mas acredito que o segredo está na mente mesmo. Uma vez fui numa médica muito foda que me disse que já usou tudo quanto é droga e ela me falou isso: fuma só se vc estiver bem e sem medo de nada. se esse dia chegar, quem sabe? Sou a favor da legalização. Assim como a maconha, o álcool pode deixar aflorar esses tipos de problemas. Sobre a idéia da televisão, muito boa, mas acho que ainda não consigo isso. Galera, fica bem! Procurem uma terapia, conheçam seus limites e confiem em si mesmos. Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  28. Ahhhhh... Sou a anônima acima - sim, sou menina! Não tão menina pq daqui a 4 anos faço 30 anos. hehehehehe
    Indico pra quem tá no desespero a primeira luz que me surgiu quando tava muito mal: o livro YOGA PARA NERVOSOS, do professor Hermógenes. Não se assustem pelo tamanho, pq vc se identifica tanto com as paradas que devora tudo em 2 dias. Ele prova que a causa de muitas doenças físicas e psicológicas é o nosso estilo de vida e que existe cura sem antidepressivos e calmantes. Ele fez essas experiências com pacientes da Santa casa de Misericórdia, aqui no Rio e chegou a essa conclusão. O próprio Hermógenes foi curado por intermédio da yoga. Teve vários problemas de saúde desencadeados pela tuberculose. Joguem no Google "Porfessor José Hermógenes" que vão achar a trajetória dele. É um dos precursores da yoga no Brasil. Vcs acreditam que podem se livrar dessa bosta de pânico e voltar a ter uma vida normal? Se sim, já é um começo. E não se enganem, viu? Respeitem seus limites, pq a vida é uma luta constante. Às vezes acho que vou ter uma crise, mas é tudo da cabeça. Eu relaxo, e respiro lentamente e penso: "ah... isso passa". Desde 2008 faço isso e cada ameaça tem se tornado a cada dia mais fraca e mais rara. A vida também é uma luta constante contra nós mesmos.

    :)

    ResponderExcluir
  29. Oiii...Boa noite...adorei os depoimentos de vcs!!! Vcs provam que somos todos iguais dentro de um universo pluralista. Por termos a mesma sensibilidade sugiro uma celebração como uma amiga anônima disse num encontro casual. Assino em baixo a favor de nos conhecermos e formamos um grupo laico de amigos que se sintonizam. Meu msn para iniciarmos esse contato é: leandrorecreio2@hotmail.com Abraço aos rapazes e beijo as meninas.

    ResponderExcluir
  30. MCZ-AL
    Comecei a fumar a erva no começo do ano passado, e a primeira experiencia foi incrivel! uma viagem linda, sentimento de paz e harmonia com o universo, e fiquei louca p repetir. Estavamos na praia, uma amiga minha e eu, tomando umas cervejas e decidimos fumar um, só que não foi só um, foram vários, compramos e viemos p o meu ape com uns amigos, fumamos muito mas nada acontecia de extraordianário, chegou outra galera e começamos a beber e voltamos a querida cannabis, o beck não tinha tamanho, era um foco de luz enorme no quarto escuro. Quando fui puxar, pensei ter aspirado um pouco da erva e engasguei, só bastou isso p desencandear a crise, comecei a rir descontroladamento e quando parava de rir, sentia meu coração em taquicardia e entrava em desepero, começei logo a chorar, e não conseguia mais respirar, ainda ri por um bom tempo, mesmo com a sensação e meus amigos pensavam q estava viajando, um amigo aferiu meu pulso, cara, nunca vou esquecer a expressão do rosto dele de preocupação: "_ vamos leva-la ao hospital, AGORA!" na hora só me desesperei mais, tenho prolapso na mitral e logo pensei q estava em arrtimia grave e prestes a ter uma parada cardiaca, nisso meu corpo entrou em tetania (tremia da cabeça aos pés), só q ninguem estava de carro, saimos na chuva num estado que é melhor nem comentar, rs, e uma vizinha que eu nem conhecia emprestou o carro (até hj n sei como ela emprestou)no caminho uma ambulancia estava atendendo um acidente automobilistico, não tive duvidas, comecei a gritar no carro insandecida: socorroo, meu amigo parou o carro e sai correndo rumo ao socorro, diblando os policiais presentes, tb não sei como não fomos presos, pq era notório o estado, o socorrista me atendeu com uma cara!!! e disse que eu não tinha nada, só a taquicardia e não insistiu nos porques, ainda bem... não satisfeita, fiz me levarem ao hospital, lá tive uma certa mania de perseguição, tinha a certeza que meus parentes estavam na maca ao lado, por causa da sandália q vi no chão, rs, o medico viu do que se tratava, mas como eu estava desidratada e taquicardica ele me deu um belo ansiolitico( me dopou)e tome soro, qnd acordei feliz da vida, com uma larica terrivel, fomos comprar comida às 3h da manha e tudo aparentemente se normalizou. Mas desde então tenho crises de panico, no começo bastava eu beber um pouco a mais, sentia a taquicardia e a morte encostava, depois do nada, estava lendo e de repente, da ultima foi a pior estava estudando e meu coração começou a bater sem ritmo (fibrilar) ai foi que vi a face da morte, tive uma semana todos os dias crises, na ultima fui ao hospital sozinha, quase que desmaiava no caminho, meu braço esquerdo começou a formigar, não conseguia mais abrir a mão minha face formigava, sem contar no coração. Cheguei na emergencia: nada! vc não tem nada! foi ai que percebi que eu tinha sofrido episodios de sindrome do panico já q meus exames eram tods normais. atraves do auto-controle toda vez que me aparece o sintoma, começo a respirar mais lentamente, tento racionalizar que não estou morrendo, e desfocar a crise, e ainda bem que tem resolvida, tento relaxar, e não me estressar nem entrar na crise. Em relação a maconha, fui a europa nessas ferias, e não queria perder a oportunidade de experimentar lá, mas como estava super bem comigo mesmo, feliz, sem preocupações, fumei e fiquei na boa, sem nenhuma bad trip, a questão realmente é como vc está psicologicamente, se vai fumar já preocupado, se prepare que suas noias só vão piorar! abraços

    ResponderExcluir
  31. tive uma bad de maconha faz uma semana quase, segunda vez que fumei,na primeira nao deu nada entao resolvi fumar bastante mesmo pra ver oque dava.. e o baseado era bem mais forte que da primeira..enfim fumei quase um banza inteiro ja na segunda vez...bateu uma brisa foda no comeco comecei a rir muito..depois parece que minha pressao baixou..minha boca secou nisso fiquei com medo de desmaiar,sei la dormiu tudo..eu pensava q se eu ficasse parado eu ia desmaiar..fiquei andando uns 45mins ate q eu deitei olhei pra cima..pensei em coisas boas e comecei a viajar muito..me deu uma brisa muito loca, uma coisa ligava outra..eu tirava conclusoes geniais...enfim tive varias brisas,curti as boas..so nao valeu apena por causa desses 45mins q eu fiquei andando com medo de nao volta ao normal mais,sei la eu acho q eu posso ter ficado com medo por ser uma sensação nova e tal, ou porque fumei bastante mesmo
    sei la se pa vo fumar denovo em menor quantidade pra ver se vem so a brisa boa q eu curti.

    ResponderExcluir
  32. entao, so ressaltando meu comentario acima, pela minha pouca experiencia.. eu nao acho q so pq sua vida ta uma merda ai vc vai fumar e a brisa vai vir ruim, eu acho que o lance e oq vc pensa na hora mesmo..conheco gente q fuma pra relaxa justamente porque a vida nao ta boa...eu acho que o grande lance é vc controla a sua mente mesmo, por exemplo no meu caso,virei o jogo.. tava malzao deitei e comecei a Pensar positivo(Filtro solar - Pedro Bial),AHAHAHAHAHHAA nao e zueira nao esse video me salvou,comecei a pensar nisso e viajar muito ai veio a brisa boa..no meu caso nao tive nenhuma noia depois q a brisa passou, foi so na hora q eu tava locao mesmo, nao tive nenhum sintoma anormal depois q eu fiquei sobreo..
    alias... vendo uns comentarios aqui fiquei meio assustado ahhaha mais fora isso ta tudo de boa,oque tirei de positivo eh o controle da mente, tudo q vc pensa acontece e se tu pensa merda acaba dando merda mesmo ahaha

    ResponderExcluir
  33. E aí galera, começei a fumar maconha esporadicamente, no segundo colegial, com os meu amigos. No terceiro colegial, fumavamos praticamente todos os dias e durante esse período nunca tive nenhuma sensação ruim ou nada do tipo. Enfim, comecei a faculdade esse ano, e na segunda semana de aula fui morar com um cara que fumava muito e ia mta galera estranha la. Foi de repente que estavamos fumando e começei a entrar na bad total. Eu olhava para o lado e parecia que a minha realidade estava distorcida, começou a me dar um desespero muito grande, eu andava de um lado para o outro e parecia que ia aumentando cada vez mais. Meu coraçao batia a mil por hora, tinha plena certeza da morte e ate caimbra na perna. Acho que palavras nao descrevem essa HORRIVEL sensaçao. Liguei para minha mae e quando ela chegou eu ja estava mais tranquillizado. Depois disso me desencadeou sindrome do panico, depressao e um barato de ausencia, algo assim, segundo um neurologista. Passaram-se 2 meses depois disso e estou tomando 2 remedios para me controlar e estou ficando bem melhor com algumas recaidas. O que eu queria saber é que se corro risco de fumar de novo e me dar essas coisas ou coisas piores, como esquizofrenia ou coisas afins, alguem sabe? tenho medo de me perder da realidade para sempre. Quero muito fumar de novo, mas creio que tenho que me sentir muito bem comigo mesmo. Algumas pessoas falam que fumar varias vezes e se controlar vc consegue superar e outras dizem que piora e muito. Qual é a real? Se puderem me tirar a duvida agradeço e que essas bads nao pairem sobre nos, pois nao desejo isso nem ao meu pior inimigo!

    ResponderExcluir
  34. Boa tarde turma. Sou geólogo e fumo maconha a 15 anos, agora em ritmo lento, pois na epoca da faculdade era 5 a 6 baseados por dia. Comecei a fumar maconha com 15 anos, e no incio era realmente uma sensação prazeirosa. Porém há uns 10 meses o os sintomas são esses desconfortos que estão relatados acima. Acredito que estou com síndrome do pânico, e devo procurar ajuda profissional para me tratar, pois quero de volta a sensações prazeirosas novamente ao fumar.

    ResponderExcluir
  35. Não sejam covardes. Não culpem a maconha por seus problemas intimos ou disurbios de ansiedade... A maioria das pessoas usam a erva apenas por hábito de lazer, assim como outros que bebem sua cervejinha diariamente... Usar a maconha para fins terapeuticos ou para fugir de problemas da realidade é um erro. Se for fumar fume pq gosta e se sente bem usando; nenhuma substancia vai resolver suas questoes ou mt menos ser responsável por elas... Tanto responsabilizar um entorpecente por suas dificuldades éticas, morais ou psicologicas é um engano quanto tentar resolve-las atraves dele. Fume se essa atitude representar uma escolha sua. Independente e responsável. Se sente-se mal consigo mesmo, procure um amigo ou um profissional especializado para tentar ajudá-lo. Maconha é só maconha. Problemas todos nós temos. Fume se tiver vontade e se sentir bem... E boa viagem!

    ResponderExcluir
  36. * (...) a maioria das pessoas USA.
    Perdão

    ResponderExcluir
  37. Cara eu já fumei muita maconha na minha vida, daria uma carreta carregada:), dps comecei a cheira fiquei 1 ano por ai sem usar maconha e so cherano, ai esses tempo fui querer fumar, me deu acho que essa sindrome do panico, uma vontade de ir pra casa, eu tava na rua, parecia que eu tava fraco sei la.. se algo me acontecesse eu nao poderia me defende
    so queria minha casa, tanto de sai fora na hora e fui pra casa! foi uma pira bem estranha e continuou a acontecer
    "tava lendo a respeisto disso e vim parar aqui" so quis falar o fato haha abs

    ResponderExcluir
  38. Ola, tenho 22 anos, lendo agora o que o pessoal fico ate mais tranquilo, ontem foi a terceira vez q eu fumei maconha e me deu essa bad trip, meu coracao parecia q ia sair pela boca, fiquei com falta de ar, lingua enrrolou, secou, quase desmaiei 2x, tomei soro e diasepan no hospital, sim tudo por causa da maconha, meu organismo nao genta com esse mato

    ResponderExcluir
  39. Boa noite, gente boa!
    Bom, eu fumei maconha durante 3 anos... e fumei cigarro por 8 anos. Sou uma pessoa bem resolvida, leio mto sobre psicologia, gosto de assuntos variados e sempre gostei de fumar maconha para "abrir a mente", para deixar fluir idéias e pensamentos que só fluem dessa forma. Não acho que todo mundo que fuma maconha fume apenas para fugir dos "problemas". Acredito que muito gente fume pelo puro prazer da "viagem" que ela proporciona. Agora, ter pré- disposição á sindrome do pânico é outra coisa. É ALGO QUE NUNCA PODERíAMOS PREVER, se nunca antes tivessemos tido indicios sobre isso, entendem? Enfim.
    Tive a tal da sindrome, sofri muito, foi duro. O maior medo era de morrer e de que morressem aqueles que amo. Tinha fobia tambem com lugares cheios e "mania de perseguição", achava sempre que alguem queria me seguir, roubar e etc. Terrivel, não? Pois é, mas é real. E por mais que todos pensem que é frescura ou algo que podemos controlar...hm, nao eh nao! vai alem... é algo que, se vc nao tratar e buscar ajuda necessaria, vc pira e pode ate agir com insanidade, pois começa a pensar que a vida nao faz mais sentido algum e q tudo fugiu do seu controle, como era antes.
    Portanto, dou um conselho..que acredito que ninguem deu ate agora, mesmo pq envolve outros aspectos... Mas enfim, quem não se interessar e ate achar besteira, por favor ignore, mas nao zombe, pq pra mim foi mto serio e realmente fez MUITO SENTIDO. E ME CUREI.
    Enfim, falarei de religião. Sim, isso mesmo. Primeiro, vc deve rever sua conexão com Deus! Não estou dizendo sobre se converter e nem virar fanatico! apenas para que reveja como anda seu "contato" com Deus, como vc tem ou nao deixado isso de lado em sua vida. Falo sério.
    Bom, depois acabei seguindo uma vertente que me deu muitas respostas: o espiritismo.
    Descobri que espiritos sofredores estavam me "sugando" ha algum tempo, e querendo que eu chegasse a esse ponto. Juro que tbm nao acreditava nisso, mas foi surpreendente. Peço para que busquem artigos ou pessoas espiritas para conversar sobre o assunto... e saibam, que o "outro mundo" pode influenciar muito mais do que imaginamos. Fazendo-nos agir como outra pessoa , mtas vezes, por mais q nos lembremos de tudo oq ocorreu depois. Parece totalmente consciente, mas não é.
    Bom, espero ter ajudado alguem a, pelo menos, abrir a cabeça para outras respostas sobre o mesmo problema.
    Fiquem em paz!

    ResponderExcluir
  40. Sou a mesma pessoa do comentario acima, sobre espiritismo.
    Aconselho que pessoas com sindrome do panico busquem os ensinamentos da SEICHO NO IE, uma filosofia de vida! Só quem busca entende oq é e o quanto é eficaz e importante. Ela ensina a como rever os conceitos da sua propria vida, ensina como ahir melhor, sair da depressao, viver bem.
    VALE MUITO A PENA TENTAR!
    :)

    ResponderExcluir
  41. ACHO QUE TIVE UMA GRANDE IDÉIA, GALERA!!!

    Imaginem só se nos juntassemos todos nós - que comentamos aqui nesse blog e que já tivemos crise do pánico, provavelmente pelo uso da maconha- e combinassemos um dia para fumarmos "um" juntos, todos juntos, novamente?
    Assim, todos sabemos das reações, e sabendo que estamos entre pessoas que pensam a mesma coisa... poderiamos analisar a possibilidade do quão isso pode ser forte ou não e SE aconteceria de novo , já que o nosso cérebro é uma parte muito misteriosa do nosso corpo e, que causa "bloqueios" do nada em nossa mente e, poderia, facilmente, bloquear a mente de todos nesse exato momento que aconteceria isso, pois ficaríamos "inibidos inconscientemente" de ficarmos mal. Acho possível. E mesmo que algo desse errado, saberíamos que uns poderiam ajudar aos outros e que isso passaria com certeza, como ja passou para muitos que escreveram aqui.
    Escrevam oq pensam, e se forem responder á minha proposta, coloquem "PROPOSTA DE VOLTAR" no começo do comentario, para que eu possa ir direto ao comentario e ler!
    Vamos nos ajudar!

    Abraços e força na peruca!! kkk

    ResponderExcluir
  42. GALERA... usei maconha ontem pela quarta vez, nunca havia acontecido nada. nunca tive crises de pânico, apesar de minha prima sofrer disso (mas já se tratou, está melhor).
    entao... ontem fui usando, rindo, normal, viajando legal... aí do nada eu nao escutei mais nada e senti meu coracao batendo muito rápido. MUITO RÁPIDO MESMO. aí comecou... eu disse pra minha prima, quase chorando, e ela se ligou que a crise de pânico tava comecando. cada vez meu coracao batia mais rápido, achei que fosse morrer a qualquer instante! tudo girava ao meu redor, tudo ficou escuro, comecei a chorar compulsivamente, FOI A PIOR SENSACAO DA MINHA VIDA... nunca mais usarei maconha, nunca mais... e nao desejo isso que eu passei a ninguém, pois é o medo mais desesperador que alguém pode sentir, é a sensacao mais horrível que existe... minha prima sempre falava disso, já vi ela ter crises, mas eu NUNCA ia imaginar que fosse algo tao terrível!!! ah, ela chegou a me dar um Rivotril ontem, o que me acalmou um pouco... mas fiquei chapada e com uma sensacao de formigamento na minha língua, nao conseguia falar direito, meu corpo todo tremia... só passou mesmo quando fui dormir. e eu dormi 14 horas essa noite, muito doido. e em meio a toda essa bad trip ontem, eu vim aqui ler os comentários de vocês, o que me acalmou um pouco também.

    gente... QUE LOUCURA é isso. nunca mais quero passar por isso.

    estou até com pena dos próximos que vierem postar aqui depois de uma bad trip...
    valeu, gente. se cuidem!
    beijos

    Amanda

    ResponderExcluir
  43. porra gnte, e ate engraçado falar disso pq sao todas as bad mto parecidas, fumava maconha todo dia durante uns 5 anos, ate q entao tive um ataque de panico, horrivel, parecia tudo irreal, fiquei preso a conflitos internos achando q era louco e tals, foda, mais todo mundo aki passou por isso, ate q fui num psiquiatra e ele me receitou alguns tarja preta, nao curti a ideia e entao busquei formas alternativas, foi ai intao q conheci os florais e a psicorerapia, me ajudaram pra krl.... fiquei durante uns 6 meses indo semanalmente e claro, obtive uma melhora mto boaa. enfim, o problema e a nossa baixa auto estima q qnd nos vemos com problemas achamos q sera catastrofico, nao parei de fumar um ganjah, ate pq e mto dificil pq t odos meus amigos, meu irmao, minha mina fumam.... mais diminiu mto ...
    tenho um parametro de uso, umas 3 ow 4 vezes por semana....
    aconselho livros de auto ajuda pra coloca um pouco de consiencia na mente... em especial o livro chamado "o poder do agora" tenho ctz q todos vcs se indentificarao mto com esse livro e vc percebera q se vc criou isso, so vc pode sair, melhore mto estou qse 100% mais ainda rola umas bad esporadicamente... fica ai minha dica...
    abrass a todos

    ResponderExcluir
  44. Galera, fumo há 10 anos e recentemente estou tendo algumas bad trips. Esgtou estudando pra concurso e acho que essa merda está acabando comigo. Outra possibilidade é a de que a maconha que vem dos morros aqui do Rio é empreguinada de energias ruins. A um mês atrás eu fumei um beck natural em plantado em Visconde de Mauá e tive uma onde sensacional, mas acho que vou dar uma parada, no dia do jogo do Brasil com a Holanda eu fumei vários e fiqeui com uma enorme sensação de falta de ar. Fui no pneumologista e ele me disse que eu não tenho nada. Alguém aí já teve essa sensação horrível de falta de ar? Abs.

    ResponderExcluir
  45. Comecei fumar com um amigo aos 15anos,certo dia acho que tive uma bad trip básica na frente de outro colega eramos 03 eu,baiano e outro Felipe,fiquei rindo atoa,falava sem parar,eles achavam massa ate um certo ponto,mais dps foi enjoando ate que a mãe dele chegou da igreja e deve ter desconvfiado mais deu nada não,quando estava pra fazer 16anos fumei um no meu aniversario acredita ? não queria mais a vontade apareceu nossa esse dia pra mim foi o melhor foi so eu eo baiano,fumamos duas bombas no beco a brisa foi forte,não ocorreu a bad cmg graças á Deus dps daquele dia fiquei um boom tempo sem fumar tipo 2MESES ME SUPEREI,E SO TER FORÇA DE VONTADE ALEMDE TUDO N SEER VICIADO,DPS DO MEUS 16ANOS ACHO QUE FUMEI 5VEZ ISSO OCORREU EM 02 DE MARÇO ATE HOJE FUMEI ESSES ( 05 ) HOJE MSM NESSE MOMENTO LENDO ESSAS ENTREVISTAS ME DEU ATE VONTADE DE FUMAR UM,UMA OVNTADE CHATA QUE TE INCOMODA TE CUTUCA SABE,MAIS N VOU SAIR DO MEU QUARTO PRA IR LA NO OUTRO MLK FUMAR UM DESSE,N KERO VICIAR QUERO SIM ME CONTROLAR,QUANDO FUMO EU COMO DE MAIS NOSS NEM ACEDITO
    OCORREU UMA VEZ QUE EU CHEGUEI EM CASA BEEM TARDE E JANTEI MAIS FOI UMA JANTA DAQUELAS E AINDA COMI 2PÃES,PÃES DE QUEIJO VITAMINA AGUA,TOMEI AQUELE BANHO,EA BRISA N PARAVA E BEM FORTE A QUE FUMEI ESSE DIA PRA NUNCA MAIS,E BOM NA HORA MAIS NO OUTRO DIA ACORDEI,ABRI MEU OLHO ESTAVA DORMINDO DE BOCAABERTAT N TINHA NINGUEM EM CASA ,ACORDEI NUMA MOOOOOOOORGA DAQUELA DOR DE CABEÇA NEM TANTA MAIS A FOME BATEU DE VDD,PARECIA QUE N TINHA COMIDO A UMA SEMANA E MUITO RUIM N SE CONTROLAR,GRAÇAS A DEUS EU SOU DAQUELE QUE USO E N USSO SAKS
    FAZ 2SEMANA SE N ME ENGANO QUE N FUMO,TO M CONTROLANDO AINDA TNHO 16 ANOS DE IDADE N QUERO FICAR VICIADO E SIM PARAR DE VEZ PRA NUNCA MAIS TENTA E BOM E FAR SORTE QUEM SABE
    QUEN NUM ESPERIMENTOU NUNCA TENTE !!!!!

    ResponderExcluir
  46. ai pessoal bom dia to aki pra falar sobre isso eu ja postei um comentario la encima lucas
    olha para as pessoas q querem tentar fumar denovo pra ver c vai dar merda
    meu conselho é naum fumem por q da eu fumei e deu mesmo coisa acho dificil uma pessoa sair disso ai vai da pessoa c arriscar neh eu nem quero
    saber de MACONHA nunca isso manos e minas é do demonio ela te usa ate quando ela quer entendeu


    paz a tdos ai saia desse vida enquanto é tempo isso so te prejudica no futuro o isso tbm traz crises de convusão a nem quero falar mas fuiii.........

    abraço a tdos

    ResponderExcluir
  47. GENTE SEI BEM OQUE EH ESTE PANICO PASSEI POR ISSO ONTEM, ACHEI DE VERDADE QUE IA MORRER, E OLHA QUE FUMO A UNS 5 ANOS , MAS SEMPRE FUMEI POUCO UMA OU DUAS BOLAS, NO MÁXIMO 3. E ONTEM DEI APENAS DUAS BOLAS E JA TAVA PASSANDO MAL, FUI PRO BANHEIRO TIREI A ROUPA MOLHEI O PEITO,OS PULSOS TOMEI AGUA, SIM .... PORQUE DA UMA SDE TERRIVEL. MEU MARIDO NEM PERCEBEU ACHEI MELHOR NAO FALAR NADA PRA NAO ALARMAR, PORQUE SE ELE FICASSE NERVOSO POR EU ESTAR DAQUELE JEITO SEI QUE EU FICARIA PIOR. EU TAVA NA INTERNETE, JOGANDO VILA MÁGICA MEU OUTRO VÍCIO, MAISDE VEZ EM QUANDO TINHA QUE LEVANTAR PORQUE ME BATIA UM DESESPERO HORRIVEL, UMA HORA ELE PERGUNTOU SE EU ESTAVA BEM, PORQUE NAO SAIA DO BANHEIRO, FALEI QUE ESTAVA COM DOR DE BARRINGA KKKKKKKK.
    LEVOU UMAS DUAS HORAS PRA PASSAR. ATÉ AGORA NAO FUMEI AINDA, TO COM MEDO DESENTIR OQUE SENTI ONTEM, É PAVOROSO DEMAIS!

    ResponderExcluir
  48. fala galera, li a maioria dos comentarios, relatos mt parecidos, asism como a minha experiencia com essa viajem ruim, toda vez que tento fumar me da uma onda de tremor descontrole, e enorme falta de concentração, intão parei e so fumo em lugares que tão mt tranquilos. Acho q quando vo fumar logo penso q vo fica paranoico, essa expectativa me faz ficar paranoico, o negocio e não cria espectativa ruim, manda logo um QUE SE FODA TUDO! ai eu fico mais de boa porque nada pode acontecer de tão ruim.

    boa ideia do bro de fuma todo mundo junto é boa, mas se acontece o contrario e todo mundo fica paranóico vai ser uma bosta.

    ResponderExcluir
  49. Pro anônimo que falou sobre espiritismo.

    O ultimo ataque de panico que me deu eu achei q tinha alguem me perturbando... isso depois de ter saido da santa casa achando que tava infartando.
    Entrei no pc.. tentei ouvir as músicas de vibe positiva do bob "Gonna be allright" que até mesmo no dia dia me deixava de alto astral.
    Bom, esse foi a terceira vez q aconteceu o Pânico.. e a pior de todas, coisa de dar tremedeira taquicardia, dificuldade de controlar os membros, teve uma hora que achei q tava perdendo o controle da parte esquerda do meu corpo... ai q fui direto pro hospital achando que o coração não tava bombeando sangue suficiente.

    Mas tranquilo o médico falou umas merda bem calibrada pramim pq foi pelo SUS, voltei pra casa, e nada aquela sensação terrível ia e voltava.. foi quando resolvi trazer meu cachorro pra me fazer companhia pra ver c melhorava, já que nao dava pra acordar minha mãe, pra ela acho q acaba o mundo c descobrir q eu já fumei maconha, kra coitado do cachorro o animalzinho começou a chorar do meu lado, botou o rabinho entre as pernas e tremia mais q eu !! Foi ai q pensei "Porra acho q tem energia negativa d+ por aqui" fiquei com dó levei o cachorro lá fora, ele tremia mtoo, voltei pro quarto e aquela sensação indo e voltando e eu nao queria dormir com medo de acontecer algo... bom o que eu fiz e melhorou vcs não vão acreditar...sou cristão mas não frequento a igreja.. coloquei umas músicas do padre marcelo pra tocar... kra eu CHoreiiii mas choreii mto mto mto mto mesmooo. acho que uns 20 minutos sem parar, parecia q tava saindo tudo quanto é tipo de coisa negativa de mim, e depois veio uma tranquilidade tremenda como se a música que tinha como refrão "Segura na mão de Deus" me desse forças e superar o medo !! sei lá foi a coisa mais esquisita e boa que me aconteceu.. foi algo indescritível e olha que sou cético pra kralho.... só sei q escutei mais algumas musicas, e consegui pegar no sono.. acordei no outro dia como c tivesse passado por uma batalha porra depois dessa jah fazem 4 meses q não fumo.. e não espero fumar tão cedo..... não quero ficar com medo a toa.

    obs: antes de acontecer isso já havia feito um comentário sobre os dois outros ataque que tive.. e ambas porcausa da maconha, depois que parei não tive mais nenhum ataque...

    ResponderExcluir
  50. COMIGO FOI PIOR ;/
    bom eu fumei algumas vezes eu ainda preferia usar o lança perfume, mais mesmo assim a maconha me trazia um bem danado!!
    eu adorava, ai teve um dia que fui para a escola e fumei lá dentro metade de uma bomba :O.
    bom nos primeiros 2 minutos a sensação foi igual a de todas, um bem estar eu ficava rindo de tudo achava tudo muito engraçado, fui indo para a sala de aula e comessei a tombar mais até então eu achei normal né, cheguei na sala sentei na minha carteira e comssou a brisa mais forte afinal comessou o PANICO, eu via tudo rodando e as coisas se apagando de uma forma estranha, não via mais ninguem só a pessoa que estava em minha frente, meu coração parecia que ia pular para fora , tudo informigou, dai eu levantei e gritei NAO TO ENXERGANDO NADA !
    e sai correndo completamente fora de si meus amigos foram atraz, me levaram no banheiro lá comessei a tremer desesperadamente, e a ouvir vozes, como se fossem batidas de pamdeiro so que irritantes igual aquelas musicas de filme de terror e via a parede derretendo , o que era rosa ficava azul eu via as cores completamente invertidas , era horrivel mesmo!!
    meus amigos depois pensaram que eu tinha melhorado e foram pra sala de aula,eu fiquei lá no banheiro e começou tudo de novo vai e volta, certa de no minimo 5 minutos para voltar so que a segunda vez foi mais forte, eu começei a me bater e todo mundo que me olhava eu pensava que estava querendo me pegar corri para a sala de uma amiga minha e chamei ela, eu precisava falar é uma coisa compulsiva eu via coisas que não era reais, as vozes aumemtavão e ela me ajudo a não cometer o suicídio , comessou a falar que é coisa da maconha e tudo mais, e eu comessei a conversa e a me destrair nisso a escola percebeu ligou para meus pais, chego em casa eles me ajudaram depois de quase 4 horas com esse medo, eu melhorei só dava umas vozes e um infurmigamento as vezes , dai contei para meus pai o que eu fiz , eles já desconfiavam me derão varios conselhos.
    até então procurei sabe com todos meus amigos que usam se tinham isso e nenhuma nunca teve estão resolvi procurar a internet achei um nome para isso que é DELIUN DE MACONHA, pessoas com dose muitas altas acaba tendo isso, que é praticamente uma cintrome do panico, que no caso lendo o que vocês dizem é completamente igual o que eu tive !
    eu morro de medo de usa qualquer tipo de droga agora, uso o lança perfume e não me dá nada mais reduzi bastante a doze, e a maconha cheguei a da um trago só depois , e não me deu nada, GRAÇAS A DEUS.
    mais nunca mais fumei como antes!
    e morro de medo que alguns amigos meu passam por isso porque todos usam, e ée uma coisa horrivel se fala ngm acredita acha que é exagero,né? mais so quem PASSA por isso sabe o quanto é assustador o quanto o medo da morte é arrepiante !

    MAIS É ISSO AI O VERDINHO É FODA TODO MUNDO AMA NÉ, SENSAÇÃO DE BEM ESTAR , MAIS AI QUEM PASSOU POR ISSO SABE QUE PRA FUMA DENOVO É UMA CONQUISTA UMA BARREIRA CONTRA O MEDO! NUNCA MAIS QUERO PASSAR POR ISSO ;x

    ResponderExcluir
  51. COMIGO FOI PIOR ;/
    MEU NOME É LUCIANE :D
    bom eu fumei algumas vezes eu ainda preferia usar o lança perfume, mais mesmo assim a maconha me trazia um bem danado!!
    eu adorava, ai teve um dia que fui para a escola e fumei lá dentro metade de uma bomba :O.
    bom nos primeiros 2 minutos a sensação foi igual a de todas, um bem estar eu ficava rindo de tudo achava tudo muito engraçado, fui indo para a sala de aula e comessei a tombar mais até então eu achei normal né, cheguei na sala sentei na minha carteira e comssou a brisa mais forte afinal comessou o PANICO, eu via tudo rodando e as coisas se apagando de uma forma estranha, não via mais ninguem só a pessoa que estava em minha frente, meu coração parecia que ia pular para fora , tudo informigou, dai eu levantei e gritei NAO TO ENXERGANDO NADA !
    e sai correndo completamente fora de si meus amigos foram atraz, me levaram no banheiro lá comessei a tremer desesperadamente, e a ouvir vozes, como se fossem batidas de pamdeiro so que irritantes igual aquelas musicas de filme de terror e via a parede derretendo , o que era rosa ficava azul eu via as cores completamente invertidas , era horrivel mesmo!!
    meus amigos depois pensaram que eu tinha melhorado e foram pra sala de aula,eu fiquei lá no banheiro e começou tudo de novo vai e volta, certa de no minimo 5 minutos para voltar so que a segunda vez foi mais forte, eu começei a me bater e todo mundo que me olhava eu pensava que estava querendo me pegar corri para a sala de uma amiga minha e chamei ela, eu precisava falar é uma coisa compulsiva eu via coisas que não era reais, as vozes aumemtavão e ela me ajudo a não cometer o suicídio , comessou a falar que é coisa da maconha e tudo mais, e eu comessei a conversa e a me destrair nisso a escola percebeu ligou para meus pais, chego em casa eles me ajudaram depois de quase 4 horas com esse medo, eu melhorei só dava umas vozes e um infurmigamento as vezes , dai contei para meus pai o que eu fiz , eles já desconfiavam me derão varios conselhos.
    até então procurei sabe com todos meus amigos que usam se tinham isso e nenhuma nunca teve estão resolvi procurar a internet achei um nome para isso que é DELIUN DE MACONHA, pessoas com dose muitas altas acaba tendo isso, que é praticamente uma cintrome do panico, que no caso lendo o que vocês dizem é completamente igual o que eu tive !
    eu morro de medo de usa qualquer tipo de droga agora, uso o lança perfume e não me dá nada mais reduzi bastante a doze, e a maconha cheguei a da um trago só depois , e não me deu nada, GRAÇAS A DEUS.
    mais nunca mais fumei como antes!
    e morro de medo que alguns amigos meu passam por isso porque todos usam, e ée uma coisa horrivel se fala ngm acredita acha que é exagero,né? mais so quem PASSA por isso sabe o quanto é assustador o quanto o medo da morte é arrepiante !

    MAIS É ISSO AI O VERDINHO É FODA TODO MUNDO AMA NÉ, SENSAÇÃO DE BEM ESTAR , MAIS AI QUEM PASSOU POR ISSO SABE QUE PRA FUMA DENOVO É UMA CONQUISTA UMA BARREIRA CONTRA O MEDO! NUNCA MAIS QUERO PASSAR POR ISSO ;x

    ResponderExcluir
  52. oa noite pessoal!

    Bem,li tudo e posso afirmar que o conteúdo aqui apresentado foi de grande importância para mim. Muito obrigado.
    A princípio eu iria postar tb meu relato, porém me veio uma idéia que julguei ser ainda melhor. Creio que a grande maioria use MSN, então poderíamos criar um grupo, que seria uma espécie de chat, para trocar informações e ajudar durante as crises. É muito comum pessoas passarem por crises sozinhas e saber que tem pessoas que sabem o que vc está passando e podem te ajudar on-line é super válido!

    O grupo seria como um Chat, vc adiciona e ele fica como uma pessoa online no seu msn, mas se vc entrar é uma sala de bate papo...

    Bem, espero que o pessoal curta a idéia e seja mais uma forma de trocarmos experiências e nos ajudarmos...

    Entre, divida e divulgue...

    MSN - group1352611@groupsim.com


    Como funciona > http://imgroups.net/


    Grupo criado para debatermos>

    ResponderExcluir
  53. oa noite pessoal!

    Bem,li tudo e posso afirmar que o conteúdo aqui apresentado foi de grande importância para mim. Muito obrigado.
    A princípio eu iria postar tb meu relato, porém me veio uma idéia que julguei ser ainda melhor. Creio que a grande maioria use MSN, então poderíamos criar um grupo, que seria uma espécie de chat, para trocar informações e ajudar durante as crises. É muito comum pessoas passarem por crises sozinhas e saber que tem pessoas que sabem o que vc está passando e podem te ajudar on-line é super válido!

    O grupo seria como um Chat, vc adiciona e ele fica como uma pessoa online no seu msn, mas se vc entrar é uma sala de bate papo...

    Bem, espero que o pessoal curta a idéia e seja mais uma forma de trocarmos experiências e nos ajudarmos...

    Entre, divida e divulgue...

    MSN - group1352611@groupsim.com


    Como funciona > http://imgroups.net/


    Grupo criado para debatermos>

    ResponderExcluir
  54. Gente muito obrigada por tudo! ontem meu coracao disparou! eu li tudo aqui e me acalmei! ja fumei varias vezes mas nunca com frequencia! Bom obrigada de novo! e ai vai a dica: eh tudo pscicologico! seu coracao comeca a bater mais forte dai voce fica assustado e o batimento aumenta por conta do susto! vira uma especia de ciclo eh soh ficar calmo tentar se distrair! ontem funcionou!

    ResponderExcluir
  55. Ola meu nome é ingrid tenho 17 anos minha primeira crise de panico aconteceu no dia 12 de dezembro de 2009 apos usar lança perfume tive forticimas palpitalçoes com uma sensacão horrivel eu critava que ia morrer enfim desmaiei apos acorda voltei ão normal e prometi para mim mesma nunca mas usar nem um tipo de drogas
    bom final de ano dia 31/12/09
    viagei com meu ex namorado e mas um casal ate que ele me revelou no caminho que usava maconha ate entanto nem liguei ele bolou acendeu ate que me deu vontade de esprementar fumei uns 3 tragos de boa não senti nada nisso curtimos a viagem ñ fumei mas nem uma vez
    voltando para casa 02/01/2010
    ele novamente bolou um baseado eu novamente pedi pra fumar ate que sentir a mesma agonia que sentir quando usei o lp mas com muito mas intensidade tivemos que para o carro eu gritava meu peito parecia que ia explodir ñ conseguia respirar pra mim eu irria morrer passando mal descidi vir embora com aquela sencaçao vou morrer cheguei em casa muito assustada fui dormi mas ñ conseguia passei a tarde inteira com fadigas pra mim estava tendo um infarto chamei a minha mae e falei que estava sentindo muita dor em meu peito e o meu coracão acelerado chegando no medico ele perguntou se eu tinha usado drogas eu negando ñ nunca usei isso ate por que minha mãe nem sonha ai ele me olhava acho q desconfio me mandou tomar uma injecão de diazepam blz cheguei em casa mas calma com muito sono consegui dormi das 6 da manha as 4 da tarde quando foi a nooite o sono vinha mas ñ conseguia deita e nem dormi fiquei acordada com medo aproximadamente 1 semana mas ate hj sinto muita agonia tenho medo de dançar de fumar cigarro de beber de entra na academia acho que posso morrer a qualquer momento ñ posso nem sentir cheiro de manconha que ja me da aaquela coiza que eu vou ter uma crise ñ consigo mas ir na balada pra mim vou morrer sufocada ando muito sismada peguei trauma ate mesmo do cigarro mas isso passou mas tenho muita vontade as veses de fumar ate tentei mas sentir que minha presão sobe beber então as veses sinto vontade mas sinto muito medo de passar mal mas aõ ler os depoimentos descidi vou procurar um pisciquiatra e me tratar de toda essa augustia que sinto ate hj por causa da maudita maconha gente por favor se afastem disso

    ResponderExcluir
  56. Ola meu nome é ingrid tenho 17 anos minha primeira crise de panico aconteceu no dia 12 de dezembro de 2009 apos usar lança perfume tive forticimas palpitalçoes com uma sensacão horrivel eu critava que ia morrer enfim desmaiei apos acorda voltei ão normal e prometi para mim mesma nunca mas usar nem um tipo de drogas
    bom final de ano dia 31/12/09
    viagei com meu ex namorado e mas um casal ate que ele me revelou no caminho que usava maconha ate entanto nem liguei ele bolou acendeu ate que me deu vontade de esprementar fumei uns 3 tragos de boa não senti nada nisso curtimos a viagem ñ fumei mas nem uma vez
    voltando para casa 02/01/2010
    ele novamente bolou um baseado eu novamente pedi pra fumar ate que sentir a mesma agonia que sentir quando usei o lp mas com muito mas intensidade tivemos que para o carro eu gritava meu peito parecia que ia explodir ñ conseguia respirar pra mim eu irria morrer passando mal descidi vir embora com aquela sencaçao vou morrer cheguei em casa muito assustada fui dormi mas ñ conseguia passei a tarde inteira com fadigas pra mim estava tendo um infarto chamei a minha mae e falei que estava sentindo muita dor em meu peito e o meu coracão acelerado chegando no medico ele perguntou se eu tinha usado drogas eu negando ñ nunca usei isso ate por que minha mãe nem sonha ai ele me olhava acho q desconfio me mandou tomar uma injecão de diazepam blz cheguei em casa mas calma com muito sono consegui dormi das 6 da manha as 4 da tarde quando foi a nooite o sono vinha mas ñ conseguia deita e nem dormi fiquei acordada com medo aproximadamente 1 semana mas ate hj sinto muita agonia tenho medo de dançar de fumar cigarro de beber de entra na academia acho que posso morrer a qualquer momento ñ posso nem sentir cheiro de manconha que ja me da aaquela coiza que eu vou ter uma crise ñ consigo mas ir na balada pra mim vou morrer sufocada ando muito sismada peguei trauma ate mesmo do cigarro mas isso passou mas tenho muita vontade as veses de fumar ate tentei mas sentir que minha presão sobe beber então as veses sinto vontade mas sinto muito medo de passar mal mas aõ ler os depoimentos descidi vou procurar um pisciquiatra e me tratar de toda essa augustia que sinto ate hj por causa da maudita maconha gente por favor se afastem disso

    ResponderExcluir
  57. Ola meu nome é ingrid tenho 17 anos minha primeira crise de panico aconteceu no dia 12 de dezembro de 2009 apos usar lança perfume tive forticimas palpitalçoes com uma sensacão horrivel eu critava que ia morrer enfim desmaiei apos acorda voltei ão normal e prometi para mim mesma nunca mas usar nem um tipo de drogas
    bom final de ano dia 31/12/09
    viagei com meu ex namorado e mas um casal ate que ele me revelou no caminho que usava maconha ate entanto nem liguei ele bolou acendeu ate que me deu vontade de esprementar fumei uns 3 tragos de boa não senti nada nisso curtimos a viagem ñ fumei mas nem uma vez
    voltando para casa 02/01/2010
    ele novamente bolou um baseado eu novamente pedi pra fumar ate que sentir a mesma agonia que sentir quando usei o lp mas com muito mas intensidade tivemos que para o carro eu gritava meu peito parecia que ia explodir ñ conseguia respirar pra mim eu irria morrer passando mal descidi vir embora com aquela sencaçao vou morrer cheguei em casa muito assustada fui dormi mas ñ conseguia passei a tarde inteira com fadigas pra mim estava tendo um infarto chamei a minha mae e falei que estava sentindo muita dor em meu peito e o meu coracão acelerado chegando no medico ele perguntou se eu tinha usado drogas eu negando ñ nunca usei isso ate por que minha mãe nem sonha ai ele me olhava acho q desconfio me mandou tomar uma injecão de diazepam blz cheguei em casa mas calma com muito sono consegui dormi das 6 da manha as 4 da tarde quando foi a nooite o sono vinha mas ñ conseguia deita e nem dormi fiquei acordada com medo aproximadamente 1 semana mas ate hj sinto muita agonia tenho medo de dançar de fumar cigarro de beber de entra na academia acho que posso morrer a qualquer momento ñ posso nem sentir cheiro de manconha que ja me da aaquela coiza que eu vou ter uma crise ñ consigo mas ir na balada pra mim vou morrer sufocada ando muito sismada peguei trauma ate mesmo do cigarro mas isso passou mas tenho muita vontade as veses de fumar ate tentei mas sentir que minha presão sobe beber então as veses sinto vontade mas sinto muito medo de passar mal mas aõ ler os depoimentos descidi vou procurar um pisciquiatra e me tratar de toda essa augustia que sinto ate hj por causa da maudita maconha gente por favor se afastem disso

    ResponderExcluir
  58. Todos os comentarios bateram com o que sinto... fumo a 10 anos... antes fumava bem mais hj em dia reduzir muito desde que fui diagnosticado com a sindrome do pânico.. tomo remedios, mas até hj tomo minha cerveja e dou uns tapas nos finais de semana... quando fumo já meio "alto" da cerveja nao sinto nda... a sensação é maravilhosa... mas quando fumo sem estar bebendo, sinto td que ja relataram nos posts... e como muitas pessoas ja comentaram ja fui parar no hospital tb, ja pensei que estivesse enlouquecendo... muito válida a idéia do msn para o grupo..
    quem sabe nós nao temos ainda mais coisa em comun...
    muita paz a todos!

    ResponderExcluir
  59. eu tbeem jah tivee isso!eu fumava mta maconha..era tdoo diia msmoo e bebiia..mas eu ralaxa e paah!de uns tempos pra cá eu fumei e comeceei ah sentir uma dor no peito e meu coração disparava..eu neem ligava neah..achava normal...mas um dia eu fumeei e fikei mtoo mal..achei qe ia moorrer..como estava na casa do meu amiigo..eu naum consiguia relaxa..pedi pra ir embora..cheguei em casa e falei com minha mãe,mas naum falei qe fumei maconha..ela ia ter um trecoo dae..eu fui no édico com ela e falaram qe eu tava com tensão muscular..dae me deram remédio e passou..dae eu pensei qe nem era nda..entaum fumeei uma bomba msmoo e passei mtoo mal..eu senti como se fosse morrer..meu coração parecia qe ia sai pela boca e no meio do meu peito doia mtoo..pareciia qe eu naum estava mais no meu corpo..meus ohos fechavam como se eu fosse morre..mas eu pensva..naum quero morrer..tenho mto o qe fazee ake..soh consegui dormi com a mha mãe do lado e segurando ah mha mão..eu penseei nunka mais voh fuma maconha..mas daee eu sentiia mtaa vontadee...e pensava ah naum vou para de usa uma coisa qe me fazia tão beem..esses tempos eu fumeei..mais naum toh mais prensando mtoo e so dou umas boliinhas...e aos poukos tah passando...eu procuro me distrair ao max..e naum pensa nisso...sempre pense..naum teho nda e estou ótima...pra que ja teve isso eu faloo..se vs gostaa..fume..mais com moderação e desncanee disso..fume pensando qe vs vai fika feliiz e relaxeee..bjoos

    ResponderExcluir
  60. eu fumei a primeira vez aos meus 14 anos em uma noite de segunda feira!fumei 1 beck inteiro bem bolado!comessei com a sensaçao boa mais depois centi uns treco ruim ,parecia que meu corpo tava amortecido,o vento batia no rosto parecia que tava queimando,os minutos pareciam horas,eu ia andando sozinho pela rua com muito medo,minha pressao subiu,meus batimentos ficaram a 140 por min,a minha amiga me acolheu,e por 4 horas de BAD TRIP eu passei,até hje tenhu trauma e arrependo-me de ter fumado akilo,fiquei com medo de fica viciado,fiquei com medo de tudo e de todos,tive palpitaçoes e crises de panico por 1 mes inteiro,até que as palpitaçoes acabaram!mais mesmo assim nao gosto de passar pelo local daonde foi a minha primeira vez,tenho medo de andar só em devidos lugares,se eu cinto o cheiro ja fico com medo!mais nao tive nenhuma complicaçao,eu achava que ia morrer,mas hje sei que nao sou viciado,sei que nao sinto mais nada relacionado a maconha,mas ainda cinto medo!preciso de apoio e de Deus,espero que me cure logo,foi uma vez,uma BAD TRIP,um trauma,um vazio em minha vida!mais sei que nao vou morrer,e que esses sintomas sao suportaveiz para mim viver,hje tou com 16 anos e ´nao concigo esquecer daquilo em algum momento se quer!fico com medo se caso eu comessar a fazer faculdade isso implique em minha vida,tenho um pouco de panico sim mais quero ajuda,quero me esquecer daquilo.fico feliz por nao seer o unico a passar por isso e espero que todos nós nos curemos desse trauma

    ResponderExcluir
  61. QUANTA TEMPESTADE EM UM COPO D'AGUA
    Amigos , sou dvogado , pós graduado em Direito Criminal, tenho 31 anos, isso significa que tenho o mínimo de esclarecimento!!!
    Antes deixem eu contar meu Caso e depois tudo que cho a respeito.
    Eu era um fumante esporádico, e sempre viagei legal, um certo dia senti a "pira errada" meu coração batia mais forte ao ponto de escutá-lo, então eu saia dar uma volta, retornava ao bar e dá-lhe cerveja!! e gradativamente as "piras erradas" se instalavam com frequência e intensidade ate que um dia kkkkkkkkk foi a pior!!
    Eu estava muito afim de curtir um barato. fui comer um cachorro quente com minha noiva na época ( atualmente EX) paramos em um posto de gasolina para comprar uma cervejinha, virei a bera , abri outra tomei, e pensei " agora to bãozão pra dar uma bola" .
    Fumei como sempre de 3 a 4 bolas e só. Rapaziada, o coração começou a bater mais forte que o pessoal do bate lata, pedi pra minha Ex parar o carro e começei a andar para um lado e para o outro, igual barata tonta falando que ia morrer e era para ela me levar para o hospital, fiquei uns 20 minutos nessa ( eu acho) quando recuperei o mínimo de discernimento percebi que eu estava na frente de uma casa com uma família inteira que estavam saindo para jantar me olhando ,( no mínimo pensando , olha para onde vai essa juventude perdida, só pode ser drogado).
    Passada a Bad trip, que para mim durava sempre uns 40 minutos em média. percebi que o negócio já não era mais pra mim. depois disso as poucas vezes que fumei e quantidade menor( passei pra 2 bolas no máximo), sempre me sentia estranho, fora do mundo e que a sensação nã era mais agradável com o coração acelerado.
    Conclusão , o termo que uso é " o lance não é mais pra mim". não posso mais com a maconha e descartei da minha vida. A verdade, sim é psicológico , porque quando experimenta a "pira errada", inconscientemente ela está lá e você de alguma forma quando fuma-se já se espera por ela, desta forma é batata para aparecer, por isso que quando se experimenta a bad trip , ela voltará com certeza e cada vez pior , mas acreditem, vcs construíram a parada e o Bag não é mais para nós. O Bag é bom com certeza, mas se seu corpo o expulsa com sensações ruins, É PORQUE NÃO É MAIS PARA VCS!!
    Abraço a toodos e quem experimentou a " pira errada" abandonem a maconha e vão para o bar encher a cara de cerveja com os amigos , comendo pastéizinhos e frango a passarinho.
    Se Cuidem

    ResponderExcluir
  62. Pergunto a todos que disseram aí que durante a sindrome do pânico desencadeada pela erva a pressão subiu: Vcs aferiram a pressão arterial? Ou apenas axam que ela subiu?
    Falo isso pq o comum nessas bad trip, é a pressão cair e não subir.
    Bom, eu ando tendo essas paradas tb e faz 15 anos que fumo.
    Mas, acho que não se pode por a culpa na erva apenas, a erva é só um espelho aumentativo...
    Agora estou fumando só em compania legal, em lugares legais e quando estou na paz.
    Vcs aí que estão com medo de fumar, experimentem fumar num sitio, ou fazenda, perto de uma cachoeira, em uma viagem a prais ou na jamaica por exemplo rsrsrrs.
    Duvido que num lugar desses e com o pessoal na mesma vibe vai dar viagem errada. Se der é predisposição genética.
    O pessoal em geral fuma mas num sabe nem qq ta fumando...
    A erva tem uma composição muito variada que pode mudar de espécie de planta (genero sativa e indica, ou pode haver diferenças de pé pra pé, e até mesmo de galho pra galho.
    plantas nunca são igais.
    Depende tb da cura que foi feita, por exemplo, o thc que é o responsavel pela brisa, tb é o responsavel pela bad trip, e ele pode desencadear psicoses.
    Quando a espécie é indica, ou quando a relação colheita/cura de qualquer espécie for prolongada a ponto de o thc se oxidar em cdb (canabidiol)a tendencia a surtos de pânico é quase zero, já que o cdb é um agente anti psicótico.
    O cdb inclusive está sendo estudado pelos cientistas ingleses em busca de um novo medicamento anti psicótico.
    Querm saber sobre isso e muito mais acessem: www.growroom.net
    Abraços canábicos.

    ResponderExcluir
  63. Eu tive a mesma coisa que você a cima, só que um dia depois em que eu fui experimentar o pó. Eu já sentia dor no peito fazia a um tempo e fui diagnosticado como ansioso. Pois bem, acordei um dia depois de ter cheirado e sai pra fumar um baseado com um amigo, derrepente eu tive a pior bad da minha vida, fui parar no hospital onde me disseram que eu não tinha nada. Procurei um cardiologista e ele disse qeu eu não tenho nada no coração e a maconha me causa pânico e eu deveria parar de fumar. Parei de fumar por um tempo e agora estou voltando dando uma bola ou duas, tentando não pensar na bad e está começando a voltar ao normal. EU GOSTO de fumar maconha, por isso NÃO QUERO parar. QUEM MANDA NA MINHA CABEÇA SOU EU, e pronto. Pensem assim também agora, e não fumem em excesso, não cheirem cocaína, e fiquem tranquilos. Porque tudo isso é só um reflexo do que agente é por dentro. Vamos manter a calma que tudo aqui é passageiro, tudo mesmo. Um Abraço

    ResponderExcluir
  64. Esses dias um amigo meu apareceu com um treco dizendo q era forte e tal, eu fumei poucas vezes, mas mesmo assim não acreditei, fiquei achando q o treco nao tava pegando. Meu namorado tava comigo e ele ficou tri de boa, fomos jantar. De repente eu comecei a me sentir meio estranha,mas fiquei pensando q não era nada e tals, aí comecei a sentir muito frio e a tremer, e minha boca ficou super seca, me deixava com uma sensação horrível como se eu fosse engolir minha lingua. Fui me deitar e meu coração começou a bater muuuuito forte meu peito doía muito,parecia literalmente que meu coração ia sair pra fora de tao forte.Não sei ao certo,mas isso durou umas 4 horas, depois me acalmei e consegui dormir, e o engraçado era q eu precisava ficar em pé se me deitava a sensação ficava ainda mais forte. Alguns meses antes disso, no carnaval, eu fiquei bem mal tambem, mas foi bem diferente pq eu tinha bebido e fumado muito, e passei mal, mas daquela forma esperada, nada que nunca tivesse acontecido. E varias vezes ja fumei na rua com uma gurizada e nunca tive nada. Não sei se tem a ver com eu não fumar com muita frequencia e por isso ter uma sensibilidade maior pra maconha, mas eu nunca tinha tido nada parecido até no dia seguinte quando me lembrava parecia que a sensação voltava, aí tinha que parar e pensar: não faz sentido, já passou. Isso aconteceu faz uns 15 dias e eu continuo com meio que um receio de fumar, mas não quero de jeito nenhum aceitar isso porque sempre defendi a maconha, e prefiro mil vezes o efeito dela que o de alcool. Mas fico na duvida se tive um azar de principiante pq usei um treco muito forte,quem sabe até batizado, ou se tem alguma coisa a ver com ansiedade pq sou meio ansiosa mesmo.
    Abraços, e não ta morto quem peleia

    ResponderExcluir
  65. Fumei por quase 10 anos, quase que diariamente, e há uns 5 anos atrás começaram os sintomas do pânico, parei de fumar por 1 ano e o pânico foi embora. Com o tempo, voltei a fumar as poucos, até chegar ao ponto de fumar todos os dias mais de um e o pânico voltou. Agora estou há quase um ano sem fumar novamente e ainda tenho episódios de pânico. Acredito que o pânico desencadeie em pessoas pré-dispostas a isso e acredito que o efeito cumulativo, de fumar diariamente por algum tempo, também faça ter crises. Ainda tenho vontade de fumar, pois adoro, mas como diz meu namorado "isso não me pertence mais", pois melhor de tudo é se sentir bem de saúde e ficar tranquila em qualquer lugar que esteja, seja acompanhada ou só. Por isso recomendo, não torne a maconha um hábito em sua vida, mas apenas utilize em momentos raros para descontratir, senão isso pode se transformar em um transtorno para o resto da vida, como foi comigo.

    ResponderExcluir
  66. ja fais 4 anois qui eu fumo tenho um poco di panico mais so quando
    to em fetas cumesei a fuma com amisgos ate hj eu fumo todos os dias fumo uns 3 a 4 basiados por dia ate hj num mi prejudico em nada mais to querendo para cum iso
    si eu fico 1 dia sem fuma no outro dia so fumo si auquem me xama
    si nao nao da vontadi
    mais maioria das vezis tem
    trabalho parei no 1 ano mais pretendo termina

    ResponderExcluir
  67. Bem,poxa intao agora eu sei o que tinha...foi assim,eu fumava,fumo,muita maconha,eu dava umas 5/6 bolas por dia...so fumava bob (uma baseado enorme pra quem nao sabe)...era 24 horas 7 dias por semana lombrado...ate que um dia eu tava de cara,e um amigo me chamou pra da uma bola,ai nois foi de boa,chegando la...ele me mostrou um tal de "prensado boliviano"...que cara parecia um fino de cadeia sabe (hahaha) pensei cara nao vai fazer minha mente e muito pouco,essa maconha é miseravel tu nao da uns pega sem tossi,cara saimos de la numa lombra agradavel,mas logo eu senti umas mudanças eu via tudo diferente,seila como um desenho eu coisa do tipo que nao sei explicar,meu coraçao acelerou eu começei a escutar tudo bem alto e vozes na minha cabeça...eu pensei carai que doidera...entao logo veio um medo do caraio de morrer,eu quiria que a lombra passasse mas nao passava...comi pra carai,tive alucinaçoes,depois disso...que foi no dia 23...nao fumei mais maconha to com receio mas da uma vontade louca de fumar,
    mas mesmo sem fumar da umas crises de medo e sei lá...entao,sera que eu ainda posso fumar???
    nao discriminem os maconheiros!!!

    ResponderExcluir
  68. aconteceu a mesma coisa comigo eu tava narua agusta SP quando a galera decidiu chera uma farinhaeu novato no mundo das drogas falei nao e talz... acabo me convencendo a fuma um beck fomos la compramos bolamos MAS NA HORA DE FUMA MEU AMIGO, fumei pacarai demoro uns 1 min pra bate a briza, veio aquela gargalhada de uns 2 min do nada eu entro em CHOQUE eu cai no chao comecei a chorar pedindo pra minha ex namorada tirar aquilo de mim que era horrivel realmente eu tava morrendo mas só na minha mente erra terrivel pavoroso, chorei eu vi o CAPETA ME COMENDO VIVO sofri pra poha eu gritava igual um loko, cara foi uma TRIP DOIDONA sei la ...

    depois de uns tempos passei na augusta anoite com uma galera tava sopbrio mas essa briza volto, um ataque de panico as vozes bem mais autas as cores mais tensas mais escurar, um momento unico como se eu ja tivesse vivido aquele momento

    queria conhecer pessoas que teve isso pra poder conversar qualquer coisa me add no msn
    QUEM JA TEVE ESSA TRIP DA MACONHA POSTA MSN AE PRA PODER TROCAR INFORMAÇOES

    GENTE CUIDADO COM ESSAS COISAS TEM MUITA DROGA PERIGOSA POR AE A TAL DO DMT É PIOR QUE ESSA TRIP DA MACONHA

    FLW E ABRAÇO

    ResponderExcluir
  69. fumei hÁ uma semana com uns amigos e os sintomaS me duraram 48horas agora não tenho sintomas mas me sinto super depressiva ! tive muito medo nas primeiras horas e neste momento que ja passou uma semana ando muito triste não sei o que fazer !

    ResponderExcluir
  70. Bem, rapaziada, agora é minha vez.
    Foi bom lê-los, nos dá uma força. Eu to na Bed agora, nesse momento. Fui a casa de uns amigos agora, dia 06 de janeiro. Cheguei lá começamos a fumar. Um tempinho depois, quando a droga começou a fazer efeito, fui tomado por uma sensaçao incontrolável de que ficaria louco, não voltaria mais pra realidade. Nisso só pensava na minha esposa, que está viajando, e nos meus parentes. Lembro-me que estava fechando os olhos, convicto que morreria, e disse para uma amiga: diga a minha mulher que a amo. Detalho, ela viaja, pois decidimos dar um tempo porque tenho estado profundamente indeciso com a relaçao. Enfim, consegui caminhar até minha casa cm muita dificuldade. Estou aqui, ainda bem estranho, profunda sensaçao de pânico, e estou tentando acreditar que isso foi a experiência mais fantástica da minha vida- apesar de todas as consequências futuras. Esse é o preço da vida Dionisíaca. É preciso ser trágico e aceitar o sofrimento como um componente vital! Boa sorte pra gente!

    ResponderExcluir
  71. pessoas com duvida add o group da bad trip da maconha

    pessoas que podem ajudar la

    group1352611@groupsim.com

    ResponderExcluir
  72. e ae galera que esta lendo agora, e o seguinte nao curto beber nenhum tipo de bebida alcolica, em nem sou chegado ao tabaco e nao sou adpto a droga sistetica...mais aprecio com moderaçao a canabis fumo tipo 1 ou 2 beck por fim de semana (sempre sozinho) pego minha motoca e saiu no meu role sempre em lugar calmo e alto perto da onde eu moro. e toda vez que fumo me da um bem estar de estar comigo mesmo. e faço um resumo da semana e volto totalmente revigorado pronto para a semana seguinte que e bem agitada. a dica é, ter um alto conhecimento de si mesmo que sua vida sera plena e longa pois o ser humano sao repletos de vicio e se conseguir reduzir o maximo de vicio possivel melhor pra cada um. se um dia vou parar nao sei mais do jeito que ta, ta bom demais. valeu por ler e que minha dica seja construtiva. haah... ja ia me esquecendo munca enrole seu beck em folha de papel reciclado(tipo folha de caderno). hj em dia tem aqla seda tipo de plastico... e otima....

    ResponderExcluir
  73. meeeu, li esses posts e fiquei super aliviada, achei que só eu tivesse passado por isso..cara, foi o pior dia da minha vida, ainda bem que meu namorado tava do meu lado, pois sabe lá deus o que iria acontecer.

    ResponderExcluir
  74. Achei excelente o feedback de toda a galera, primeiro eu tenho que dizer que a maconha não faz mal, isso é fato e ela até ajuda em certas doenças. O problema somos nós mesmos, eu fumo maconha há 12 anos e não é brincadeira e nem to aqui para me gabar, há 1 ano eu diminui a quantidade: passei de fumar todos os dias umas 2x para uma vez ou outra na semana e algumas vezes mais de 1x no dia. Até aí tudo bem, até vi algumas vantagens de ficar de cara, e aconselho para todos, como um colega disse aqui: 'tudo que é demais não presta.' A questão é que um mal me atacou, um que eu nunca pensei que fosse ser vítima: A ANSIEDADE, tive duas crises e uma foi de parar no hospital também sem ar e com a pressão lá em cima com a visão ofuscada até. Tudo isso começou em um dia que eu cherei muita cocaína (esse mal eu me livrei graças a Deus, pois esse sim mata e enterra sem pena), o fato é que eu me acostumei a cheirar frequentemente e curti a sensação de rapidez, de aceleração. Desde o dia em que exagerei no white (cheirei muito mesmo há mais de 1 ano) eu tenho esporadicamente uma crise que consigo controlar (quase morri nesse dia, mas depois eu soube que tudo esta bem com minha saúde, apesar da arritmia causada pela droga). O que eu sei é: não foi por causa da droga (apesar de ter começado com ela) o motivo de eu estar tendo essas 'crises', o que aconteceu foi o sentimento que ela deixou: o pânico, essa coisa do mal. Temos que lidar com isso, a respiração é muito importante nessas horas mas sabemos que até ela as vezes falha, a vida apesar de ser extremamente difícil é também linda: se tivermos um familiar que gostamos, uma pessoa que amamos, vale a pena viver, minha dica: pense nelas, respire fundo e modere nas drogas pois elas alteram sua percepção (pessoas inteligentes e criativas também tem pensamentos ruins e bad trips).

    ResponderExcluir
  75. Lógico que quando paramos de usar alguma subistância que altere nosso estado emocional e se você usar denovo em grande quantidade você vai passar mau!

    Fiquei muitos anos sem fumar porque a maconha estava me deixando burro, e hoje e quando eu fui fumar denovo eu dei um único peguinha e já alterou todo meu estado emocional, chegou até a me dar branqueiras, más foi suportavél.
    No dia seguinte, como minha esposa não gosta que eu fume, eu dei aquele pega e segurei a fumaça ao máximo e depois de alguns minutos meu corpo começou a dar pequenas tremedeiras e meu coração começou a acelerar e entrei em paranóia.
    Tentei relaxar ao máximo para não demonstrar para minha esposa que eu estava passando mau, más a sensação é horrivél!
    Pensei que iria morrer de ataque, minha pressão subiu à 15.9 e o normal é 11.6.
    Pessoal, se o seu organismo não está acostumado, não saia apavorando. De um pequeno trago, espere uns 10 minutos e veja como você está,controle as doses ao máximo para não dar esse pânico novamente.
    quando seu corpo estiver abituado novamente, você pode aumentar os tragos, mesmo assim tome cuidado porque cada erva tem uma quantidade de THC que pode fazer você passar mau!
    Nosso estado emocional também influência muito, se estivermos cheios de problemas e stress, é quase certeza que você pode passar mau.
    Antes de fumar, coloque uma música que te deixe em alto astral, depois fume, más continuo afirmando, de um pega, espere alguns minutos para dar outro pega, assim vc não deixa seu corpo passar mau!
    Trate a maconha como se fosse bebida alcoólica, se você mandar várias doses de uma vez para dentro o efeito não vai ser de imediato, más quando bater, vai passar mau!!!!!!

    Abraços para os amantes do THC.

    Se mesmo de algum tempo de uso a parada não te fizer bem, PARE!!!!!!

    ResponderExcluir
  76. Peeensa que massa se toda a galerinha pós bad decidisse fumar um juntinhox. Auahuaha. Então... a minha bad não era com palpitações, falta de ar, tremores, nada semelhante. Era uma bad interna. Coisas que brizava, que passavam a me incomodar. Quando o 5 minutos passados pareciam ser 1 hora, brizava que não estava certo. E ficava brizando que esses cinco minutos foram muito longos, e já entrava em outra trip que se aconteceu tanta coisa em 5 minutos, eu devia, ao mínimo, estar muito acelerado. E trip por trip ia caindo em bad. Mas, nada com sensações fisicas, mas, sensações puramente psicológicas. Aê, um belo dia, ascendi um e deixei a briza me levar. Parei de implicar com cada sensação, de querer compreender cada sintoma, ou imaginar-me em decadência, e tudo virou paz. Acho que o segredo para não bad não está em quantidade, estado emocional ou qualquer coisa semelhante. Mas, sim, na ligação que fazemos incoscientemente entre os sintomas. Assustar-se com o "Isso não está normal", leva-nos a novos sintomas criados, e esses a novos, sucessivamente. O beck, por sí só, já torna tudo mais sinistro, um medo (Bacana) instalado. Alguém já experimentou fumar um e contar histórias de terror? Melhor que filmes. Ae, então, fazemos uso desse medo instalado, aumentando-o e virando ele contra nós. Divina Decadência. hehe. Meu conselho é: Fume pouco para ter um melhor controle, pense que 3 tragos não iram te matar, e, principalmente, pare de tentar estar são. Deixe a briza te levar, não fique tentando compreender os sintomas, pois, sempre levará a bad. É tipo: Báh... To locasso. Hm... Minha boca tá seca. Por que será? Será que eu posso desidratar? É, eu já to sentindo uma leve tontura. Eu acho que to desidratando... Báh, to começando a sentir fraqueza... E assim você vai indo em direção a bad, até parar em um hospital para ouvir: Não há nada de errado contigo. Beck é paz, tranquilidade. Fume e sinta a briza, não filosofie em cima dela. Abçx.

    ResponderExcluir
  77. Pô galera...

    fumar tem q ser de boa, na manha, tipo fumar em um momento em q esteja no ápice do stress. Fumar só as vezes, tem q respeitar a erva.

    Se for fumar, fume em um momento q esteja em paz com vc, q esteja bem (sabe qdo vc ta cansadão de passar a semana toda trabalhando e se fodendo, então, é mais ou isso, vc deve fumar bem as vezes!

    abração

    ResponderExcluir
  78. Hoje foi minha 2ª vez. A primeira não valeu, foi um tapinha muito de leve, mas foi legal. Hoje tava em casa sozinho, acho que fumei demais, sei lá. Foi foda. Alucinações, apavoro, desespero, foi horrível. Sensações terríveis. Mas sabia que ia passar, só que demorou pra caralho, sensação horrível. Me concentrei em algo que prendesse minha atenção. Escrevi 13 folhas sobre a minha vida. Depois foi melhorando, liguei pra minha namorada conversamos e bem aos poucos foi melhorando. Não gostei, acho que não quero mais. Bom, é isso.

    ResponderExcluir
  79. Espero que alguem leia meu relato e se sinta mais confortavel e consciente assim como me senti lendo tantos relatos. Do início, tenho 28 anos, cresci num lar evangelico e me rebelei com uns 17 anos, olhando pra trás sempre tive tendencias fortes pro medo, experimentei maconha e foi como o paraíso, comecei a usar exporadicamente, e sempre queria mais, as crises de riso, sensanções de sonho, libido aflorada tudo isso me incentivava muito, com o aumento constante tive minha primeira bad num exagero que não consegui me livrar da onda, no outro dia era como se nada tivesse acontecido e eu queria mais, o uso sempre foi progressivo, tive momentos mágicos, ouvindo musica, com namorada e ao mesmo tempo momentos infernais dos quais eu me arrastava pela erva, fazia de tudo inclusive andar com péssimas pessoas, ae com o tempo comecei a notar as taquicardias, mas segurava a onda esperava e nem pensava em parar de fumar por causa disso, paracva mtas vezes pq sentia que estava muito viciado, engordava muito, ficava mto preguiçoso, não ia pra faculdade..... enfim parava e voltava, até que os medos começaram a se intensificar, juntamente com a taquicardia, pensamentos sobre inferno, a grandeza do universo, a complexidade da vida, tudo isso acompanhado de um medo inexplicavel, um dia durante uma onda de doce em meu ap. tive um medo extremo, tinha medo de perder o controle, enfim, mtas bads depois, esses tempos eu parei devido a uma bad mto forte e estava com minha vida mais estabilizada e resolvi fumar depois d 3 meses, fumando sempre mto pouco, algumas sensações ruins, outras de prazer, até que esses dias foi bizarro (além de já ter sentido algumas vezes sensaçções comuns da onda, de medo e panico sem ter usado nada) com 2 pegas me dava sensações de medo durante muitas horas, eu que antigamente fumava uma vela e ficava tranquilo agora 2 pegas me deixava umas 4 hrs com sensações de medo, estranheza com a realidade, achava estranho estar em meu corpo, ficava com medo de me matar, mto vicio por masturbação tambem, enfim a maconha começou a me deixar em um estado bizarro, hje um amigo meu veio aki, ele fumo e eu dei exatos dois pegas dos quais nem prensei mto, me deu uma sensação mto estranha da qual via meu corpo falando e se mechendo e eu achava bizarro estar preso ao presente, ver tdudo acontecer, passaram-se mais de 3hrs e aquilo não sumia, pensava em deus em qq coisa, ficava tudo pior, medo sem sentido, desconforto com a realidade, vi uns porno acalmei, assim q terminei voltou, alem de naum querer mais fumar, (mesmo sabendo o tanto q eh foda pensar isso) não tem como mais, resolvi até curtir o medo inevitável ouvindo uns black metal, musica de desespero puro, deixar rolar, mas sinceramente fico até feliz pq isso vai me forçar a uma mudança, já cheguei a ficar seis meses tentando me estabilizar pra fumar um na paz, ''com controle da minha vida'' mas pensava todos os dias, pensar q ''posso'' fumar um me faz pensar na droga varias vezes ao dia, enfim, tive milhões de bads, milhões de fissuras e hje as vezes passo por esses medos sem nem ter fumado@

    ResponderExcluir
  80. Cara ai de cima, vc precisa procurar ajuda com terapeuta, seu problema parece ser de ansiedade cosntante.
    -
    Acabei de uma bad trip terrivel, to muito estressado, tenso, sem dormir, com dolres musculares, pesadelos, muito ansioso e tomando anti depressivo. Meu eu fui fumar uma para relaxar e pensei, vou tragar bem muito para relaxar. Dew repente, eu comecei a me tremer e me apaguei. Não era mais eu, eu ficava pedindo ajuda, e pedindo para voltar. De repente meus corpo ficou todo rigido e duro, e n conseguia relaxar, chorava, tinha sede. Falava coisa com coisa, e sentia muito medo e culpa. Eu falava e dizia q parecia q nam era eu. Eu achava q ia ficar daquele jeito apra sempre, falava para meu namorado me me ajudar. Dizia q n queria morrer. Achava q ia machucar ele, e queria me matar. Depois fizemos sexo, meu fiz muito sexo. Umas vezes me sentia mal, dor no peito, muita dormencia. E as vezes me sentia euforico e desesperado. Sufocado. Foi horrivel pior coisa da minha vida. Achava q aquilo era estar louco e ficaria daquele jeito para sempre. Depois de gozar. Vim na net e achei esse blog. Me acalmei mais.
    Também conversei com um amigo espirita, ele falou q eu estava passando por momentos dificeis q podem envolver o espiritual e maconha pode desencadear isso. E sensibilizar tudo em mim. Afim, to mais calmo, to bem agora. Amanha vou no terapeuta e num centro espirita tentar entender um pouco oq houve.
    Pelo visto percebi que a ganja aumentar e fode tudo quando se esta sensivel psciologicamente ou espiritualmente. Ja vi muita gente comentar sobre bad trip mas nunca pensei q fosse tão ruim assim. Mas no fim é tudo um problema com a gente mesmo, a ganja só faz nos colocar de frente com a gente mesmo, de frente com o medo e o problema. Fumar maconha é usado por muitas tribos e pessoas como uma forma espiritual.
    Enfim isso tudo reforçou q eu não estou bem e preciso de ajuda. Valeu ganja

    ResponderExcluir
  81. Nossa, como eu gostaria de poder conversar ao vivo com algum ou alguns de vocês! Essa situação tá me deixando louca.
    O que mais me doi é saber que vou ter que evitar uma das coisas que mais gosto de fazer na vida...
    Bom, deixa eu contar minha história... Eu fumo maconha há alguns anos, também já tomei uma pá de doce e já tive minhas ondas de pó também. Fumava muito, adorava usar qualquer coisa que me tirasse da realidade, que me fizesse viajar para longe... Nunca tive nenhum problema, nem com o doce, que muita gente relata umas bads horríveis. Ou até mesmo com o pó, que parei de usar por outras questões.
    Mas há dois dias aconteceu uma coisa bizarra. Eu, que sou chamada de "cabecinha" porque demoro muito pra chapar, fumei uma mísera pontinha e entrei em uma bad trip sem fim. Meu coração acelerou, minha garganta trancou e eu nem conseguia falar... achava que se não parasse de me mexer, iria sufucar! A realidade destorcida, meus olhos sem acreditar em nada... e todo mundo lá de boa, afinal, era só uma ponta!
    Fui para casa desesperada e aquela sensação horrível se estendeu por mais duas horas... tomei água, leite, comi, deitei, fiz ginástica e nada de passar. Ai resolvi deitar e entrar na pira, acabei dormindo e tendo uns pesadelos horríveis. Acordei tão triste, mas tão triste que já fazem dois dias que só choro... choro pq eu queria muito fumar novamente, mas o medo de viver aquilo é tão grande =/
    E agora lendo os depoimentos, me senti mais calma por saber que não sou a única a viver isso, mas também fiquei mais aflita, pois todos que relataram que voltaram a fumar depois do ataque de pânico, sentiram as mesmas coisas =/
    Alguém dá um alento a esses pobres maconheiros!

    ResponderExcluir
  82. Aewww galera.. faz 1 ano da minha ultima postagem participo do grupo do msn, negócio é o seguinta faz 1 ano que não fumo, achando q essa merda de transtorno ou sindrome do panico era poblema da maconha, não joguem a culpa na plantinha ela não tem culpa de nada, faz 1 ano q não fumo e mesmo assim esse ano foi um ano muitoo estressante tive várias bads acordadas, no trem, na facul, na rua etc... o problema é tratar esse problemaaa fica o avisooo não culpem a maconha... nao acreditem nessas merdas dessas religioes malucas.. acreditem em si msmo !! qndo sua vida estiver bem do jeito q vcs sempre sonharem nao vai ter sindrome nem problema nenhummmmm... o problema é a preocupaçãoooooooooooo mas é bom a gente se preocupar... sem preocupação não tem realização e sem realização são sonhos abandonados !!!

    ResponderExcluir
  83. Só lembrandooooo !! não fumo desde 05/2010 !!! e msm assim qndo me stresso ou brigo com alguem os msm sintomas voltam sempre.......
    Não fumei tbmmm por medoo... mas tbm nao resolvi todos os problemas q me deixam acordados a noite !!

    ResponderExcluir
  84. Mas fumareiiiiiiiiiiiiii quando me livrar dessas preocupações e medos!!
    Preocupação (problema) medo, preocupação que algo de errado..
    Vmos vencer essa merda...
    Me falaram que a maconha q traz esses sintomas é a cannabis sativa e q tem um outro tipo de planta que é mais tranquila q é até mesmo usada no tratamento do transtorno do panico......

    ResponderExcluir
  85. Bom galera, primeiramente gostaria de agradecer a todos que postaram aqui... Pra muitos pode até parecer bobagem, mais para nós que temos que conviver com essa "loucura" o simples fato de ler as experiências horríveis dos outros já ajuda e muito!!! Bom, achei esse site justamente no meio de uma crise desencadeada também ao fumar maconha, e ao ir lendo os relatos fui ficando mais calmo e até consegui dar umas risadas, oque me ajudou muito, e vendo o potencial de ajuda desse site resolvi deixar também o meu relato.
    Fumei maconha por 4 anos todos os dias e nunca me deu nada de errado, sempre gostei e naquela época achava que nunca iria parar de fumar maconha na minha vida, mais ai de uns tempos pra cá notei que quando eu fumava meus pensamentos ficavam muito estranhos, meio que distorcidos da realidade, comecei notar que a maconha começou a agir de outra forma no meu cérebro, já não eram só risadas e viajem boas, do nada comecei a fumar e ficar isolado da galera, fumava 1 e corria pro meu quarto pra deitar e tentar me acalmar, já não trocava mais idéias com meus amigos igual antes, e ao invés de prazer só sentia medo. O pior ainda estava por vir... Num certo dia estava eu e meus amigos e decidimos fumar um, dei o primeiro pega e já me senti estranho, mais pensei q fosse coisa da minha cabeça e decidi fumar tudo, no começo fiquei tranquilo, mais quando eu estava indo pra casa começou a pior sensação de toda minha vida... Foi muito forte mesmo a sensação era de morte, meu coração batia muito forte (não batia rápido, batia forte) e de tanto eu ficar nervoso pela força da batida ele começou a acelerar também, e junto com isso parece que os músculos do meu rosto estavam todos contraídos e senti um frio terrível, alem disso na minha cabeça só passava pensamentos ruins e um medo terrível de morrer, meu peito parecia que tinha uma bola de boliche de tão pesado que ficou, eu ficava olhando pra traz toda hora pensando ter alguem me seguindo ou olhando pra mim, sem contar que a sensação era de que eu respirava mais o ar não ia pro pulmão, comecei entrar nessa paranóia e ficava andando pra la e pra ca chorando com medo de morrer, comecei rezar sem parar pedia pra deus me deixar viver, prometia que numca mais iria fumar maconha e que iria largar até a bebida, o estranho é que todo esse medo e toda essa vontade de parar desaparecia quando a crise acabava e me dava vontade de fumar denovo =( ... (PARTE 1)

    ResponderExcluir
  86. Bom nesse dia acabei indo pro hospital e tomei um calmante fortíssimo que me fez dormir muito... Depois desse dia ainda voltei a fumar (mesmo com medo de voltar a sentir isso outra vez) e não me deu nada, fiquei um bom tempo fumando e nada disso aconteceu. Só que a umas 2 semanas atrás eu fui fumar de novo e aconteceu a mesma coisa, foi quando eu sem ter oque fazer decidi pesquisar no Google sobre essas sensações e acabei achando esse site, e foi lendo os relatos que fui ficando mais calmo e percebi que quando acontece essa coisa devemos tentar nos distrair ao Maximo e não ficar prestando atenção nos efeitos físicos que a síndrome desencadeia no corpo. Quanto mais agente fica prestando atenção no coração e nas coisas que acontecem com agente mais nós ficamos nervosos e mais piora a situação... Eu sei que é fácil falar, mais eu também sofro com isso de vez enquando e sei que realmente é difícil manter a calma em momentos como esse, mais no estado em que nos encontramos quando acontece a crise não se tem muita coisa a fazer a não ser tentar manter a calma. Bom gente oque me deixa mais intrigado é que mesmo sabendo que a maconha pode me deixar assim e mesmo sabendo que se eu ficar assim eu vou ficar horrível EU NÃO QUERO PARAR DE FUMAR, conseguir parar de fumar eu até consigo, mais o problema é que eu não quero conseguir, gosto muito do efeito positivo da maconha e não consigo aceitar a idéia de que tenho que parar de fumar por causa dessas coisas, eu ainda penso que um dia vou conseguir controlar isso e não vou precisar parar de fumar, as vezes eu fico 1 semana sem fumar, mais ai eu vou la e dou pelo menos uns 3 péguinhas só pra não passar o fim de semana em branco, e sempre meu coração disparada e da umas crises bem fracas que eu tento não reparar pra não piorar... Não tem erro, é só eu fumar por mais pouco que seja que pelo menos o coração dispara... Não sei por que isso acontece comigo, mesmo sabendo que isso não ta me fazendo bem eu ainda quero correr o risco e fico fumando =/ Mais enfim... Espero que este relato sirva de ajuda a alguém assim como os relatos dos outros serviram de muita ajuda para mim. Grande abraço a todos e forças para vencerem seus próprios demônios!!!! (PARTE 2)

    ResponderExcluir
  87. Então galera, eu postei há algum tempo relatanto a bad horrível que tinha rolado com uma ponta. Bom, depois disso aconteceram paradas bem piores, e o mais foda... sem maconha! Fiquei mais de um mês viajando, sentindo um monte de coisas ruins (físicas e mentais), achando que iria morrer todos os dias!
    Acabei indo no médico, contei em partes o que estava acontecendo e ele solicitou uns exames. Resultado: Tudo normal. Ai ele deduziu que o problema era psicológico e me mandou procurar um especialista (¬¬)
    Logo que soube que não se tratava de nada físico, comecei a relaxar. No começo só um pega, dois... depois comecei a fumar um inteiro na boa, viajar, dar risada. Aquela loucura de pânico até voltou algumas vezes, não tão forte e incontrolável, mas voltou.
    Hoje mesmo fumei um baseado muito forte e quase me entreguei, só que ter a certeza que nada daquilo vai me prejudicar ou me matar, tranquiliza muito, e é isso que não me permite pirar e apenas curtir a onda, como sempre foi.
    Então meus queridos, fica a dica: Vão ver se a saúde de vocês tá legal. Por exemplo, quem tem palpitação na bad, vá dar uma olhada no coração,afinal, não há argumentos para provas. Vão ver como o prazer acaba voltando! E olhem que eu era uma dessas que estava crente que nunca mais fumaria um na boa.

    ResponderExcluir
  88. Meu caso aqui já ta mais grave..
    to tendo os sintomas mesmo sem usar a droga, toda vez q eu fico stressado ou ansiovo com algo, o coração dispara.

    Sabado inventei de dar 3 tragada no cigarro de maconha deitei 10 da noite acordei 8 da manhan com o coração pulsando resultado... entrei em um desespero tao grande q minha pressão subiu pra 16/09 e minha frequência cardiaca pra 160bpm, me botaram até na naquelas maquina de pronto socorro e me deixaram em monitoramento por qse 1 hora, até a mão pra enfermeira eu pedi pra segurar, teve uma hora q começou a formigar todo o meu corpo de tão alto q a pressao subiu, resultado o médico achou q eu tinha cheirado cocaina a noite toda e tinha ido parar lah no pronto socorro.
    To com encaminhamento pro cardio e depois c não for nada no coração vou ser passado pro psiquiatra.

    Nunca mais vou fumar.... a maconha ta potencializando os sintomas !!! por isso q sai do controle, pro kra q escreveu ai emcima q vai continuar fumando do msm jeito, procura o tratamento agora q vai ser melhor pra vc, pq depois q vc começar a sentir os sintomas mesmo sem ter fumado maconha ae vc vai ver o tormento q isso vai fazer na sua vida.

    ResponderExcluir
  89. Salve!!!

    minha Bad Trip aconteceu ja na primeira vez que eu fumei, eu sempre tive vontade de fumar.
    Eu tenho um colega que fuma e toda vez que nós iamos buscar na biqueira acontecia algo: aparecia policia ou ou não tinha maconha na feirinha, tinha farinha, mas eu nunca tive vontade de experimentar.
    Um dia encontramos outro colega que curtia e fomos buscar...eu dei uns tapinhas bem de leve ja que não sabia como era a brisa,
    estavamos num morro e tinha umas casa perto duns mato, passa bola passa a bola e eu falei essa porra de brisa nao pega em mim.
    surgiu uns cachorro do caralho de não sei da onde latindo, me dei conta quando eu fui levantar os muleques ja tavam la em cima e eu ainda levantando, e os meus colegas se racharam demais com a cena.
    de primeira eu tava dando risada pra porra voltando para casa e a vida passando em camera lenta, dava uns branco na lingua e na perna e os meus colegas comentaram que aquela era muito boa.
    os maluco trocando ideia e eu pensando e tava com medo de minha família descolar ja que são todos evangelicos, pensava muita coisa.. é foda..
    cheguei na casa de meu colega e a mãe pra comer, (nunca tive larica)
    bateu uma depressão da porra, e mal sacrificio pra comer.
    eu vi um maluco que eu havia brigado e logo entrei em choque, ele tava do lado de fora da casa do meu colega.

    esquecia do maluco em fração de minutos depois só olhando de novo eu lembrava.
    depois chegou outro colega (careta), chamando para nós irmos na praça e eu via conhecidos (acho que fruto da imaginação) e entrava em choque, na hora eu pensava que só de olhar as pessoas iriam descolar que eu tava na brisa.
    logo revelei para esse colega (careta) que eu tava na brisa e os pensamentos eram muitos e eu nao conseguia falar.
    chegamos na praça as pessoas começaram me assustar. até as mina pagando pau eu tinha medo me sentia inseguro.

    foi quando esse meu colega encontrou outros conhecidos e eu sai de lá vazado, pois tava com medo não sei do que, vi um mendingo e encherguei um irmão da igreja e a noite foi longa...
    eu tenho um pouco de trauma, mas houve algumas viagens boas em ambientes bons.

    porém a conclusão é a maconha altera td em vc, entao tem que ser mais seguro confiante e numa vibe boa.

    abraços

    ResponderExcluir
  90. eu postei acima que cheguei na casa do meu colega pra comer e ficou meio estranho eu ter incluido a mãe dele.
    agora percebi rsrsrs eu não comi a mãe dele eu jantei lá, e a mãe dele chegou da igreja.
    enfim as bads se repetiram, mas isso é só insegurança, a maconha só nos mostra o ponto que temos que melhorar em nós, quem tem medo de morrer entra em panico, quem tem medo de ser visto e acusado fica com medo das pessoas.

    mas é isso aew paz

    ResponderExcluir
  91. Gente, acho que cada um deve avaliar e decidir se deve continuar fumando ou não. Eu não estou aqui para incentivar nem reprimir ninguém, só quero informar e levantar a discussão, já que pelo visto muitos de nós que temos transtornos de ansiedade já passamos mal fumando ou depois de fumar. Abraços a todos, continuem comentando!

    ResponderExcluir
  92. Ola !
    Tenho 14 anos !
    Antes de tudo , quero pedir desculpas por erros de hortografia !
    Bom , usei maconha por nao mais que uns 3 meses !
    Tudo começou na nova escola , era um barato , usava e ficava taao bem nas aulas !
    Depois disso , eu comecei a ter novas amizades , boas e ruins por umas certas partes , boas por que era muito gente finas , e por otras pq se so me arrastavao pra uso de alguma droga !
    Usei apenas maconha , ate entao !
    Ai um certo dia fui com 2 amigo e 1 amiga , em um condominio da mina , la usamos uma especie de gaz , vem em um refil ! era uma '' BRIZA '' mt forte , em um certo momento , pensei que o mundo tinha simplesmente PARADO ! olhava para todos , e via todos travados , sem mexer , e pra aumentar minha agunia o fdp do meu amigo ficava me ligando e desligando ! eu nao sei por que eu via tudo sem se mecher ! mais ate entao eu n tive crizes !
    Logo depois de noite , fui para um festa , pelo que eu sabia iria rolar apenas bebida e pa , chegando la foram bem legais me serviram cerveja etc , logo depois chegou um mlk oferecendo para mim e pros meus amigos , uma bebida , que eles apelidao de '' MIJO DE MACACO '' ate entao bebi numa boa , derrepenti , eu comecei sentir um relaxamento extremo , parecia que eu tinha fumado , logo depois , fiquei mt energico , comecei a dançar sem parar e querer a andar , meus amigos vendo tudo isso , pensarao que eu ficar mt mal , e disseram '' só nao pode vomitar aqui heeim '' Pronto ! Acabou cmgo , começpu me da um enjou imediato , e eu quis ir embora , no caminho foi eu , 1 amigo e 1 amiga , e eu sentia eu desligando , eu desmaiava e levantava !
    Ai cheguei em casa , via tudo GIRANDO , e uma anciedade extrema ! nao conseguia durmi , ai veio o bad trip! comecei a ter alucinações como se eu fosse morrer , meu peito parecia estar a mais de mil por hora , eu queria andar , correr , sentia frio e depois calor !
    Minha mae chegou e eu contei tudo pra ela , ai ela me levou ao Hospital , me aplicarão medicações , e eu melhorei !
    Ai que vem a parte mais horrivel !
    Depois disso eu comecei a fumar de novo , e n importava , se eu desse 1 ou 2 bola , eu entrava em crise , pensava que iria morrer e tudo , isso era agonizante !
    Entao eu desenvolvi crise do panico , agr sempre que faço algo , que seja droga , meu sistema nervozo ja deve reagi e começa a me dar essas crises !
    Esses tempo atras , estava na casa do meu pai , a maioria que ler meu post ja deve ter feito isso , prender o nariz com os dedos e tentar soltar , nao da uma certa tontura? as vezes ve as coisas girando , e tbm n sente os ouvidos meio que presos sla , entao , eu fui fazer isso pra desentupir o nariz , ai aconteceu tudo isso , e fez um barlho '' TUUUIIM '' e n saia , comecei a correr gritando , e todos sabem que pra passar voce tem que engolir saliva ou agua , algo assim , que passa , e eu n conseguia , meio que travo minha garganta !
    Foi HORRIVEL !
    Agora queria passar por tratamentos , mais tenho medo de conta pra minha mae que ja fiz td isso :/
    Hoje ja consigo reculsar beck e tudo !

    Eu conselho a ninguem usar nenhuma especie de drogas !

    Abraço a Todos !

    ResponderExcluir
  93. Amigos e Amigas, boa noite.
    Embora mudem os personagens as sensações e as histórias são muio semelhantes. Sou Médico, tenho 39 anos e fumo maconha desde o 21. exceto um percalço aqui e ali, consegui me adaptar. Ultimamente fumo um baseado sempre à noite. No passado, eventualemente, já tinha tido umas viagens ruins: sensação de perseguição e embotamento, pricipalmente. Tudop porém piorou em 2005, após uma crise de labirintite, achei que iria morrer: sabem como é: médicos sempre acham os piores diagnósticos em si mesmos. A aprtie daí e com uma certa frequencia tenho ataques de pânico moderados. A maconha não é adequada para quem tem tal suscetibilidade. Procuro não utilizar medicamentos em excesso: utilizo rivotril SOS 7 gts sublingual quando se inicia o desconforto. No meu caso os piores sintomas são: tonteiras, vertigens, taquicardia, extrassístoles (palpitações), falta de ar e sensação de morte iminente. Por negar a doença, em 2010 tive alopécia areta (perdi repentinamente 70 % do cabelo). Aquela velha frase é verdade, meus amigos: "meus cabelos vão cair". A decisão de parar é fundamental. Hoje ainda receio, meus cabelos já retonaram, mas não há outra forma: quem tem pânico NÃO PODE FUMAR MACONHA. E um comentário acima diz muito: aqueles de personalidade perfeccionista, retos e tímidos têm maior propensão ao pânico. Inteligentes e criativos sofrem igualmente.

    ResponderExcluir
  94. Uau, que bacana, um médico comentando no meu blog!!! Obrigada, doutor, por dividir sua experiência conosco. Incrível que um médico sinta as mesmas coisas, tenha os mesmos temores... Super importante a sua opinião sobre o uso da maconha. E fiquei surpresa tb com a sua informação final, de quem tem mais propensão ao pânico. Me encaixo em todos os grupos... principalmente no dos inteligentes. rss Obrigada por comentar, volte sempre!

    ResponderExcluir
  95. Bom, eu fumo maconha há mais ou menos 6 anos e de uns tempos pra cá tenho sentido tudo isso aí que a galera relata em seus depoismentos, principalmente coração acelerado, falta de ar, medo de dirigir, insegurança, indecisão... um monte de medos... a mente q funciona a milhão, falta de concentração, etc e tals. Eu gosto muitooo de fumar e mudo meu pensamento cada vez que penso que tudo isso pode estar acontecendo por causa da maconha, mas acho que não vai dar pra fugir e vou ter pelo menos que fazer um teste parando por um tempo, droga, rs. Gostaria de participar do grupo pra trocar idéias com as pessoas que sofrem do mesmo que eu (bom saber que não sou a única, assim paro de me achar louca rs), como faço? Valeu galera, paz e boa sorte a todos! Janaína

    ResponderExcluir
  96. Boa noite,
    Tenho crise de panico há 6 meses,primeiro achei q era coração,fui ao cardiologista e depois d mtos exames vi não tinha problema nenhum. Então fui ao psiquiatra q me receitou paroxetina e alprazolam, mas passei superrrr mal depois d tomar o antidepressivo e até então resolvi só tomar o alprazolam enquanto espero minha próxima consulta. Enfim gostaria de saber se posso fumar maconha e beber d vez enqunado tomando esses remédios e se alguém teve uma experiencia ruim qdo começou a tomar antidepressivos. Fumo há 10 anos, ja fumei com mais frequencia, mas agora fumo quase nada pq morro d medo d fumar d verdade e ter problemas pq to tomando remedios e tal....Agradeço se alguem puder dar algum depoimento q me ajude!

    ResponderExcluir
  97. Meu,é complicado mesmo.Eu adoro fumar um.Fumo todos os dias.Mas eu tenho essas crises tb.Não quando só fumo.Geralmente batem as crises quando eu bebo,ou bebi no dia anterior.Eu começo a tremer,me sinto inchada,dormente,com dor de cabeça.Fico achando que vou ter um AVC.Aí tremo toda,fico com frio,arrepiada.Tava sentindo isso exatamente agora!Achei que fosse morrer.Aí depois de ler vários depoimentos eu dei uma sossegada!Valeu gente!

    ResponderExcluir
  98. No início é assim mesmo, a maioria acha que é problema de coração e procura um médico. Faz eletro, etc, etc, e não dá nada! O tratamento é geralmente assim: antidepressivo + ansiolítico (tb tomo alprazolam) + terapia, quando o médico acha necessário.
    O que vc sentiu tomando o antidepressivo? De repente é só a dosagem que tem que ser ajustada ou a medicação mesmo que deve ser trocada, acontece de não se dar bem com a primeira medicação ou com a dosagem, aí o médico vai ajustando.
    Eu vou te falar como paciente e curiosa no assunto: não acho uma boa fumar nem beber durante o tratamento. Como abordei nos meus posts sobre maconha, ela é uma porta escancarada para paranóias e afins! E o álcool normalmente é proibido pelos médicos durante o tratamento. Acho que vc pode ficar ainda mais eufórico quando beber e mais deprimido depois. Se algum médico passar por aqui e quiser nos dar um esclarecimento maior, agradeço! :) Volte sempre e se cuide!!!

    ResponderExcluir
  99. Lembrei que um médico já tinha comentado (aí em cima, olha): "não há outra forma: quem tem pânico NÃO PODE FUMAR MACONHA." E ponto final!!! rss

    ResponderExcluir
  100. Bem, tive uma crise hoje, foi algo... surreal e trágico, uma dor incomparável, uma dor existencial, eu, de fato, não sei descrever.
    Acordei cedo pra estudar psicanálise na casa de uma amiga, tinha o cigarro e enfim, fumamos... Tá, logo depois senti um peso terrível, algo sui generis, nunca tinha sentido, foi muito, muito estranho. Perdurou por todo o dia, na verdade ainda sinto resquícios, um frio congelante na barriga, um medo, deve ser pânico, eu pensei nisto durante a crise, enfim, é uma LOUCURA. Não sou usuário, estava de boa e fumei, enfim, quinta vou ver minha psicóloga, vamos ver o que vai dar... Já tomo lítio e amato, não sei se devo tomá-los antes de dormir. Tomei um cházinho pra relaxar, mas como disseram, eu realmente desejo estes sentimntos à ninguém, é uma dor sem fim.

    ResponderExcluir
  101. é galera... a tal sindrome do pânico é foda mesmo... só quem tem pra saber o que sentimos, é ou não é verdade??? pois quem tem sindrome do pânico e até esteja sentindo ou melhor, passando por uma sindrome agora, nesse momento, depois de ter dado apenas uns peguinhas no basiado e se sentir com o coração acelerado, o braço parcendo que tem um nervo puxando, e com aquela velha sensação de quem vai ter um infarto daqueles fulminante.. é foda né?! pois agora neste momento estou aqui passando por momento desses, mas pessoal aprendi a controlar meus ataques depois de muitos ataques desses, que muitas vezes tinha até certeza de que ia morrer... relaxa gente, trata isso como se fosse algo bom, porque nada vai acontecer com voce, mesmo que voce ache que estejas morrendo, porque voce não vai morrer...... porque é apanas mais umas de suas crises de pânico.. então relaxe e apenas curte um momento bom, como varios que voce ja teve entes, trate como se fosse uma das primeiras vezes que vc estivesse fumando.... quem quiser tocar uma ideia add no msn ou mande um email para psiclogo_sindromedopanico@hotmail.com , vou ajudar voce a curar essa doença.. falow galera e espero ter ajudado e ainda ajudar mais!!

    ResponderExcluir
  102. Eu conheci a Cannabis Sativa aos meus 15 anos , em uma festa na minha casa , experimentei e a primeira vez foi como fumar um cigarro normal.quase 1 mês depois , voltei a usar maconha , com uns amigos meus depois do curso , tive a pior bad trip da minha vida , eu sabia que era efeitos alucinogicos que haviam ativado meu cerébro e realmente como eu li em um dos comentarios , a pessoa acha que vai ficar sob o efeito para sempre .Muitos amigos meus que ainda fumam , dizem nunca ter tido uma bad trip .Realmente hoje eu penso eu quando estiver na frente de uma mulher , que me atraia dar uma ''apertada'' no chá , mais talvez eu possa me perder na viajem , como quase me perdi da primeira vez , eu fiquei realmente mal . E o ano novo está chegando , eu estou com uma vontade de usar , mais acho que apenas as bebidas bastam .

    ResponderExcluir
  103. fumo a 5 anos ,a 2 desencadeei a tal crise,evitava pessoas,estabelecimentos comerciais,tava deixando de ser quem eu era ,me sentia mal,sufocado,encanaçao,naum era vergonha era um panico ,so queria curtir minha brisa,ai começou a me atrapalhar no meu dia dia ,decidi parar trokei ideia com um parceiro que passou pela mesma coisa e parou a tempos ja,e me disse que... e so parar que melhora ,tudo volta a ser como antes ,mais se fumar as crises voltam,tem que fikar um bom tempo sem fumar e depois fumar muito raramente para curtir um poko a brisa mais mesmo assim naum e como no inicio....,No começo e meio ruim ,pra comer,dormir mais e so na primeira semana depois vai voltando o normal,eu sempre fumei maconha pra me sentir bem ,apartir do momento em que comecei a me sentir mal decidi para e boa ,to me sentindo melhor lucido doque brizado,se pa at6e volto a fumar masi so em alguma data da hora ,carnaval sei la raramente ,ja perdi varios evento loko ,fumei e fui enbora,encanado com o panico,tenho medo de volta a acontecer ...por isso naum fumo mais ,mais aee a maconha e da hora sim mais tem q sabe curti...SEM EXAGEIRO...se naum mais cedo ow mais tarde vc ENDÓÓIDAA..kkk

    ResponderExcluir
  104. comecei a fumar maconha, as primeiras vezes era mó dahora senti a viagem, fome, relaxei.
    mais teve uma vez q eu fui fumar de novo sozinha em casa, derrepente me deu um desespero comecei a tremer achei q ia perder o controle de mim mesma, comecei a achar q nunca mais ia voltar a realidade!! depois disso nunca mais fumei maconha!!!

    ResponderExcluir
  105. comecei com essa bad aí e nunca mais coloquei um banza na boca, acho q tudo isso se deve ao fato de que quando somos jovens, temos menos preocupações na vida, e a maconha só nos traz prazeres, já quando mais velhos, são tantos problemas, tantas preocupações, que a maconha acaba fluindo como uma porta pra tudo isso e aumentando dramasticamente . . .
    a bad é a pior sensação do mundo, se vc ta na rua então é pior ainda
    a ultima bad q eu tive, eu só queria voltar pra casa e ver a minha mãe, só assim eu me sentiria protegido, e a minha mãe mora muito longe de mim, eu quase chorei, me senti q nem uma criança . . .

    ResponderExcluir
  106. comecei com essa bad aí e nunca mais coloquei um banza na boca, acho q tudo isso se deve ao fato de que quando somos jovens, temos menos preocupações na vida, e a maconha só nos traz prazeres, já quando mais velhos, são tantos problemas, tantas preocupações, que a maconha acaba fluindo como uma porta pra tudo isso e aumentando dramasticamente . . .
    a bad é a pior sensação do mundo, se vc ta na rua então é pior ainda
    a ultima bad q eu tive, eu só queria voltar pra casa e ver a minha mãe, só assim eu me sentiria protegido, e a minha mãe mora muito longe de mim, eu quase chorei, me senti q nem uma criança . . .

    ResponderExcluir
  107. Então galera minha história é longa, eu há muito tempo vinha me sentindo mal, podre por dentro, me sentia como um zumbi, me sentia mal pra caralho!

    Não conseguia sair de casa e toda vez que tentava fumar um banza eu tossia até vomitar, era como se minha garganta fechasse.
    Era horrível, aparorante, eu tinha que correr para o banheiro e vomitava, aí depois ficava agonizando e passando mal, depois de meia hora ruim, vinha algo daquele bem-estar da maconha...
    E eu continuava a fumar mesmo podre assim, eu não queria ser um "morto-vivo" dentro de casa e nem fumar unzinho.

    Passou o tempo e fui em vários médicos, tive tudo quanto é diagnóstico, me falaram que eu tinha refluxo exofágico, falaram que eu estava assim devido a uma pancada na cabeça (eu realmente caí e bati a cabeça também), falaram que eu estava com sinusite...falaram e falaram...

    Até aí eu não tinha ido em nenhum médico particular, apenas pelo SUS.

    Minha mãe percebendo meu sofrimento e querendo me ajudar pediu pra um primo dela que é médico me examinar, visto que ele é um médico muito competente, foram 5 minutos de conversa e ele já descobriu meu problema, meu problema era depressão atípica e Transtorno do Pânico, e para piorar eu fumo maconha quase todo dia e bebo quase todos os dias.

    Para todos que portam problemas psicológicos desses tipos atenção após este ponto do comentário:

    Eu mesmo tomando os remédios bebia e fumava, não estava vivendo bem mesmo, não estava feliz e o álcool conseguia me distrair, mas quando exagerava no outro dia a depressão atípica voltava arrebentando meu corpo, eram uns 3 dias com um mal-estar horrível, enquanto eu não encontrei algo que me satisfazesse eu não consegui sair desse buraco de bebida e doença, a por tudo que já li até agora sobre isso(e não foi pouco) e conversei com o médico, o remédio só funciona se você se comprometer com o resultado, é claro que há casos variados, há pessoas que se deprimem por trauma de infância, outras por causa de uma perda de um ente querido, fim do casamento, são diversas as causas, esses nossos dias, nosso tempo, nos fez assim, essa correria do dia a dia, luta pelo dinheiro, sobrevivência, a tv dizendo o que tem pra comprar o que você tem que ter pra ser bacana, etc...

    Você precisa descobrir algo que te faça bem, seja uma caminhada, uma academia, correr, tente conversar com pessoas encontrar alguém pelo qual se interesse, algo assim, e não despeje toda sua angústia nos seus amigos pois ninguém quer alguém que os transfira apenas energias negativas.

    Ninguém está dizendo que será fácil, eu sei, eu tenho depressão atípica (Pra quem não sabe o que é, é quando o cérebro acredita que seu corpo está debilitado e faz você se sentir assim) e junto ainda com transtorno do pânico, mas não pensem que eu deixo isso me impedir de viver, e eu estou tentando aprender a lutar contra isso e eu vou conseguir! Eu sou mais forte que isso...!
    Hoje em dia já consigo fumar um banza sem vomitar, só tenho que maneirar no álcool e acredito que melhorarei, eu tenho fé que minha vida voltará a ser como antes, e pensem comigo se nós conseguirmos enfrentar isso, os problemas cotidianos serão moleza, porque o que não nos mata, nos fortalece, o mundo está tentando nos aniquilar com essa pressão, nós nos recusamos a aceitar!

    Quem quiser conversar sobre isso comigo pode me add no msn!

    andre_matias888@hotmail.com

    E queria dizer também pra vocês que eu descobri hoje que Hugh Laurie o ator que interpreta o Dr.House já enfrentou duros casos de depressão e que já até tentou o suicídio.

    Pessoal, se uma pessoa pode vencer tudo isso e ainda ser tão brilhante como esse ator, o que estamos esperando, vamos à luta!

    Um abraço a todos!
    E força!

    ResponderExcluir
  108. Olá amigos!!!!Interessante... eu comecei fumar maconha, aos 30 anos de idade porque vivia num círculo de amigos usuários da erma e um deles, me convidou para experimentar. A princípio, tinha medo que a erva podia me causar grandes transtornos; não sei e nem lembro o que senti na hora só sei que a parti daí comecei usar com frequencia. Nos anos 80, eu mexia com som e fazia festas, gravava fitas para vender, e quando fumava, eu me sentia mais inspirado para animar a festa. Bom tive um período de recessão rsrsrsrs fiquei um bom tempo sem fumar. As vezes e esporadicamente, fumava. Até aí eu não tive problemas de saúde relacionado a maconha porque sempre eu fazia e faço exames pulmonares, cardíacos e sinceramente, tenho 62 anos, a minha pressão é normal 18, 19/13 ou 12. e o médico do meu trabalho, até fala assim:" Voce tá com uma pressão de criança" Voltei a fumar impulsivamente porque eu sempre tive insônias, sou ansioso e quando uso, me sinto melhor e durmo melhor. Tenho 62 anos como citei há pouco, fumo todos os dias e sem problemas. Pra terminar, sou surdo dos dois ouvidos e ainda tenho zumbidos bem fortes; portanto, é mais um motivo para eu usar. Dormindo, os barulhos não me incomodam.

    ResponderExcluir
  109. Excelente Post !
    Fumei maconha durante alguns anos, em quantidades cavalares, e me orgulhava de dizer que a maconha era tranquila, não me prejudicava em nada e não fazia de mim um bandido. Tinha, de fato, excelentes relações sociais, como médico, tinha um bom desempenho acadêmico e profissional, acima da média na verdade, e pensava que a perseguição contra a maconha era apenas fruto do desconhecimento alheio da droga. Entretanto, após alguns anos fumando sem parar, comecei a desenvolver ataques de pânico graves toda vez que fumava. A principio coloquei a culpa na qualidade do bagulho, tentando achar uma explicação. Dizia p mim q o bagulho estava malhado, com pó misturado, etc. Porém, o terror dos ataques me fez gradualmente abandonar a droga. Foi ótimo, fácil e tranquilo. Porém, depois disso passei a desenvolver ataques de pânico com regularidade. Procurei tratamento, e depois de fazer psicanálise e tomar citalopram 20mg (tomo até hoje), consigo controlar a incidência e intensidade dos ataques. Maconha não é essa coisa inofensiva q eu acreditava ser, ela interfere com a bioquimica do cérebro e com os anos te fode de verdade. Um conselho q dou a todos: não comecem a fumar bagulho, porque no início só dá onda boa, mas depois te deixa doente, com uma das mais terríveis condições: o ataque de pânico. Tive ataques sozinho, viajando pelo mundo, dirigindo, e depois de um tempo, apenas pensando na possibilidade de ter um ataque. Felizmente com a medicação a coisa melhorou demais, e hoje só lamento ter sido tão irresponsável por fumar tanta maconha. Mas a experiência é outro nome q damos para nossos erros.

    ResponderExcluir
  110. ooi gente,eu ja tinha problemas de depressão desde alguns anos,mais tudo começou a piorar quando comecei a usar maconha,no começo era bom,tudo muito tranquilo,mais teve uma vez que eu usei e depois daquele dia nunca mais fui a mesma,foi horrível aquele dia,é indescritível o que eu senti,meus amigos riam de mim,a minha vontade era que me levassem pro hospital,enfim cada um foram pra suas casas,viverem suas vidas normais,e eu fiquei sofrendo com a tal síndrome do panico,hoje nao posso contar isso pra eles,porque eles riem de mim,na verdade até minha família acha tudo isso besteira sabe,só Deus sabe o que eu passo sofrendo sozinha,calada,ja fui na psiquiatra ela me passou remédio ,usei por 2 messes e estava ficando pior,parei de usar por conta própria,e hoje fico vagando de psicologo à psicologo,procurando solução. Escrevo agora chorando,me arrependo amargamente por ter usado droga,me envergonho disso,faria qualquer coisa pra nao sentir mais medo,medo de morrer,medo de perde quem eu amo,medo de ter outra síndrome,medo de dormi e morrer. :// Mals consigo dormi,e quando durmo tenho pesadelos,Deus tem me ajudado muito,entre tantos amigos que antes eu dizia ter,todos sumiram,e só ele (DEUS) ficou do meu lado.

    ResponderExcluir
  111. Leticia o que aconteceu com você foi exatamente igual comigo :/ Não aguento mais .

    ResponderExcluir
  112. Olá Leitícia,
    Você precisa conhecer este site: http://sindromedopanico.net/tag/sem-panico/
    inscreva-se no formulário do site e você tera orientação para neutralizar os sintomas do pânico.

    Sou Fotógrafo profissional, e fumei maconha durante 11 anos da minha vida.
    Era muito comum viajar e levar alguns baseados para o fim de tarde. Passei um tempo sob forte pressão e estress, derrepente durate uma boa noite de sono acordei em péssimo estado acreditando que ia infartar...
    Fui no médico, mediu minha presssão, fez um eletrocardiograma e tudo estava normal, tomei uma injeção tranquilizante e
    Voltei pra casa sem entender.
    Depois de um dia de trabalho fui pitar mais um e os sintomas reapareceram, que merda!
    Voltei ao hospital e a mesma coisa. Voltei para casa sabendo que tinha algo muito errado acontecendo comigo. Depois de muito pesquisar entendí que tinha desenvolvido o transtorno do pânico. Encontrei solução em um livro de um psicólogo que sofreu durante 30 anos com o transtorno do pânico. Ele desenvolveu a técnica do movimento único, que vocês podem conhecer acessando o link que eu deixei acima.
    Continuem a levar a vida adiante, e aprendam a técnica que tudo vai dar certo.
    Boa Sorte pessoal!

    ResponderExcluir
  113. Fumo maconha tem 6 anos.. diariamente tem 1 ano.. sempre de boa.. nunca tinha tido bad trip com maconha, dropei doce(lsd) algumas vezes.. a ultima mais ou menos um mês atras, tive uma bad sinistra.. mas passou.. na propria festa fiquei de boa. Agora no carnaval, tava fumando normal(diariamente) como sempre faço, e estava sozinho em casa, meus pais tinham viajado.. dei uns pega no beck normal, fiquei acelerado, com os mesmos sintomas de todo mundo aqui, achei que ia morrer, coração acelerado, no outro dia fumei uma ponta, mesma coisa... fiquei 10 dias sem fumar.. e dentro desses 10 dias, fui ao médico, fiz eletro, raio-x, exame de sangue, TUDO NORMAL, a médica disse que é problema de ansiedade e me indicou um psiquiatra. 3 dias atras dei 2 pega num beckzin, e fui caminhar pra encontrar uns amigos no bar, no caminho já deu aquela bad de novo, entrei em pânico, agora estou 3 dias sem fumar, e pensando se um dia vou voltar a ter as ondas tão boas que já tive. Muita sorte pra todo mundo, não desejo isso pra ninguém. PAZ!!!!

    ResponderExcluir
  114. Alguem pode me aconselhar oque eu devo fazer vo explicar a situação ..;.. aos 15 anos fumei maconha c 1 amigo , do nda eu tava andando ai eu começei rir p caramba Ok bls , dps do nda eu fiquei brisado , olhava p rua parecia que ela tava fazendo onda , eu estava em outro mundo vamos dizer , e tipo parecia que eu tava sonhando acordado e nao tinha noção de nda , sentei em 1 banco da praça fiquei brisadao , as vezes eu acordava da brisa e rapidamente voltava , eu percebi que eu estava moscando sei la oque , levantei assustado n querendo voltar pra quela brisa sai correndo e pisando leve , na minha mente eu tava sonhando acordado e fiquei muito em panico , meu coração a mil , cheguei em casa correndo e pensei , ja q estou sonhando acordado , eu peguei e se joguei na minha cama achando que aquilo era apenas um sonho , mais que virou 1 pesadelo , eu nao conseguia sair desse pesadelo , eu me sentia como se fosse o unico no mundo inteiro , e nao tinha noção da realidade , fui no hospital ok , dps d uns dias meu coração e minha pressao subia por conta do panico que eu senti quando fumei ,e tipow eu parei de fumar dps do acontecido sabe ... mais era tdos os dias eu corria pro hospital pensando q eu tava passando mal ,. e tipow , hoje passo esse negosio d falta d ar etc... mas de vez enquando eu me sinto que to brisado sei la é meio chato fico pensando em coisas ruins , pq as vezes eu sinto 1 pontada no meu peito , ai eu penso q mais p frente vo ter 1 enfarte ,as vezes to d boua as vezes to mal , as vezes penso que nunca vo voltar naquela epoca em q eu era um garoto d boua sem preucupações etc... isso realmente é foda , hj eu fico meio que perdido nas coisas .... alguem pode dar uns conselhos para mim ? eu n sei se devo contar a minha mae toda essa locura que eu sinto as vezes... ou sei la , alguem me aconselha a fazer algo ? eu quero me curar totalmente + n sei como .... estou perdido msm [/b]

    ResponderExcluir
  115. Se estiver no periodo de crise, muito ansioso e tudo mais, nao fumem ! a maconha só vai piorar o estado de nervos ! mas em épocas boas, quando tudo esta calmo e tal, nao costumo passar mal com a ganja nao, boa sorte a todos e se controlem !

    ResponderExcluir
  116. eu tenho e 35 anos, na adolescencia uma vez ou outra fumei um baseado com amigos de escola, e muitas vezes nem sentia um tom, pois nem tragar eu sei e outras senti uma brisinha fraca, acontece que outro dia eu quis dar uma de adolescente e numa festa entre amigos de adolescencia entrei numas e inalei um pouco de coca depois fumei um beck pra valer, 20 minutos depois me senti mal.....dormencia nos braços e pernas e sensação de morte ao ponbto de ir a um hospital e ser medicada, isso faz dois dias e ainda sinto medo!!!! ahhhh vomitei tambem e isso me deixou mais apavorada ainda pois pensei que tava infartando, ainda nao tenho certeza doque senti...

    ResponderExcluir
  117. Pessoal, continuo aconselhando a todos a procurar ajuda. Não precisamos ficar sofrendo, existem várias formas de convivermos bem com esses transtornos de ansiedade e levarmos uma vida com qualidade. Psicólogo, psiquiatra, leitura, terapia, exercício, boa alimentação, descanso, religiosidade... cada um deve procurar o que sentir vontade e fizer bem! Coragem!!!!!

    ResponderExcluir
  118. Meu filho está usando maconha e está na fase em que acha que maconha é td. de bom, que nada vai lhe acontecer e eu estou pesquisando mt sobre o assunto para ver até onde isso pode ir e já estou providenciando ajuda médica e psicológica para ele. Sempre soube que na maioria das vezes dá errado e os depoimentos encontrados neste blog me fizeram ficar ainda mais preocupada e vou indicar para ele a leitura dos depoimentos e espero em DEUS que ele entenda que só tem a perder. Não sei se ele já passou pelo que a maioria que relatou.Espero que todos que postaram se livrem desta droga e sejam mt felizes sem ela.

    ResponderExcluir
  119. Olá a todos,
    Eu usava drogas. Maconha, lsd, ecstasy... especialmente lsd. A última vez que usei drogas, foi ecstasy, há 1 ano atrás, tive um ataque de pânico que não passou durante longos e desesperadores 5 meses. Eu achava que estava enlouquecendo, sentia a realidade distorcida, uma angústia imensa, coração disparado, tinha certeza de que ia morrer... quando percebi que não ia morrer após tantos ataques, meu medo passou a ser o de ter um surto psicótico e enlouquecer completamente. As sensações são indescritíveis, eu nunca desejei tanto morrer. Para mim era pior especialmente antes de dormir, tinha que respirar fundo e controlar meu coração que não se acalmava em meu peito e chorava de soluçar, sabendo que minha mente estava quebrada. Pensei em me matar inúmeras vezes. Fui ao médico, o tratamento só me fez piorar no primeiros meses, tremia sem parar, sentia um frio absurdo, não conseguia dormir, meu pânico por vezes aumentava, chorava todos os dias arrependida pelo que eu tinha feito e implorava para que eu corpo ficasse calmo. Agora após um ano, as crises melhoraram, ainda não sou mesma, acho que nunca mais serei a mesma. Pessoal, a única coisa que posso dizer é que "o tempo destrói tudo"... tenham paciência, deixem as substâncias que desencadeiam isso de lado, façam exercícios físicos (é bom para serotonina) e lembrem-se que tudo um dia tudo acaba.

    ResponderExcluir
  120. D_Anonimo - Minha Historia26 de abril de 2012 00:48

    Eu tive uma bad com maconha também a quase 3 anos, é muito tenso, foi traumatizante, é uma experiencia muito foda, não tem como explicar. Na época tinha acabado de fazer 18 anos, e me achava o adulto já, tinha começado a trabalhar e estudar a noite. Numa sexta pulei o muro da escola pra querer fumar um e trombei um amigo meu q tinha comprado, e me levou pra fumar com uns amigos dele numa praça. Jápor não conhecer os caras fiquei cm um pouco de receio. Ai bolamos um grande e fomos passando na roda, dei muitas tragadas, e a galera foi parando e eu fui fumando até o fim. Só que na hora tava passando policia na rua e eu morria de medo de ser pego. A policia foi embora e eu e meu amigo saimos andando, e eu rindo q nem louco, quando de repente parei de sentir meu corpo e o chão aprecia se torcer. Comecei a entrar em paranoia achando que ia morrer, não sentia meu corpo, axei uma torneira e enfiei minha cabeça embaixo, e não sentia nada. Parecia que minha alma tava saindo do meu corpo, na minnha cabeça estava morrendo. Tive varias alucinações, parecia q me teletransportava, e na minha cabeça via minha familia chorando porque eu tinha morrido. Foi muito foda. No fim meu amigo me largou sozinho e eu fiquei andando pela cidade no meio da bad. Sorte que consegui ligar pra um amigo meu e enquanto estava andando encontrei outro amigo que ficou cuidando de mim, me deram agua eme compraram um lanche, soh ai comecei a melhorar. Durou umas 2 horas mas pareceram umas 5. Depois disso tive varias crises de panico, passei um ano tenso da minha vida com a sindrome do panico. Aos poucos fui melhorando, fiz tratamento psicologico e tomei fitoterapicos (maracujina) por um bom tempo pra controlar a ansiedade. Tomei florais de bach também. Hoje 3 anos depois posso dizer que estou 98% recuperado e muito mais forte, não tenho mais crises de panico. Hoje vejo que foi uma experiencia ruim, mas que me amadureceu como pessoa e essa experiencia me fez olhar a vida de outra maneira, hoje estou mais forte e mais feliz, e tudo ficou para traz. Tentei fumar algumas vezes depois disso, só consegui algumas vezes e varias delas quase entrei em panico de novo, apesar de não ter chapado muito, mas parei de tentar a mais de dois anos atraz. Mas o que importa é que percebi que a vida tem outras coisas boas também e que maconha é só um pequeno detalhe, Hoje ela não faz falta nenhuma, estou feliz com minah familia, meus amigos, minha namorada, meu trabalho, a unica coisa q faço é beber umas cervejas de vez em quando.

    ResponderExcluir
  121. Só uma coisa engraçada que esqueci de mencionar: quando eu tava na bad, as pessoas falavam comigo só que o som chegava atrasado, dava um delay, e as vezes o movimento das pessoas travava, tipo quando um jogo da lag. Alguem teve isso? Na hora foi tenso demais mas hoje axo engraçado hauhauahuahh.

    ResponderExcluir
  122. Pra quem sofre com crises de panico depois de uma bad trip: eu passei pelo mesmo e agora estou bem e 100% recuperado! Acreditem, vocês podem se recuperar totalmente e ficar bem. Recomendo procurar um bom psicólogo pra conversar, procurar bons pensamentos e procurar confiar mais em seu próprio corpo. O que acontece é que com o trauma a gente fica assustado e cocm medo das próprias reações do corpo, o que a gente precisa é recuperar a confiança em nós mesmos e aprender a ter bons pensamentos! Eu me recuperei a base de conversas com psicólogo e maracujina por um tempo, pra controlar a ansiedade.

    ResponderExcluir
  123. Comigo rolou esses dias um lance estranho, e comecei a ver a erva com outros olhos. Muito eventualmente faço uso da erva, tipo, tem vezes que fumo 1 vez por semana, tem vezes q fico meses sem usar, enfim... Descolei um skunk esses dias, mandei no bong, parada bem concentrada, então entrei na viagem depois de uns minutos, e fui deitar na sala e ficar escutando rock, viajei mesmo, total, e já tenho quadro de ansiedade, já sei disso, é coisa minha, não tem nada a ver com droga, é de família, genético e tal. O lance é que depois de um tempo a viagem começou a tomar conta de mim completamente, e eu comecei a ter taquicardia e desencadear quadro de ansiedade, tentava voltar ao normal, mas a viagem tomava conta de mim de novo, fiquei nessa onda errada por alguns minutos, bem loko. Me lembrou a viagem q tive quando chapei de chá de noz moscada, que foi bem pior, mas já tava acostumado, então depois de um tempo consegui me controlar e voltar numa viagem mais tranquila.
    O que quero dizer com tudo isso? Sempre fui partidário da legalização, nunca achei que maconha fizesse mal, mas depois dessa comecei a ver com outros olhos cara, porque fumei muito pouco de uma parada que é muito forte, e entrei em outros níveis de viagem, que não é pra qualquer um, no meu caso tenho que estar preparado em tal, num lugar maneiro, e eu não tava, então agora sei que maconha não é tão inocente quanto o glamour por trás e que tem que respeitar e conhecer a erva. Então agora me pergunto: E se legalizasse? neguinho ia saír por aí fazendo altas concentrações, o que não é legal, tem que conhecer sacou?
    Fica a dica: Quem tem quadro de ansiedade tem que respeitar a erva, toma cuidado, mesmo se for fumar com uma galera, se for skunk, raxixe e tal, fuma pouco, senão dá onda errada.

    ResponderExcluir
  124. Galera, deixa eu falar uma coisa, to lendo os comentário aqui, muito bons, relato das experiências e tal, mas deixa eu falar, maconha NÃO CAUSA CRISE DE PÂNICO, ela só desencadeia um quadro já existente. A erva potencializa nosso estado de espírito, então se tu tiver noiado quando fumar vai ampliar isso. É o que tô dizendo, não pode fumar achando que vai ficar automaticamente numa boa, não depende da erva, depende de você. Como eu disse, tive uma onda errada ontem, mas já tõ tranquilo, vô voltar a usar, mas num estado maneiro, e digo uma coisa, já to acostumado com ataque de pânico, pq quando fazia faculdade e trabalhava eu tinha direto, mesmo sem fazer uso de nada. Nessa época até parei de beber, porque qualquer copo de cerveja já me deixava nervoso, com medo de perder o controle, me dava tremedeira, então já me conheço, e sei que isso depende da pessoa.
    Cada um tem que se conhecer, conhecer seu próprio estado de espírito e saber usar na medida certa. Não adianta demonizar a planta, que tanta alegria nos dá, tem que saber a medida certa.
    Vejo muito de molecada tragando que nem loko, não sabe usar, usa achando que é onda na certa. Não é, a erva é para ser usada por quem sabe, então tem que ficar esperto sacou?
    Cada coisa a seu tempo e em seu lugar.

    ResponderExcluir
  125. Fiz uma besteira esses dias, fazia 7 anos que não colocava um baseado na boca, e por andar meio triste, estressado por problemas, fumei um baseado, só tive viagens ruins, comecei a sentir o coração tão forte que achei que ia morrer, o maxilar travou, e uma angústia tão grande que achei que ia morrer, deu um desespero que quase fui no médico, só não fui pra minha família não descobrir que fumei, quando deitava e fechava os olhos, sentia uma sensação muito forte, como quando a gente sonha que está caindo, acho que é adrenalina decarregando, porém o resto foi só paranóia, quando fumava direto não tinha essas viagens ruins, só tive agora que fumei depois de 7 anos, mas vejo que é por minha condição, na hora que fumei me sentir muito culpado, sem valor, e sei que isso ajudou a desencadear a bad trip
    um conselho, quem já conseguiu parar, NÃO VOLTE PELO AMOR DE DEUS!

    ResponderExcluir
  126. Seria legal a galera q teve a crise, dizer se conseguiu voltar a fumar depois de um tempo e tal.. nem todo mundo ficou com "medo" da erva, tenho ctz q assim como eu, muitos querem voltar!!

    ResponderExcluir
  127. Boa tarde, meu nome é Higor, tenho 22 anos. Comecei a fumar maconha com 14, mas nunca foi frequente na minha vida. Quando cheguei aos 20 anos comecei a fumar mais vezes. Agora, com 22, eu fumo todos os dias, e constantemente tenho tido fortes sensações estranhas sobre o mundo e sobre as pessoas ao meu redor. No início a minha brisa fica normal, acho tudo engraçado, dou algumas risadas, mas depois fico sério e começo a ter uma visão das coisas, como se tudo fosse muito artificial e nada fizesse muito sentido. Sinto-me estranho no meio dos meus próprios amigos e isso me deixa um pouco preocupado. Li algumas coisas sobre "desrealização e despersonalização", e creio que isso esteja acontecendo comigo. Sinto-me diferente do mundo, vejo as pessoas com outros olhos, vejo as ruas, a cidade, tudo de uma forma muito estranha, como se nada fosse real ou tivesse que ser levado a sério. Me sinto diferente, por muitas vezes estranho. Eu era uma pessoa engraçada, agora fico sério no meu canto, e levo as pessoas como se fossem seres menores do que eu. Minha viagem com maconha tem sido cada vez mais profunda, nunca imaginaria que chegaria a isso, bem porque todos os meus amigos fumam e nunca me falaram nada sobre isso. Tenho medo de estar na beira de uma depressão, mesmo assim ainda gosto dessa "sensação" que a maconha me traz. O mundo está cada vez mais claro pra mim. Vejo tudo como realmente é. Comecei a ver sentido na frase "abrir a cabeça". Enfim, queria compartilhar isso com alguém, então aproveitei o tópico.

    Queria que alguém sentisse o que eu sinto, pelo menos pra trocarmos umas ideias, já que não sei o que fazer.

    ResponderExcluir
  128. deixem seus msn ai vamo criar um grupo

    ResponderExcluir
  129. Boa tarde pessoal,
    Que bom que aqui passamos por coisas parecidas, podemos trocar experiencias, então escrevo a minha:
    Fumo maconha há 15 anos, uns 10 profissionalmente, como diariam meus amigos, ja tive varias crises de panico, já tomo Sertralina 200mg ha algum tempo, continuo fumando, pois qdo paro as crises pioram, já passei por maus momentos como todos aqui, só que quando medicado tudo volta ao normal, ao equeilibrio, aos que estao no desespero, nao se desesperem, procurando ajuda Psiquiatrica as coisas tendem a melhorar e muito, entao relaxem e tentem comandar a mente de voces e nao serem comandados por ela, busquem alternativas saudaveis como frutas e verduras, exercicios fisicos, exposiçao ao sol.

    ResponderExcluir
  130. e ai pessoal meu nome é gabriel e o que aconteceu comigo foi de fato semelhante ao que aconteceu com o pessoal aqui mais infelizmente no meu caso foi ainda pior e não vi ninguem aqui que passou pelo que eu passei. tipo a 1 mÊs atras eu tava sem fuma já tinha 1 dia fumava dia sim dia não as vezes todo dia ai acordei cedo fui busca com meu amigo e tal bolei o trem fumei curti a onda um tempo ai de repente deitei no sofá e fui assinti um desenho animado ai senti um troço no peito parecia que meu coração ao inves de bate tivesse tremido e subiu um arrepio na coluna vinha um sensação de desmaio cabeça pesada não aguentei levantei bebi agua gelada tomei leite esperei e nisso meu coração arrebentando o peito era tão forete que me jogava pra frente e tremia tanto que nem consegui segura as coisas direito esperei e nada do meu coração acalma e nem das sençassões passarem pensei não tem jeito tenho que ir pro hospital chegando lá ainda esperei horas até minha mãe chega com meu cartão do plano de saúde supermal cerca de 2 horas esperando e não passava quando o medico viu minha pressão 17/10 derem remedio pra baixa e nada
    comecei a toma soro na veia e um remedio lá pra diminui os batimentos tomei uma dose e nada 2 doses e nada 3 doses e nada, ai até o medico preocupo ligava pra otro medico ligava pro irmão tmb medico tomei a quarta dose e começaram a ver resultados quase melhorando depois de 5 horas tomei a quinta dose e dois remedios pra pressão e melhorei mais ou menos depois ele me explico meu coração batia a 200 por min era fora do normal ate pra ansiosos era arritmia por um tempo, depois disso acabo meu sussego cheguei em casa foi 3 dias sem dormi tentava durmi sentia meu coração acelera minha pressão subia e assim foi por um tempo ainda bem que minha mente é forte tão forte que quase me mato porque eu achava que ia morre e nada me tirava isso da cabeça nem o sedativo nem nada hj to melhor to otimo bebo não sinto nada o cigarro to voltando devagar mais maconha é so fuma e me fude pra deu não posso com ela eu penso se um dia eu chera pó eu to morto hj so encho a cara até não acho mais saudavel nem mais economico mais a sensação quando vc bebe muito ainda é melhor que a do those abraço a todos quem kise converssa meu msn gabrielneedgy@hotmail.com

    ResponderExcluir
  131. Galera eu meio q me identifico com vcs mas fumo a pouco tempo e ontem foi a terceira vez q fumo um back,foi no dia do meu aniversario cara das primeiras duas vezes q eu fumei nao me fez nenhum efeito mas ontem 09/06/2012 dois amigos meus me convidaram(queria q nao tivesse acontecido),eu fui junto com eles,a gente foi no arroio,caminhamos durante uns dois quilometros,(ate ai tudo bem)chegamos la no arroio e um deles moquio o beck,ai ele fumo,eu fumei o otro cara fumo,ele de novo,eu fumei de novo e,passei a bola,levantei e meu coraçao disparo,meus nervos tavam a mil,fiquei mto loko de uma ora pra otra,sentei de novo e a coisa so piorava!e ai falei pra eles o q tava me acontecendo e eles falaram pra eu me acalma(eu nao conseguia,a droga tava me dominando,eu falava q ia morre e pensava cada bobagem loka,tava totalmente em panico,como eu nunca tinha fikado)ai eu falei pra eles q eu ia volta pra casa e sai correndo de la,(eu tava fora da casinha)no caminho de volta pra minha casa,eu lembrei q eu tinha minha festa de 17 anos pra ir e q ia vim toda minha familia la(dai eu fiquei mais loko ainda),quando cheguei a minha mae pergunto onde eu tava e,eu respondi normalmente,(nao falei q tava fumando maconha),fui toma um banho pra ver se nao passava o panico e nada,eu so fikava mais loko,ansioso e nervoso,tomei um cafe preto forte e meio copo de cachaça mas nao adianto nada,tentei dormi mas tmb naum ajudo,dai meu pai veio e falo q tinham chegado os primeiros convidados(dai eu fiquei mto loko e preucupado,achei q eles iriam nota q eu tava chapado)mas eu,mesmo estando loko,tentei fikar normal e ate q consegui me controla,mas foi sem duvida o pior aniversario e o pior dia da minha vida e hoje(domingo),quando acordei tava meio ancioso ainda e ate agora eu to um poko,mas so rezo pra sair de vez dessa e pode volta a dar uns tapinhas na marijuana,mas ja to meio q mal falado por ai...alguns de meus amigos me chamam de drogado e isso so me deixa pior ainda,tenho medo de q alguem da minha familia fiq sabendo disso...mas eh isso ai e eu espero q eu nunca mais eu entre em panico como ontem!,tentei relatar mais um menos como me senti ontem(e ainda me sinto hj)abraço a todos vlw.

    ResponderExcluir
  132. ola galera apos ter tido um problema com a maconha eu resolvi procurar alguma informação para entender melhor o que tinha acontecido comigo, eu fumei durante uns 4 anos quase todo dia, fumava de manha de tarde e de noite, não o tempo todo mais sempre que dava vontade eu dava uma bolinha, mais não fumava muitos baseados, eram no maximo 3 por dia, mais geralmente eram apenas 2 baseados, uma certa noite apos ter dado umas bolas eu fui na casa de um amigo, estavamos conversando esperando a janta ficar pronta quando eu senti como se fosse minha pressão baixar, fiquei um pouco tremulo me senti um pouco mal mas logo fiquei normal, bom jantei tranquilo, e quando cheguei em casa como de costume ia da uma bolinha pra dormir de boa, dei umas duas pegadas e apaguei o back rapidinho me deu um negocio estranho, tipo um apavoramento, eu entrei e fui pro computador ja com aquilo na cabeça, logo meu coração disparou, e ficou batendo forte, eu tentei me acalmar respirava fundo sempre tentando manter a calma, mais aquilo não passava foi me batendo um medo de não passar ou seila de dar um ataque do coraçao um infarto, eu decidi ir pro banho, entrei no chuveiro com a agua meio fria pois eu nao ouvindo meu coração que estava disparado ainda eu iria me acalmar mais rapido, bom após uns 30 minutos eu começei a ficar melhor, depois disso resolvi que não ia mais fumar, mas eu gosto do baseado, acho legal fica de boa no meu canto so curtia isso, nunca tinha tido nenhum problema nem nada, fui firme com minha decisão de parar fiquei assim durante um mês mas sempre batia a vontade, uma tarde resolvi fumar novamente, bolei um baseado bem menor desta vez, dei umas bolinhas de boa, quando acendi o baseado pela segunda vez bateu de novo aquele panico, é uma senssassão ruim, o coraçao disparava da um nervoso pq aquilo é diferente do que geralmente acontecia, novamente eu fiquei nervoso decidi nao fumar novamente pois fiquei com medo de sentir aquilo td de novo, hj ja tem um tempinho que nao fumo, mas pra falar a verdade eu tenho vontade pois acho muito massa curto um baseado, o cheio a pira fico de boa, se alguem ai achar uma saida me avisa pois eu to no aguardo, ate mais galera td de bom...

    ResponderExcluir
  133. O que rola cmg é MUITO parecido com o amigo acima q postou (18 de junho de 2012 19:57). Um dia de madruga eu tive essa "crise", fiquei uns 10 dias sem fumar, dai dei 2 bolinha, fiquei "legal", dai dps de 2 dias, fumei e tive uma crise mt sinistra, agora to 4 meses sem fumar, to na maior vontade, pq gosto muito mesmo, ja dispensei milhares de becks, pq minha galera toda fuma, agora to querendo voltar, mas to meio inseguro ainda. Seria bom que alguem que ja teve essa crise falasse algo q nos ajudasse, valeu!

    ResponderExcluir
  134. Começei fumar com 18anos para 20,depois de ter pedido o tempo de serviço e entrado em deepressão após ter uma treta feia aqui na familia(meu pai qe bebia demais a ponto de ameaça minha mãe e eu tal, ja sai no soco com meu pai, e QUASE ja bati na minha mãe, por estas brigas acontecer TODOS os finais de semana)fumei durante quase 2 anos, nos primeiros dias fumava nem 1,2 por dia, mais depois de algumas semanas, fumava em torno de 7, 9 baseados. Quando chegava final de semana, chegava nego de todos os lados apertando pra nois aqui onde eu moro, saia uns 12 baseado em média(dia) nos finais de semana. à uns meses atrás, fumei 3 na casa de um parça com a galera reunida e tal, ambiente bacana, altas risadas e assuntos pra chorar de rir.. descemos pra esquina aqui , como de costume, porem mi sentei, e começei a ter uma brisa muito diferente que nunca tinha sentido, geral trocando ideia mais, eu nao escutava uma palavra que eles falavam. De repente, eu sai de mim mesmo, escutava vozes e via a galera toda olhando pra mim, não conseguia entender nada do que eles diziam, coração desparado, não conseguia falar e parei de respirar alguns instantes, no começo eles estavam tirando uma mula; 'game over' 'bateu a N(ave)', e eu assenando com a cabeça,como se tivesse concordando, mais eu nao tinha nem ideia de quem tava mulando tirando onda comigo. Até que pararam de mular, e ficaram preocupado. Enfim, depois de alguns segundos sem respirar, parecia que tinham tirado alguma coisa do canal respiratória como se tivesse uma porta impedindo eu de respirar, e aos poucos fui retornando ao normal, meu folego estava de volta mais ainda respirando que nem cachorro com sede. mi ajudaram a levanta e vim embora. no otro dia nao mi lembrava nem da mentade doque tinha acontecido, falaram que eu tinha parado de respirar durante quase 1 minuto e dava pra perceber pelo meu pescoço os batimentos e o corpo tentando me-manter consciente. Após isto nos primeiros dias, não conseguia durmir, pegava no sono, mais depois de alguns minutos tinha uma falta de ar, e acordava como se alguem tivesse tampando minha boca e meu nariz, que nem se eu tivesse apnéia.depois de 3 semanas sem fuma, dei uns tapas em um bem bolado, e fui joga um bilhar, fiquei totalmente concentrado no jogo,as vezes alguem mi chamava, e tal, só que eu não respondia, pra mim era algm conversando la no otro lado do bar, uma hora qnd fui jogar, alguem falo que minha mãe estava na frente do bar mi chamando(só pra ver se eu ia responder, dar atenção), mais eu involuntariamente não conseguia raciocina e responde, de tão chapado que tava. como se eu escutasse por um lado, soltava no otro.
    Pensei que fosse louco, e tinha algumas ideias, como se todos ficassem falando e mi criticando por costas etc... até o ponto de eu para de vez com o cannabis, aos poucos tenho retomado ao estado 'normal' mentalmente, e fisica tambem.

    Agora fas uns meses já, que não fumo cannabis, geral mi convida pros rolê, até vou mais nem fumo, tanto medo que tenho de ter as mesmas brisas erradas que nem penso mais em fumar!!

    Legal ler outros relatos parecidos aqui no blog.Vou continuar lendo outros relatos que postarem.


    abç a todos

    ResponderExcluir
  135. Fumava um desdos 15 anos, hj to com 31, ano passado tava fumando d+ e nao era basiadinho, o negocio era violento mesmo, fuma uns 3 por dia de semana e fds uns 9, la pra setembro mais ou menos começou me dar umas brisas estranhas, tampava a garganta, adormecia a boca, o coração ia quase 200 a pressao subia, uma dor violenta no estomago e peito, e akela locura de pensando q ia morrer, mas até ai nem achava q era por causa da maconha, ai começou a piorar essas sensações ai comecei a desconfiar q era da maconha, fikei 3 semana sem fumar pra tirar a prova dei umas 5 bolinha e puff de novo a crise, ai comprovei q era por causa da maconha, fui procurar um médico clinico geral e falei oq tava rolando mas nem falei q fumava, ele me disse q era todos os sintomas de sindrome do panico e pediu pra pocurar um psquiatra, e fui, la ele me explicou q devido a umas paradas q havia acontecido cmg no começo do ano e por causa da maconha estorou essa sindrome, agora so to na base do remedio, q e muito foda, na seca de fumar um, mas e tenso, mas vo conseguir dar a volta nessa bosta de sindrome, eu sei q e da cabeça, eu era normal antes pq nao posso voltar ser como antes, eu vo conseguir, so por na cabeça q isso e medo de sentir akelas sensações!!

    ResponderExcluir
  136. Ola meu caso foi parecido com o de vcs.

    Sempre fumei maconha todos os dias nos ultimos 9 anos e sempre me senti bem.
    Mas no dia do meu aniversario de 25 anos tive um taquicardiaca mto forte e depois disso tentei fumar outras vezes e minha pressao subia meu coração disparava.
    Amava fumar maconha e era um dos grandes prazer da minha vida e agora tive q parar de fumar para ver se meu coração para de acelerar e minha pressao para de subir.
    Fui em medicos, cardiologistas, pskiatras , pscicanalista e tdo mais e me receitaram tomar atenol e cloridreato de fluxotina.
    Estou sem fumar e sem beber a 1 ano e tomando remedio, no começo foi dificil , fikar sentindo obestinencia forte e efeito colateral forte dos remedio e ainda por cima com medo de morrer e tdo mais , pois nunca tinha passado por essas crises.
    Sou estudante de medicida, e pai de familia e agora vo fzer 26 anos e 1 ano praticamente que to careta.
    FIko com vontade de parar de tomar a fluxotina e o atenolol e voltar a ser uma pessoa normal , mas tenho medo de parar e voltar a sentir meu coração acelerando denovo.

    Nao tenho caso na familia de ninguem ter tido isso!
    E sempre fui mto saudavel tbem.

    Acho q voltar a fumar maconha nunca mais vou poder mas talvez seja o rpeço q to pagando por ter fumado tanto e ter cido oq mais fumava da turma e o mais maconheiro de tdos.

    Minha vida teve que tomar outros rumos.

    Nos ultimos anos eu frequentava tbem a religiao do santo daime mais tenho medo de voltar pelo menos a tomar o cha e sentir sensaçoes ruins igual a eu seni com a maconha de meu coraçao disparar , eu ter falta de ar e tdo mais.

    Na verdade eta sendo um estudo ser careta e enfrentar a vida de cara limpa mesmo!

    Só espero um dia poder voltar ao normal e nao prescissar oamr nenhum remedios.

    Fumar ainda sinto vontade mas keru procurar eskecer!
    no fundo é um carma mto grande q tenho com a erva e keru tocar a vida sem erva e sem problemas de saude daki pra frente!

    E temos q ser mto forte.

    querm quiser conversa me add no msn.

    erickmb22@hotmail.com
    abraço a tdos

    ResponderExcluir
  137. Para contribuir: a droga que pode desencadear a síndrome do pânico, esquizofrenia e outros problemas em pacientes já predispostos e não diagnosticados, não é a "maconha", e sim o THC.
    A maconha é uma planta, não uma droga, mas sim, ela contém canabinóides, que são substâncias psicoativas. O THC é o principal, é responsável por grande parte dos efeitos já manjados, inclusive os indesejados. Mas há também outros canabinóides, o segundo mais importante em concentração e o CBD. Ele é responsável por efeitos mais corporais e é um potente ansiolítico, cortando os efeitos indesejados do THC e até combatendo a ansiedade em quem sofre desse mal (eu me coloco nessa categoria). Mas como a maconha é proibida no Brasil, é ilegal plantar cepas com maior teor de CBD, ficando assim os usuários expostos à maconha do tráfico (que vende em qualquer esquina, inclusive nas UPP).
    Vinda do Paraguai na ilegalidade e visando lucro fácil e rápido, ela não têm os cuidados que garantem alto CBD (maturação correta das flores, processo de cura, etc). Além disso, há os riscos sanitários (agrotóxicos ilegais, lixo, fezes e urina humanas e de animais, etc).

    ResponderExcluir
  138. Oi gente, estou muito curiosa sobre o assunto pois tive um crise dessas ontem. Já havia fumado maconha, sempre fumo esporadicamente com amigos mas não sou daquelas que compra nem fuma todo dia. Sempre tive sensações boas de relaxamento e até mesmo desligamento da mente, como se o raciocínio estivesse mais lento porém das ultimas vezes que tenho fumado pra cá minha mente não pára um segundo e as idéias vem muito rápido. Sempre falava que maconha estava me fazendo mal e que não iria mais fumar mais ontem antes de sair para uma festa uma amiga veio em casa e fumamos eu, ela e meu namorado. Eu dei pouquissimas bolas comparado as que eu dou e estava me arrumando para sair. Do nada falei para eles que estava estranha, a sensação é indescritível, acho que só quem já passou por isso sabe o que é.. De repente saí fora da realidade, como se tudo que eu vivesse fosse um mundo de mentira, fiquei com muito medo e preocupada porque minha amiga e meu namorado também ficaram assustados com a minha reação, senti meu coração acelerando, senti minha orelha queimando e eles me davam gelo para melhorar, quando me deram um biscoito para comer senti minha garganta fechada e achei que ia morrer de falta de ar, queria minha mãe por perto e só consegui me controlar porque se fosse para o hospital as coisas iam piorar. Minha amiga foi me tranquilizando aos poucos dizendo que tinha que me movimentar e que aquilo que eu estava sentindo é a famosa ''bad trip'' mais suspeitei desde o princípio que estava surtando e agora após ler o assunto não tive dúvidas de que tive um ataque de pânico. Realmente isso é o inferno em vida, não desejo pra ninguém... fiquei com medo de estar completamente louca e não voltar ao normal. Estou postando aqui para que outras pessoas possam ver e se sentir mais confortadas ao saber que isso é completamente normal. O que aconselho as pessoas que passam por isso é se movimentar, não ficar parada no mesmo lugar e nem deitar pois isso aumenta a sensação de sufocamento.. depois de algum tempo saí do apartamento e isso melhorou bastante também, sempre ter o pensamento que isso vai passar porque realmente passa e que isto está apenas em sua mente. Para os que estão presentes no momento não se afobem e principalmente, não afobem a pessoa, procurem falar palavras confortantes. Bom, espero nunca mais passar por isto na vida e espero que tenha ajudado pessoas com este post.

    ResponderExcluir
  139. Eu estou passando por algo parecido agora. Ontem eu fumei maconha acho que um pouco de mais e fiquei muito mal mesmo, algumas coisas parecidas com uns relatos ditos aqui em cima. Então, o que eu faço? As vezes tenho pânico achando que nunca vai passar. Se eu sair de casa, dar uma caminhada, melhora? To com medo de surtar lá fora... rs

    ResponderExcluir
  140. Olá anônimo, eu postei em cima do seu comentário. Depois que tive essa crise no Domingo pesquisei muito sobre o assunto e me senti aliviada quando vi que outras pesssoas passaram pelo que passei. Primeiramente aconselharia você a saber se realmente o que tem é pânico ou se está somente deprimido.Vale ressaltar que as pessoas que sentem isso ao fumar já tem uma pré-disposição á crise e a maconha é apenas o gatilho para desencadeala. Se for pânico com certeza você saberá pois os sintomas são únicos e terríveis mas não se assuste, passa! A sensação de achar que está louco ou de que vai morrer é completamente normal e existem técnicas para controla-las. Recomendo este blog:
    http://fuiaoinfernoevoltei.blogspot.com.br/
    Me ajudou muito.
    Em relação a sair e dar uma caminhada no meu caso melhorou, e acho que melhora mesmo em qualquer situação pois quando se tem a crise precisamos focar o pensamento em outra coisa. Deitar, ficar em um lugar abafado é pior. Respirar fundo também é importante. Porém o mais importante de tudo isso na minha opnião é procurar imediatamente a ajuda de um profissinal (psicólogo e psiquiatra) que é o que eu vou fazer. Diante da crise de pânico ser uma descarga de stress, com certeza você tem passado por situações em que está sendo pressionado diretamente ou indiretamente e não está sabendo lidar, filtrar ou canalizar esse stress, por isso o psicólogo te ajudará a lidar com isso e o psiquiatra para amenizar estes sintomas. Vale ressaltar que remédio não cura crise de pânico, quem cura é você.. o remédio só ameniza os sintomas fisiológicos mais o problema está COMPLETAMENTE ligado ao emocional. Diante do fato de fumar,bom, isso vai da cabeça de cada um. Se uma coisa me fez levar a essa situação tão assustadora não arriscarei de novo e aconselho as pessoas do blog que tiveram experiências parecidas a não usar novamente. Existem pessoas que fumam a vida toda e não tem nada, já outras desencadeiam problemas e pode sim, para estas pessoas, ser periogoso. Na minha opnião é ignorância insistir no erro. O caminho certo é procurar ajuda profissional...Espero que tenha ajudado, um abraço.

    ResponderExcluir
  141. eu sou o anderson tenho 19 anos e tanbem do nada começou a dar essa crise do panico ne mim eu era nuito normal sempre fumava huns par de back hj eu concigo mais ou menos da uns trago ainda mais e foda q da mo bed o coraçao começa a acelerar uma dor no peito da uma sindrome do panico a jente pença q vai morrer da uma anciedade eu fumo maconha des dos 13 anos e nunca tinha dado isso ne mim senpre antes eu fumava e ficava mo relexado agr eu fumo nem consigo nem ficar um pouco parado q começa duer p peito começa a acelerar o coraçao ja fui no medico eles falavam q eu nao tinha nada no coraçao mais mesmo assim com essa bed eu fumo maconha ainda porque eu gosto muito eu fumo dai começa a acelera o coraçao da uma brisa ruim pra caranba depois de uns 10 minutos começa a dar a brisa dahora aquela q vc relaxa fica bem de boa ate de beber parece agora q ta dano medo fuma cigarro tanbemmais enfim essas coisa ninguem daqui esperou mais agr e´muito foda perde ate passeios lugares dahora mais mesmo assim eu fumo ainda e nao pretendo parar nao porque eu gosto eu tenho uma esperança q eu vou voltar al normal e voltar a fumar e fica bem relaxado espero q vcs veja meu depoimento e comente é´nois se cuida um dia nois vai sai dessa.falouuuu

    ResponderExcluir
  142. Então, tive essa crise como a maioria da galera aqui, postei uns tempos atrás, inclusive. Fiquei 4 meses sem fumar, daí um dia estava tomando uma vodka, meio alto, resolvi fumar com 2 amigas, dei uns 4 peguinha, nada demais, já começou a me dar onda, foi muito estranho, eu fumava todo dia, mas dps de tudo q rolou, desse tempo todo sem fumar, parecia q nunca tinha fumado, foi uma onda estranha, mistura de sentimentos, ei fiquei "tranquilo", não passei mal, mas fiquei desconfortavel, nao foi uma onda boa, como era antigamente.. mas tb nao foi ruim, nem um pouco ruim, se comparar com a "bad". No fds seguinte em um show de hip hop, fumei novamente, só que haxixe, foi intenso, fiquei mais ou menos do mesmo jeito q na semana anterior, mas consegui controlar, e como era mais forte, to me sentindo muito mais confiante. Posso dizer pra TODOS, deem um tempo pro corpo e pra mente, dps voltem aos poucos(para os que querem voltar), é tudo na nossa cabeça galera. Força!!!

    ResponderExcluir
  143. O meu é parecido com muitos dos comentarios acima so fumei maconha 3 vezes a primeira vez foi na praia com uns amigos meus dei uns 3 4 tragos mas nao senti nada na hora so depois de 20 min ai derrepente parece que meu corpo começo a derreter sahusha ai começo uma brisa legal ate gostei fui pra casa comi e fui durmi de boa a segunda vez foi na praia tabem nois fizemos uma rodinha e começamos a fumar eu dei dois traguinhos e no mesmo momento meu olho começo a fica caido percebi que nao era a mesma brisa de antes derrepente me bateu umm desespero coraçao a mil e com muita cede nao conseguia nem raciocinar parecia um noia comecei a durmi acordado D: depois disso fui pra casa tentar durmi e pensando que tudo ia passa quando eu acordace mas nao parecia que a brisa ainda nao tinha passado parecia que eu ia ficar louco fiquei em desespero depois disso fiquei em depressao mais ai comecei a passar em psicologos e depois de uns 4 meses fiquei melhor D; e a coisa mais orrivel que aconteceu comigo ...


    isso so foi uma resume do que aconteceu por que a historia e bem mais lona

    ResponderExcluir
  144. Olá, tenho 17 anos e tive minha primeira experiencia aos 15. Nesse dia, eu e meus amigos resolvemos fazer um Brigadeiro de Maconha. Nunca havia experimentado a erva, eu estava muito animada. Fomos a praia, o brigadeiro estava tão mole que a gente tomou no canudo. Minha amiga e a amiga dela entraram na vibe muito rapido. Ja eu e o amigo dessa amiga, que ja era experiente, nada acontecia. Até que do nada deu um BAM BAM, parecia cena de homem aranha, via meus vasos se dilatarem, meu coração batendo muito rapido, comecei a achar que a onda da praia ia me levar junto a ela, foi horrivel. Boca seca, não conseguia engolir nada. Não pude voltar pra casa, fiquei com muito medo da minha mãe. Acho que com isso despertei uma possivel crise de panico, porque essas sensações de medo e tal se repetiram durante um show quando eu roubei uma pizza do balcão e minha prima falou que podia estar envenenada. Comecei novamente a achar que iria morrer. Mas enfim, ha poucos dias tomei coragem de experimentar de novo, dessa vez fumando mesmo. Dei 2 tragos, eu acho que deu uma ondinha, mas não fiquei assim, como todos falam que é louco e tal. Me deu muita fome, mesmo sendo pouca quantidade. Penso que possa ter sido placebo.

    ResponderExcluir
  145. Nao coloque a Culpa na Maconha, pleas coisa ruins da sua vida, paciencia se o seu Psicologico e fraco amigo.

    A maldita maconha pra vc, é uma maravilha para outros.

    ResponderExcluir
  146. Pessoal, o aumento de crises de panico associadas ao uso de maconha tem a ver com o aumento da oferta de skunk no mercado, maconha de laboratório tem altos niveis de THC comparados ao CBD, que no caso da cannabis sativa (brown) é menor. Então tem gente acostumada com brown que quando fuma skunk acha estranho, tem bad, coisa que nunca teve. Com conhecimento de causa afirmo que COM CERTEZA tem bastante diferença entre a onda de brown com a do Skunk, então fiquem ligados e saibam o que estão fumando.
    Para mim, que também tenho ansiedade e vez em quando ataques de panico, fumar brown é tranquilo, posso mandar a qualquer hora que não tem stress, é só lombeira, agora com Skunk é diferente, começo a viajar e minha mente se acelera, fico umas 2 horas viajando com a mente acelerada, a lomba só bate depois de umas 4 horas. Mas tomo cuidado com skunk, pois sei que ele pode me dar bad com bastante facilidade, e o mesmo tem que valer para vocês, tem que se conhecer, se entender primeiro, para não ter conflito na mente e no corpo sacou?!
    Abçs!

    ResponderExcluir
  147. digo182_@hotmail.com

    Se alguém quiser conversar comigo, que infelizmente, estou passando pela mesma coisa é só add esse e-mail... Vamos nos ajudar, acho que só quem passou por isso entende. Abraço, mt bom o bloG!

    ResponderExcluir
  148. Fumei maconha durante 1 ano sempre tinha uma brisa suave e talz, chego um dia na escola fui fuma um baseado pqp aquele dia foi pior dia da minha vida, comesei a fica doido eu via as pessoas tudo torta falando de morte..., eu comesei a dormir acordado foi terrivel, tou 8 meses em tratamento contra sindromedo panico aos poucos to me recuperando,,,;\

    ResponderExcluir
  149. Oi,eu tenho 16 anos , quando e tinha uns 13 anos eu era louca pra fumar maconha , quando eu fui pro 1°colegial ,comecei a conhesser colegas qe cutinham a danada ,ofereceeram pra mim , foi um baseado peqno,fumei um pouco e pa , fiquei suave .. depois de um tempo um outro amigo meu me chamo pra fuma,eu tava doida pra sentir a briza de novo , tinha uma galaeraa com ele , sentei do lado dele , e o beck foi passando de boca em boca , tava suave , fumeei muito , bateu o sinal pro intervalo , eles sairam de role .. encontrei uma amiga minha e sentamos na escada , ela começou me mostrar um video , eu rachei de rir , eu ouvi o sinal bater ,mas o sinal não tinha batido , as pessoas começaram a ficar turvas , eu não ouvia ninguem , eu falei pra minha amiga que eu estava passando mal , eu fiquei palida e tremiaa muito ,ela me levou pro banheiro , foi a pior sensção que e senti , parecia qe não tinha ninguem perto de mim , foi orrivel , depois a briza torta foi passando ,depois de um tempo fumei denovo e passei por isso novamente , hoje ainda fumo , mais regularmente ..
    voc só passa mal se voce quizer , basta ouvir um reggae e fumar pouco ,voce sente a briza deliciozamente ;))

    ResponderExcluir
  150. Poxa, que legal ver varios depoimentos parecidos com o meu. Eu era um garoto meio vida loka no meu ensino fundamental, sempre fui precoce começando a beber aos 14, não muito; e também cheirando loló na escola, até que fui pego e transferido. Chegando no novo colegio, conheci uns amigos que fumavam maconha (estava na 8ª serie na epoca) e dei uns tapinhas, FOI A MAIOR BAD TRIP DA MINHA VIDA. Fiquei imaginando que meu pai iria me pegar, ou a policia, sempre com sensação de perseguição, muito ruim.. Daí eu parei por 1 ano e experimentei novamente com uma menina que eu ficava na época, fiquei louco demais pois consegui a apreciar da melhor maneira possivel, bons tempos.. mas dai a casa caiu por volta de 1 ano e 6 meses depois, meus pais descobriram e me colocaram pra trabalhar, arranjei namorada e estudo direito. Porem num vai-e-volta desses fumei maconha de novo com amigos de infancia cujos tenho enorme zelo. Isso também há mais ou menos 1 ano e 6 meses.. Porém estou tentanto parar hoje, pois apesar dela ser boa, me atrapalha diariamente pois quando nao a fumo, estou pensando em bolar um baseado.. Comecei a estagiar num escritorio, vou caretar de vez e seguir a minha vida.. Não penso em a fumar mais, porém não direi NUNCA, ninguém sabe o dia de amanhã né, e a vida é cheia de surpresas!! Vou ser um velho maconheiro!! AHUAHUAH, abraço e boa sorte galera! Vamos juntos!

    ResponderExcluir
  151. Eu tbm tive essas sindromes do panico a primeira foi com a maconha um dia de boa fui fumar aquele beg de todo dia aew eu dei a primeira bola nussa entrei numa BAD TRIPLE NERVOSA eu apaguei e cai de cabeça no chão mais não senti nada meu amigo falo que eu fikei desmaidado uns 30 minutos mais na pira eu vi eu desce quando eu nasci vi todo minha familia quando era criança tipo eu vi toda minha vida em 30 minutos foi muito loko aew quando eu acordei achava quee tava morendo coração acelerado nussa uma sensaçao bem ruim mesmo cai de cabeça no chão nossa depois fui da uma bola no beg vishi doeu muito minha cabeça mais foi umas das piores sençaçoes que eu senti depois disso passou um tempo eu fumava um beg me sentia mal nussa um malz estar danada aew parei de usar maconha aew por iditoce minha comecei a usarcocaina e crack no começo era uma sensançao muito ruim mais o vicio queria que eu usavase de novo aew comecei a ter as bad triple no consumo do crack e da cocaina tbm nussa mais parecia eu ia morrer muito ruim mesmo parecia que ia ter uma overdose aew parei com tudo hoje em dia nao fumo nem cigarro nao bebo nao uso nem um typo de drogas tinha uns malz estar ja faz uns 4 anos na minha vida tive depresao hoje em dia to melhorando typo eu to depresivo mais eu acho que jaja to normal de volta um conselho nunka usem cracke cocaina e pior merd@ do mundo maconha e natural ate que vai mais nunka usem drogas quimicas que deus abençoe todos abraços

    ResponderExcluir
  152. Bom,fumo maconha desde os 14 anos, dos 16 pra cá praticamente todos os dias, com uns 20 anos comecei a querer parar de fumar. Foram inúmeras tentativas ao longo da vida, chegando a ficar 6 meses sem fumar, e depois sempre acabei voltando, e sempre fumando um pouco mais. Praticamente todos os meus conhecidos fumam, principalmente meus amigos de infância, o que dificultou bastante conseguir parar de fumar. Hoje, com 32 anos eu continuo querendo parar de fumar maconha pura e simplesmente por ter total nocão do quanto esse maldito vício me atrapalhou durante toda minha vida. Além de me prejudicar em todos os aspectos da vida, tornou minha vida vazia, pois tirou minha memória. Não me lembro de 80% da minha vida, e isso não tem volta. Me sinto um homem que disperdisou a vida. Sei que não é desculpa com a mesma certeza de ter sido prejudicado pelo vício, pelo efeito colateral ocasionado, pela troca de personalidade e valores. Enfim, escrevo aqui de forma quase desesperada na tentativa de me ajudar e ajudar alguém que me de ouvidos ou que se identifique com o relato. Perdi muito nesses 18 anos de uso. Mas sei que ainda tenho muita vida pela frente e ainda da tempo pra muita coisa, se Deus me permitir.
    EU QUERO PARAR!
    EU VOU PARAR!

    Espero que jovens que leiam esse relato entendam o valor. Não fumem maconha. Não caia no papinho de que não faz mal, é uma erva natural. Tudo besteira. É droga como qualquer outra. Vai te prejudicar com certeza!

    ResponderExcluir
  153. oi galera sou cego a 5 anos fumu maconha a 7 , senti varios desses sintomas, mais não tinha fumado ainda não sei se tenho a sindrome mais vou pesquisar fiz varios exames não deram em nada ja estou louco mais não quero parar de fumar abraços julião ...

    ResponderExcluir
  154. aaaa sem esquecer meu msn juliobatera666@hotmail.com adicionem o cegão valeu !!!

    ResponderExcluir
  155. Era pra ser só uma noite de domingo comum, mas não foi.
    Sempre curto dar umas 9 bolinhas, já tem 1 ano que fumo toda semana, pelo menos 3 vezes na semana, sempre a partir de 23h, pra ajudar no sono, ter uma onda legal, ficar de boa na net e tal...
    Ontem, dia 8 de outubro, as coisas não saíram como pretendia.
    Fumei, e voltei pra casa.
    Deitei na minha cama como de costume, e de repente comecei a sentir a onda. A princípio parecia que ia ser uma onda incrível. Mas comecei a achar minhas pernas e braços muitos pesados. Depois a respiração ficou forte. O coração batia rápido, e de repente parecia que ia parar. Era o sono, que estava tentando dar sinal para o corpo e meu cérebro não deixava. O corpo queria dormir, e o cérebro estava ligado. Eu passei por todos os estágios do sono de forma consciente. FOI HORRÍVEL! Minha cabeça não parava de trabalhar, eu pensava em amigos, família, cachorro, trabalho, tudo ao mesmo tempo... A cabeça começava a sonhar, e quando ia pro sono profundo, eu sentia que era a morte, e não o sono profundo. Cheguei a pular da cama e dizer pra Deus “Não quero ir agora!”, e olhava pra cama, pra ver se eu ainda estava deitado, morto. Decidi sair do meu quarto, pra ver se meus pais me enxergavam, ou se era só meu espírito vagando pela casa. Olha... Foi a pior situação da minha vida, era como se eu tivesse desencarnado e não quisesse aceitar. Minha mãe me viu e perguntou o que eu procurava, eu disse que queria o celular do meu pai. Peguei o cel e liguei pro meu namorado, e tive várias sensações de espírito saindo do corpo enquanto conversava com ele, e perguntava desesperado se ele ainda me ouvia, porque achava que tinha morrido... Foram mais de 20 vezes essa sensação. Estou traumatizado. Com muito medo de fumar. Nunca aconteceu isso comigo antes, e meus pais tb não sabem que eu fumo. Decidi ir à sala e pedir para meu pai medir minha pressão, que estava 14/8, e normalmente é 10/6. Minha mãe disse que eram minhas noitadas acordado, minha insônia, e que uma hora o corpo fala, Mas eu sabia muito bem o que tinha feito pro corpo “falar”. Não desejo a ninguém o que houve comigo, mas estou inconformado de ter passado por isso. Ainda quero fazer um teste e ver se realmente não posso mais fumar mesmo, ou se foi algo excepcionalmente corriqueiro e assustador.
    Prometo relatar mais coisas em breve.

    ps.: vale lembrar que sou viciado em coca-cola, que também me mantém acordado por mais tempo do que o normal, além de ser fumante há 7 anos de cigarro, 1 maço por dia.

    ResponderExcluir
  156. Oi, gente!
    Como prometi, outro relato:

    Após 1 semana, tive uma nova crise.
    Acredito que seja pela qualidade do beck que comprei, outros amigos fumaram e acharam ele muito diferente, mais forte, mais pesado, como se tivesse algo misturado...

    Ontem eu tive taquicardia, tremedeira, sensação de possível desmaio, pé e mãos geladas, sensações de calor e frio alternando...

    Enfim, foi péssimo também, mas como eu já sabia que era possível, tentei manter o controle o máximo possível, mesmo sem êxito. Melhorei depois de 1h em crise...

    Enfim, dessa maconha que comprei, não uso mais.
    Talvez eu ainda volte a fumar, mas outro beck, porém, não está nos meus planos.

    ResponderExcluir
  157. Oi meu nome é Gabriel tenho 20 anos, sou usuario de Maconha há uns dois anos eu acho, mas o uso frequente tipo todos os dias faz um ano acredito, e tipo, há uns dois meses atrás eu tenho reparado que tenho pensado mto na morte, que posso morrer a qualquer momento e que as pessoas a minha volta poderão morrer, sinto pontadas no coração, sudorese em excesso, as vezes eu perco a noção de espaço, parece que vou perder o controle da minha mente e nunca mais voltar a ser normal, ou as vezes penso em ficar no meu quarto até envelhecer, eu tenho tido umas "Bad Trip" muito frequentemente, semana passada fui a um baile do hawaí numa cidade vizinha e acho que tive uma crise, eu suava muuuito pingava suor, meu coração acelerou, vomitei, deitei, nem de pé eu ficava, isso durou mais ou menos uma hora, eu não sei o que houve, eu havia fumado um baseado antes lógico, mas dentro da festa eu tomei wisky e cerveja, então não sei ao certo se foi a droga que fez isso pq nunca havia acontecido isso comigo até então, por favor, se vcs puderem me ajudar e me orientar por favor entrem em contato, meu man: gabriel.borgir@hotmail.com, face - Gabriel Hermanni.

    ResponderExcluir
  158. Gabriel, tô passando por uma fase MUITO PARECIDA com essa sua, tenho 21, até a idade é quase a mesma, sinistro!!! Depois que comecei a me sentir assim, fiquei 4 meses sem fumar, já voltei a fumar tem quase 4..eu fumo todo fds, as vezes durante a semana, as vezes tenho um principio de bad trip, mas me controlo e esqueço. De qualquer forma, fumo pouco, fico devagar. Essas pontadas no coração que são sinistras, e o medo da morte por qualquer coisa, apesar de tudo, to levando...que Deus nos guie!!!!

    ResponderExcluir
  159. fumava desde os 13 anos.. hoje tenho 18.. fumava muito e quase todos os dias, nao podia passar 1 dia sem fumar aquele beck. Um dia querendo ficar bombado tomei um pre treino para malhar e mais um pro hormonal e fui para academia , malhei igual um bixo ( era o primeiro dia que usava esses dois componentes juntos , antes havia usado, mas separado) dai voltei para casa cansado pois o treino foi puxado e comi e fui tostar ''aquele'' para dormir e nao deu certo nao bateu como antes nao bateu sono nem fome fiquei rolando na cama suando frio e sem sono e pensei deve ser lombra minha.. voltei e fumei outro pra ve se passava sei la e nao deu certo quando fui deitar na cama para dormir meu coração explodiu foi a uns 120bpm's pensei que ir morrer do coração e falei mãe to infartando me leva pro hospital correndo,e assim fui para o hospital e me deram um calmante falando que eu tava tendo um taquicardia e voltei para casa assustado com o que tinha acontecido mais estava tranquilo pensando que era coisa do suplemento que tomei para malhar. No outro dia tomei o so um dos suplementos e malhei normalmente e depois sair com meu primo para um barzinho e tava com umas sensações esquisitas mais tudo certo peguei uma gatinha que me deixo mais de boa e fiquei com ela a festa inteira e esqueci dos sintomas.. voltando para casa fumei um beck e ele so aumentou as sensações mais nao entrei em panico, demorei a dormir mais deu tudo certo. Mais ai no outro dia as sensações estavam cada vez piorando e como era hábito meu fui fumar um beck pra ve se relaxava e pronto fui parar no hospital novamente e o medico disse que era causa do suplemento ainda.Fui ao medico no outro dia pois nao estava aguentando aquelas sensações esquisitas achei que ia morrer tava ficando louco !!!! procurei uma psicologa isso fazem ja 3 meses e estou em tratamento, a psicologa disse que eu tive a sindrome do panico pois ja tomei muito lsd,tomei esses suplementos e fumei maconha e desencadeou uma série de problemas em mim que meu corpo nao suportou e aconteceu o panico. Hoje sou uma pessoa totalmente diferente depois de muito tempo conseguir voltar a malhar, a estudar e sair de vez em quando com os amigos mas as veses bate aquela saudade de fumar um e quando fui tentar nao deu outra.. mais uma crise de panico !! :( tive que parar pois nao estava me fazendo bem, ate hoje sinto os sintomas mas bem mais leve , mais ainda sinto ;( estou a procura da cura e quero se Deus permitir evoluir como pessoa e voltar a viver normalmente.. saudade bate do tempo que fumava um e ficava de boa mais agora é aceitar e seguir com o tratamento quem sabe um dia eu consiga de novo ! mais isso nao é tudo na vida..quero mesmo é viver em paz sem esses sintomas que me deixam muito pra baixo e sem vontade de fazer nada , nem que para isso nunca mais fume aquele verdin kkkk faz parte !! um trecho de uma musica que me inspira sempre gosto de ouvir '' é necessario sempre acreditar que o sonho é possivel que o céu é o limite e voce truta é imbativel, que o tempo ruim vai passar é só uma fase e o sofrimento alimenta mais a sua coragem , que a sua familia precisa de voce lado a lado se ganhar pra te apoiar se perder'' Racionais mc's

    ResponderExcluir
  160. Oi, gente.
    nasci em família evangélica e sempre fui muito pressionada pra seguir essa religião, eu até gosto e acredito muito em Deus. Eu não sabia que tinha essa piscose oculta. Quando fumei maconha tive uma bad trip ligada a religiosidade, mas também tudo contribuiu pra isso. eu estava numa casa cheia de gente desconhecida e o clima era pesado, mas entrei e fui oro quarto fumar com um amigos e outros amigos dele. Quando sai do quarto a sala tava meio escura e bateu a maior bad de todas eu acho, escutei uma mulher falando umas coisas demoníacas e fiquei morrendo de medo deles perceberem qje eu estava com medo e me prenderem lá, fiquei pensando "meu Deus o que estou fazendo aqui, isso é um sonho, tô fazendo tudo errado" fiquei desesperada queria sair dali, a primeira coisa que eu fiz foi ir pra porta eu sai e comecei a correr na rua, sozinha, isso era seis horas da tarde mas por algum motivo na minha cabeça era de madrugada umas duas horas da madrugada, eu via a rua escura nas extremidades como se eu estivesse mesmo num sonho e Deus quisesse falar comigo. Ligue pra minha amiga que morava perto de lá e falava desesperada eu precisava ver alguém de "verdade" pra saber que não estava num sonho terrível. O engraçado depois (porque na hora não foi) é que eu tava andando e falando desesperada no telefone ai um senhor olho pra trás dai eu pensei "nossa ele não pode saber o que ta acontecendo comigo" simplismente eu olhei pra ele dei um sorriso e disse boa noite. Eu depois pensei "porque eu fiz isso?" mas não ri na hora, ri só depois quando contei pra minha amiga. Fiquei lá na casa dela mas a bad ainda ficou, eu tinha pensamentos tipo que as pessoas não eram elas mesmas, eram mostros desfarcados querendo me pegar. Foi horrível, gente. Depois fiquei ainda com essas crises de pânico, não consigo dormir direito com medo. Enfim, vou me tratar e fazer um tratamento psicológico.
    Boa sorte a todos.

    ResponderExcluir
  161. COMO LIBERTA-SE DO MEDO???
    O MEDO TRANSFORMA OS SONHOS EM PESADELOS. ABORTA A ESPERANÇA. ALIMENTA A DUVIDA NO LUGAT DA FÉ! NOS FAZ RECUAR DIANTE DAS TEMPESTADES DA VIDA. COM ISSO, VÊM A DEPRESSAO E O DESANIMO SEGUIDO DE DESESPERO, MEDO. MATEUS 14.22-36 FALA DO DIA EM QUE PEDRO ANDOU SOBRE AS AGUAS. "QUANDO REPAROU NO VENTO FORTE, FICOU COM MEDO E, COMECOU A AFUNDAR"! NAO É ISSO QUE ESTA SE PASSANDO COM VOCÊ? TUDO ESTAVA BEM, MAS AGORA AS COISAS PARECEM ESTA AFUNDANDO NADA ESTA CERTO. O MEDO BATEU A SUA PORTA E O CORACAO ESTA APERTADO, ANGUSTIADO. JESUS NAO É INDIFERENTE A SUA LUTA. ELE AMA VOCÊ. JESUS VEIO AO ENCONTRO DE PEDRO NO MEIO DA TEMPESTADE E LHE ESTENDEU A MÃO. ELE QUER FAZER O MESMO COM VOCÊ. JESUS DISSE: "CORAGEM! SOU EU. NAO TENHA MEDO!"
    VA A UMA IGREJA, DEUS PODE TE LIBERTAR E TE DAR A PAZ!!!!!!! ORE A ELE, PECA QUE LHE AJUDE, DIGA QUE PRECISA DELE.

    ResponderExcluir
  162. olá, algm pode me ajudar.. dei um tapa em 2 beck bem pouco.. um dia quis mais... i queimei 1 bek no bong.. na hora veio uma briza forte.. e um-mal estar q eu nao consigo sair mais... ate agora.. e ja faz mais de um mes... n consigo nen explicar como estou, n consigo voltar ao normal.. e o problema é q faz mais de um mes... parece q vou desmaiar qualquer hr tbm.. e toda hr to em sensasao q estou flutuano.. quando ando... tenho pesadelo todas noites... e insonia..
    quero ajuda.. vou ficar assim pra sempre?

    ResponderExcluir
  163. Entao, vc deve ter desencadiado uma crise de ansiedado ou começo de sindrome do panico, procure um bom psikiatra que ele ira te ajudar e vc vai fikar bom novamente certeza. abs

    ResponderExcluir
  164. Eu havia escrito um texto enorme contando toda a minha historia , mas apagou e não envioou , logo mandarei o recado mais importante que pode mudar a vida de todos vocês.

    Sindrome do panico é simples se voce pensa ter um problema no coração e faz todos os exames possíveis , ele some , ai aparecera um problema que voce vai suspeitar ser no pulmão , então descobrira que nao é nada , depois estomago , cérebro e por ai vai ... explorei diversos orgoaos do meu corpo sem nada, o problema sempre vai estar onde voce pensa que esta!
    quer saber como superei a síndrome?

    cheguei a conclusão que era melhor eu morrer do que viver trancado em um quarto , eu que sempre fui uma pessoa feliz , extrovertida , entao falei foda-se ! comprei uma passagem de NAVIO ( sim auquele que nao tem pra onde fugir , sem hospitais por perto) e enchi a cara todo dia , sempre quando pensava ter algo eu pensava " foda -se " se for para ter um treco que tenha aqui , e logo sumia , a síndrome se alimenta do seu medo , a partir do momento que perder o medo , nao sentira mais nada " é facil falar , mas façam! desafiem-se se tiverem medo de ficar em casa sozinhos , fiquem 1 més , se tiverem medo de jogar bola , joguem durante o dia todo , duvide do seu problema , vocês são maiores que isso!

    a maconha eu aconselho a não usar , todas as vezes que eu tentei fumar de novo mesmo "curado" fiquei mal, e tive crises de ansiedade nos dias seguintes , é possível sim fumar mas tem que ter um ENORME CONTROLE sobre si propio , caso não tenham ainda , nao se aventurem porque chapados a chance de se convencer que algo esta errado , é muito mais facil!

    ResponderExcluir
  165. caso queiram trocar uma ideia , falem comigo , acho interessante o contato com outra pessoa que tenha passado por isso , ou ao menos amenizado , se for do interesse de todos podemos criar um grupo no faceebok algo do genero , tenho boa experiencias para compartilhar

    ResponderExcluir
  166. fiz as ultimas 2 postagens caso alguem queira trocar uma ideia , parcutilidades@gmail.com

    nao é meu email oficial devido o perigo de se colocar assim , mas eacho que posso ajudar

    ResponderExcluir
  167. Galerinha, li alguns comentários aqui e na boa, o blog está de parabéns, quem me dera encontrar algo assim à uns 14 anos atrás...Minha bad aconteceu quando eu tinha 14 anos de idade, experimentei maconha e curti de inicío, era bom, entrava na onda, gastava e ficava de boa, depois de 2 anos fumando e curtindo, conheci uns amigos com uma certa experiência no bagulho e apertei com eles, derrepende tudo começou, os sintomas já citados aki, me desesperei e o que mais queria era que acabasse aquela onda da erva, comecei a andar de um ponto ao outro e rápido meio que na batida do coração, era carnaval entaum isso me confortava para que ninguém percebesse que a sensação minha era de morrer, putz foi horrível e pra piorar já no dia seguinte sentia aquela sensação e já não estava sobre o efeito da maconha...Pronto fudeu era sindrome do Pânico e não sabia, ainda assim insistir em fumar algumas vezes, pois achava que o bagulho daquela galera estava mesclado com pó e por isso havia passado mal, não adiantou foi BAD atrás de BAD, até que teve a última em que cheguei a me despedir acreditando q morreria do amigo que havia fumado comigo! Depois desse dia nunca mais fumei, e minha vida nunca mais foi a mesma...A síndrome do pânico me acompanhou pelos anos seguinte da minha vida, todos os anos que perdi por não entender o que tinha e por nenhum médico diagnosticar a doença e tratar corretamente acabou só me atrapalhando!!! Depois de anos encontrei um bom médico que me receitou um remédio que foi feito por manipulação e nem sei qual foi, as coisas começaram a melhorar, ficava tranquilo e tudo foi sumindo já conseguia andar nas ruas sozinho novamente, nunca mais voltei ao médico, nem pra avaliação e infelizmente não guardei o nome desse remédio, agora estou em um momento de pressão, e adivinha o que aconteceu? A porra da síndrome do Pânico começou a mostrar os primeiros sinais novamente, mesmo sem nunca mais ter fumado maconha!!! NA BOA, COM TODA MINHA EXPERIÊNCIA AOS 28 ANOS DE IDADE HOJE, POR TUDO QUE PASSEI, NUNCA TERIA CHEGADO PERTO DA ERVA MALDITA! MESMO QUE JÁ TIVESSE PRÉ-DISPOSIÇÃO PARA DESENVOLVER A SÍNDROME, A MACONHA ACELEROU TUDO E ME FEZ PERDER VÁRIOS ANOS DA MINHA ADOLESCENCIA...Feliz é quem acha esse blog sem nunca ter fumado, isso aki é a verdade da maconha pra quem tem transtorno de ansiedade, se tiver e fumar preparesse para o inferno!!!!!!!!!

    Aos que estão com a síndrome, relaxe, fiquem longe da Maldita, tome os remédios indicados pelo médico e lutem pra se livrar dos remédios e do pânico, eu consegui uma vez, agora vou ter que controlar a fobia novamente!!!
    Q DEUS ESTEJA CONOSCO!!!!

    ResponderExcluir
  168. Vejo muitos aki querendo dar desculpa e insistindo em postar que acha que ficou assim pq o bagulho é forte, pq naquele dia não estava bem...Pow rapaziada, na boa, todos aki desenvolveram sindrome do panico por causa da maconha, ela fez acelerar um processo de transtorno de ansiedade que todos nós já tínhamos, e no dia que deu Bad, ficamos com aquela sensação na mente e desenvolvemos o pânico, agora é saber QUE NÂO PODE MAIS FUMAR MACONHA, JÁ ERA, ESQUECE ESSA MERDA PQ VAI PIORAR SEMPRE! PAREM DE DAR DESCULPAS PARA CONSUMIR ISSO!!!
    O único jeito é tratar com remédios e se estiver dificil tb usar a terapia, tentar manter o controle, e ter FÉ pra voltar e reconquistar sua vida bem LONGE DA MACONHA!!! FÉ EM DEUSSSS SEMPRE!

    ResponderExcluir
  169. Anonimos do dia 12, eu não faço campanha contra a maconha, mas, particularmente, concordo com vocês. Obrigada pelos comentários, voltem sempre!

    ResponderExcluir
  170. eu fumava maconha na boa, só ficava chapado. agora com dois tragos, juro dois trago só, meu coração dispara, bate muito muito rápido. não fico com essas coisas de medo, sindrome nada disso, fico só com aperto no peito devido o coração disparar. queria saber o que seria isso. não era assim fumava na boa. acho que deve ser essa maconha prenssada que inventaram, disem que colocam coisas quimicas dentro. vou parar por um tempo e depois vou tentar cannabis de boa qualidade, 100% natural, não encontra-se mais por aqui.

    ResponderExcluir
  171. Anônimo do dia 13, acho que a maconha pode potencializar sensações que o usuário já sinta normalmente ou tenha predisposição para sentir. Não faço campanha contra, mas realmente não acredito que a maconha seja tão inofensiva quanto alguns dizem.
    Na dúvida, peça a opinião de um profissional da área, que seja da sua confiança. Obrigada pelo comentário e volte sempre.

    ResponderExcluir
  172. A um tempo desse fumei na casa de um amigo meu ai tava de boa ele veio comigo até a metade do caminho da minha casa ai depois ele voltou e eu tava indo só escutando musica do nada quando eu olhei pro chão vi o chão se repetindo não saia da mesma calçada comecei a ficar nervoso pensando que tinha morrido, parei olhei pro lado pensei logo na minha familia porque pensei que tinha morrido ;s começei a correr e não saia da mesma calçada ai parei fiquei pedindo perdão a deus, depois voltei correndo e fui pela outra rua e acabei chegando em casa depois ainda quando fui sair mais tarde quando passava por uma calçada com amigo meu em algumas vezes era como se eu ja estivesse passado por ela e tava passando novamente como se eu estivesse ido e depois voltado e passado de novo foi muito louco. acho que tava misturada e tbm pode ser por causa do remedio que to tomando roacutan eu nao sei só sei que vou da um tempo e se eu voltar a fumar so de vez em quando e depois de acabar o tratamento do remedio e só natural.

    ResponderExcluir
  173. Bom... e muito facil culpar a maconha "a erva e maldita e isso e aquilo" tenho uma novidade pra vcs o culpado somos nos msm pelo menos no meu caso ninguem apontou uma arma e me obrigou a fumar eu fumei por livre e espontanea vontade desde pequeno minha mae me ensinou que todo ato tem suas consequencias e todos devem arcar com as suas tudo bem que e facil pra mim dizer isso pois as minhas consequencias foram mais brandas afinal tem mais de 1 mes o ocorrido e n tive nenhuma especie de crise mad tambem n voltei a fumar pois quando comecei a fumar baixei um livrinho na net(quem ainda fuma recomendo baixar ensina a apertar uns beck bem loko) o nome the joint rollers handbook ou algo assim e la dizia que devemos fumar se gostarmos n simplesmente para se enturmar ou para afogar os problemas pessoais em THC e dizia tambem que nao so a cannabis mas outras drogas ate msm como alcool ou cigarros so devem ser usadas se nos fizerem bem a partir do momento que algo lhe faz mal a reaçao mais racional por mais dificil que seja e parar desejo boa sorte a todos e vou relatar minha experiencia no comentario abaixo

    ResponderExcluir
  174. Anônimo do dia 17/12, devemos em primeiro lugar respeitar a opinião de todos. Respeito a sua, mas discordo quando vc diz que é "fácil culpar a maconha" e que alguma droga deva ser usada se te faz bem. O que é fazer bem? Trazer boas sensações? Provavelmente o crack e a cocaína trazem essas sensações, mas não acredito que faça bem pra quem quer que seja... O que discutimos aqui é a capacidade que, no caso, a maconha ou o THC tem de potencializar ou dar início a crises e transtornos de ansiedade. Abs e obrigada pelo seu comentário.

    ResponderExcluir
  175. Sou o anonimo do dia 17 acho que expus minha opiniao de modo a deixar duvidas pois fui mal interpretado quando disse que "e facil culpar a maconha" estava me referindo as pessoas que n assumem consequencia de seus atos "a erva e maldita" pode ate ser mas ela n se fuma sozinha e quanto a questao dela desencadear desequilibrio mental provalmente ja tenha sido provado pois ja leio sobre isso tem um tempo e com raras excessoes blogs e psiquiatras afirmam que ela pode desencadear nao so crise de panico mas tambem depressao escrizofenia bipolaridade e provavelmente nao para por ai...
    Nao creio ter desrespeitado a opiniao de ninguem so quis expressar a minha se alguem se sentiu desconfortavel tanto com o primeiro quanto por esse comentario me desculpem nao foi minha intençao.
    E quando disse que uma droga deve ser usada se fizer bem nao tive intençao de fazer apologia a nenhum tipo de droga so relatei algo que li e me identifiquei e concordo plenamente com vc cocaina e crack nao fazem bem a ninguem com a diferença que os males da maconha sao de certa forma mascarados normalmente demoram a aparecer ja os usuarios de cocaina entram em uma depressao profunda no dia apos um uso excessivo dizem pra si msm e pra todos ao redor que vai parar que se sentem culpados e eh bem provavel usarem novamente no msm dia os de crack n e preciso nem comentar tanto durante quanto apos o uso e nitido que aquilo nao esta fazendo bem o usuario ate reconhece isso mas o vicio quase sempre e mais forte.
    o blog esta de parabens sempre qye me sinto tentado a fumar dnv venho aqui releio os comentarios e de alguma forma isso me ajuda a esquecer abraços a todos e quem nunca usou drogas um conselho continue assim pq e dificil parar e msm depois de parar e dificil esquecer obrigado por ter criado o blog me ajudou bastante e creio que tenha ajudado muitos outros tambem

    ResponderExcluir
  176. Acho que temos o direito de defender nosso ponto de vista, sempre, mas sem fazer pouco caso da opinião do outro. Agora sim! Esse tipo de comentário será sempre bem vindo. Volte sempre, e espero poder continuar ajudando meus leitores!

    ResponderExcluir
  177. Oi pessoal,nossa é um grande alivio para mim ler essas postagens.. Vou contar como foi esse bad trip no meu caso! Meus amigos vieram me chamar em casa para ir em uma festa de aniversário,eu fiquei meio em divído se eu ia ou não...então decidi ir! .. blzz.. fui curtimos adoidados dançamos muito e bebi menos que meia lata de cerveja! a festa continuou rolando e então meu amigo falou mano vamo da um role na praça deve ta cheio de mina ..e um deles falou o que vcs acham da gente comprar um e bolar la na pracinha? eu como estava curioso chei uma boa rachei a grana compramos e fomos para lá felizes da vída! o parcero bolou td certinho tava td numa boa td legal.. senti aquele cheiro que eu nunca tinha sentido antes de perto nossa a senssação era muito boa e eu esta louco para colocar a mão naquele baguio! então começamos a passar na rodinha um trago de cada um como eu nunca tinha fumado! pedi a opinião dos "amigos" como fumava? e um deles me falou...você puxa e segura ate naum aguentar mais fiz isso segurei por 13 seg e soltei! o negocio continuou rodando e quando chegou em mim outra vez dei 3 trago e segurei por mais tempo. Ae pronto depois dae minha vída virou um inferno!meus amigos estava tudo de boa e eu comecei a ter alucinação... derrepente meu coração dispara,minhas pernas tremem,minhas mãos soam ,minha boca seca,e parece a a alma esta saindo do corpo como se a agente tivesse indo a obto! é uma das piores senssação que o ser humano pode sentir!.. meus amigos me acalamva e nada adiantava eles tinhasm medo de me levar e embora e ao msm tempo eu morrer então começaram a me abanar para fazer parar aquela onda de calor que sufoca! sentei ali e começei a meditar, pensei em tdos os conselhos que meus pais me davam respirei fundo a senssação foi passando... consegui levantar e cheguei até a casa do irmão do meu amigo onde ele me deu um copo de agua com açucar para eu beber! fui emvora fiquei com senssção de morte durante dois dias. com o tempo foi passando voltei a rotina normal...Quando num belo dia resolvo colocar um pircing na lingua! fui no lugar onde fura pageui furei e fiquei feliz...fiz a dieta sentinha segui a risca,só comia sopa e quase nem comia quando comia era só sopinha de pão com bastante café!!! I entaum num belo dia estava eu sentado no computador lendo meus email,quando derrepente sinto algo estanho no lado esquerdo do peito e derrepente começou a subir quele calor pelo corpo,o coração disparou sem mais sem menos e corri para o quarto da minha mãe ela levantou e mandou eu ir medi a pressão no aparelho que meu pai comprou estava td okay!... passou ...no dia seguinte meu amigo veio em casa para nos escutar musica e colocar a conversa em dia e então automaticamente vei na cabeça coisas ruins e tudo aquilo voltou misturado com angustia e ansiedade...desci correndo a escada e quando cheguei dentro de casa estava sem ar e o coração saindo pela boca ae não teve geito meus pais entraram em desespero e me levaram as pressas para o pronto socorrro! chegando lá não conseguia nem falar e o nervosismo só almentava era horrivel! entaum o medico me peguntou você usou alguma coisa hoje?... i eu respondi que não! entaum ele me perguntou você ja usou? ae resolvi contar e falei que sim só uma vez.. derrepnte o medico riu de mim e falou então é isso você esta sofrendo de crise do panico nenhum medico pode te ajudar e sim um psicologo! e entaum fiz uma bateria de exames passei no cardiologista que me receito um remdio (Venlaxin) e meio (rivotril) para dormir... Confesso a vcs que hoje não sou mais o mesmo to tentando melhorar a cada dia mais eu dou um conselho pra quem nunca usou não faça essa burrada pois será um "BAD TRIP" sem volta! um abraço a todos força fiquem com Deus!!! "só depende de você (Y)

    ResponderExcluir
  178. Olá boa noite, tenho 28 anos e fumo charros desde os 16 portanto a 10 anos. Começei também a ir a raves e a usar quimicos como ecstasy e passado uns tempos cocaina. Tive uma depressão aos 18 pois não consegui lidar com um desgosto amoroso e achei que todo o mundo a minha volta era uma bosta e era td mau e poluido. Fui medicada e consegui voltar ao normal mas continuei a ir a festas e a usar cocaina e a fumar. O meu problema era que faltava muito as m responsabilidades pois sentia-me fraca e mal. Decidi largar a cocaina mas continuei a fumar. Quando arranjei um emprego deixei de fumar e correu tudo bem até que conheci o meu namorado (ex agora) e começei a fumar novamente todos os dias erva e começei a ter novamente ataques de panico, fui medicada novamente e ainda estou a tomar 0,250mg de risperidona pois ja tentei largar e vem uma ansiedade tremenda que so consigo vomitar. Quando decidi que ia so fumar ao fim de semana para levar a semana toda direitinha e nao faltar por estar cheia de sono por causa de fumar e tomar o comprimido, acabei a minha relação e fiquei sem fumar 4 meses até hoje...mas não ando nada bem porque sinto vontade de fumar mas como estou sozinha tenho medo de me ir abaixo...mas fumei tanto tempo e é dificil deixar... :(

    ResponderExcluir
  179. Anônimo do dia 4 de janeiro, muito obrigada pelo seu depoimento. Quantos anos vc tem?
    As crises de pânico são exatamente assim, comigo foi a mesma coisa. Só que eu não tinha fumado nem bebido nada antes. Tente levar sua vida numa boa, já que já tem uma noção, medite, guarde sempre no seu dia um tempo pra refletir e pensar em coisas positivas. É difícil, eu falo, mas é um exercício que muitas vezes eu mesma não consigo seguir! Mas não podemos nos esquecer que a resposta pra isso tudo e a cura está dentro de nós. Abração e volte sempre.

    ResponderExcluir
  180. Joana, obrigada pelo seu depoimento. Pelo o que vc contou, as drogas prejudicam o seu rendimento, você perde seus compromissos, tem depressão... e ainda assim sente falta e vontade de usar drogas novamente... Já pensou em procurar um grupo de ajuda? De onde vc é, do Brasil? Não sei, como escreveu "charros"... rss Pensei no NA (Narcóticos Anônimos), o que vc acha? Abraços, cuide-se e volte sempre.

    ResponderExcluir
  181. Você tem facebook? Não consigo aceder ao seu email

    ResponderExcluir
  182. Oi, Joana,
    estou para fazer um perfil no face, mas ainda não fiz! Não tá conseguindo mandar email pra mim?
    Tenta de novo?
    semtranstorno@gmail.com

    ResponderExcluir
  183. hontem fiz isso e tive a bad trip, pensei que ia morrer, tive tanta euforia, tando medo ,tando desespero,sinti um anjo falar comigo, eu pedia pra fazer parar, e não parava, e ele tentava me acalmar, é orrivel, triste e além disse fiz minha familia sofrer, não vale a pena, o terror, é assustador, me sinti no inferno sem ter como sair, me arrependo, não experimente, pois vai se arrepender também!

    ResponderExcluir
  184. Olá a todos,

    Tenho 50 anos, sou mulher e sofria de sindrome de pânico desde os 38 anos, tomei muita medicação que me deu vários problemas de saúde para além de ter engordado para mais de 30 kilos colocando em risco a minha saúde , sim porque os calmantes são quimicos com efeitos colateraís e até graves!!
    Começei a fumar maconha aos 45 anos , e posso dizer que no ínicio tive por vezes várias crises (após fumar), de pânico mas sabendo que estava sob o efeito, aproveitei para aprender que crises de pânico não mata , então continuei a fumar quase todos os dias à noite, fui aprendendo a perceber que com a maconha nunca se chega a fazer um ataque completo , aprendi a controlar o medo do medo.
    Resultado: nunca mais tive crises e sempre que começo a sentir angustia mudo de canal e penso noutra coisa.
    Posso afirmar que a maconha foi o medicamento que me ajudou a curar e entender essa terrivél doença , que penso já nasce conosco e nunca é adquirida pelo uso de maconha.
    Maconha abre a mente, ajuda a auto- introspecção, ajuda no meu glaucoma e os efeitos secundários é igual para quem abusa de tudo! Moderação e auto-controlo: porque é no meio que está a virtude. Calmantes fazem bem pior ao fígado e outros orgões. Maconha sem exagerar , tipo tomar como relaxante à noite ou fins de semana , so não mata como ajuda em tudo.

    ResponderExcluir
  185. Olá, anônima do dia 14/01, obrigada pelo seu comentário. Acho que nunca li nada parecido por aqui, uma pessoa que tenha começado a usar maconha aos 45 anos e que ainda tenha se sentido melhor do pânico com isso! Realmente tem um grupo que defende o uso da maconha de forma medicinal, terapêutica e não estou aqui para julgar, apesar de deixar clara minha posição contrária. No final do seu depoimento vc disse "tomar" maconha... como seria isso? Obrigada mais uma vez pela mensagem!

    ResponderExcluir
  186. Badtrip, Uma real viajem ruim mesmo,o problema e que uma vez que se tem a badtrip a onda nunca mais é a mesma, fico sempre preocupado se vou ter novamente.
    Tive uma após um ótimo passeio com minha noiva, estava em uma vibe bacana e mesmo assim tive uma bad, ao chegar em casa fui fumar um depois de 1 ano sem fumar e no começo das bolas foi light, mas depois começou a taquicardia e foi piorando, dai perdi o controle e achei que ia enfartar cheguei aos 145 bpm e pressão a 16/10, o problema e que ninguém próximo a mim sabia o que ocorrera e com isto perdemos o controle pelo panico que ocorre na badtrip e falta de informação a respeito.
    Hoje sei bem como é a má viajem e estou praticando mais esportes pra fortalecer o coração e todo corpo, para aguentar o tranco que a maconha causa no coração elevando de 60 bpm para até 140bpm, e é nítido que estando em dia com exercícios físicos ao bpm do coração ficam mais tranquilos e a vibe em que se encontra na hora de fumar também e essencial, porém se fico sem fazer exercícios o perigo aumenta e tenho 33 anos, já não os 20 que tive no passado e a idade em conjunto com sedentarismo influem bastante em tudo que diz respeito o corpo.
    Tenho fumado bem menos e infelizmente sempre com medo da tal badtrip, mas comprei um aparelho de pressão e me monitoro constantemente além de buscar uma compreensão maior sobre o assunto, poxa não bebo, não fumo cigarro, trabalho, curso faculdade, meu índice da massa corporal e normal, então será que não poderei continuar a fumar minha canabis, não fumo direto, fumo 2 meses, depois fico mais 3 sem fumar ou seja fomo quase que socialmente, mas na verdade e que o bom e não fumar nem usar nada, o que e bem difícil nos dias tão turbulentos atuais.
    E sinceramente gostaria de saber algum jeito de tirar a taquicardia da maconha, sei la lavar, filtrar ou algo similar, mas o bom mesmo seria poder plantar um tipo com menos efeito colateral e sem estas misturas que desconhecemos em nossa canábis comprada ilegalmente por não ter outros meios como em outros países.

    Email para contato: Ricarbrusd@hotmail.com

    ResponderExcluir
  187. ricarbrusd@hotmail.com
    Não sou especialista no assunto, mas sei que o teor de thc na maconha varia muito... e que ela geralmente acentua as emoções / sensações do usuário, ou seja, se a pessoa tem tendência a ser mais ansiosa, a maconha estimula isso. Por isso aconselham pessoas que tenham transtornos de ansiedade, principalmente, a não fumarem maconha. Obrigada pelo seu comentário, volte sempre!

    ResponderExcluir
  188. Tenho um filho de 20 anos q fuma, não é daqueles que fumam todos os dias, 2 vezes por semana, inclusive já useei com ele e me sentir muito bem. Perguntei a ele sobre essa tal "badtrip", ele disse que é possível, pois existe a Maconha da euforia que é a Sativa( a mais comum aqui no br), e a Indica é para pessoas ansiosas ou com problemas com atenção, ele tb disse q a vida dele melhorou muito depois que começou a usar, de alguma forma ajuda, mas vc tem q esta no controle, e saber quando é para usar e quando não é. Ele acredita fielmente que se essas pessoas que tiveram esses transtornos NÂO teriam se fumassem uma híbrida ou Indica.

    ResponderExcluir
  189. Olá, anônima do dia 20 de janeiro,
    acredito no que vc diz, acho possível que seu filho se sinta bem usando maconha. Mas isso não significa que a maconha seja boa para todos, e que "transtornados", como eu, estariam salvos se usassem a erva. Ao contrário, ela pode agravar os sintomas e desencadear outras doenças mentais. É nisso que acredito e procuro lembrar a todos para que reflitam antes de usar qualquer droga. Muito obrigada pela sua visita, pelo seu comentário, volte sempre e espero que essa discussão continue!

    ResponderExcluir
  190. Oi, me identifiquei muito com as historias que lí aqui.. e resolvi contar a minha também, que foi horrível, mas não tão grave. Bom, meu marido já foi viciado em drogas há 2 anos atras, fez tratamento e hoje não é mais viciado, mas a gente saiu de madrugada como de costume pra procurar um barzinho.. e no caminho uns muleke paro a gente e pergunto se a gente curtia xaxixe ou maconha, meu marido compro a maconha eu não falei nada, porque antes de sair de casa ele brincou: se alguém tiver vendendo eu compro..
    Bom, enfim, ele fumo e eu nem quis exprimentar. no dia seguinte dei 2 tragos de leve, e não aconteceu nada. também não quis tragar forte. depois, a gente foi atrás aqui perto de casa, ele compro, bolo, e eu traguei muito forte.. comecei ter alucinações horriveis, (em casa) eu tinha que tocar no meu marido pra acreditar que ele tava alí, minha sindrome do panico ataco, e eu antes de fumar imaginava que poderia atacar... mas só imaginava. a televisão vinha na minha cara, minha boca secava e tava amortecida e eu ficava tomando muita agua, coca.. pra passar. as vezes me acalmava um poko, e fazia de tudo pra não entrar em panico, pedi pra deus tirar isso de mim, e eu nunca mais fumaria... foi horrivel.. eu durmi e acordei normal, hoje meu marido fumo, e eu dei um trago de leve, mas não quero nunca mais.. e é uma sensação horrivel..

    ResponderExcluir
  191. até então eu não sabia o que era, estou em casa sem fazer nada resolvi pesquisar por que a maconha estava me fazendo mal, descobri no comentarios de vcs que não é só eu que sofro com isso.
    pode ter certeza que não é frescura
    tenho 1,92 de altura 115kg e sofro com esse mal.

    ResponderExcluir
  192. postei aqui a mto tempo atraz.

    Fumava des dos meus 17 anos todos os dias e quando fiz 25 anos , tive um taquicardiaco ou uma crise do panico ou um transtrono de ansiedade mto forte.
    Parei de fumar e continuei tendo pressao alta e coraçao disparando sem eu fumar. Comecei um tratamento e estou nele a 1 ano e 4 meses. Tomei no começo Atenolol pra nao ter pressao alta e depois começo a nao fazer efeito comecei a tomar fluxotina e tomo uma por dia ateh hj.
    Sinto mta saudade de fumar um mas tenho medo de passar mal novamente pois nao foi facil me livrar da erva e fora ter ficado ruim de saude.
    Ai fica minha duvida faço o teste pra ver se fikei bem? ou esqueço isso pra sempre? abs

    ResponderExcluir
  193. Olá, anônimo do dia 02/03. Bom, eu deixo minha posição muito clara aqui no blog, não sou adepta a nenhum tipo de droga ilícita, seja ela dita "inofensiva" ou não. Durante esses anos todos sendo portadora do transtorno do pânico (são 16 anos) entendi que uma coisa deve ser acompanhada da outra, ou seja, medicação e terapia. Vc disse que está medicado, mas está fazendo terapia? E tem o acompanhamento de um psiquiatra?
    Abs! Obrigada pelo comentário!

    ResponderExcluir
  194. Entao, terapia nao to tazendo nao.
    mas to vivendo bem , dormindo bem , comendo bem e praticando esporte tdo dia.
    Psikiatra fui em uns mas eles queriam me mpassar mais remedio e acabei nao indo mais. Pois tento evitar remedios.
    A Fluxotina me caiu mto bem, tomo 1 comprimido de Fluxotina por dia de 20mg e estou mto bem. Mas to querendo parar. Mas voltar a Fumar por mais que sinto vontate , tenho um receio de meu coraçao voltar a acelerar e eu ficar ruim denovo pior do que antes! Graças a Deus nunca mais fikei ruim , mas foi mta força de vontade muda totalmente a vida pra melhorar. E ateh hj nao sei se foi uma sindrome do panico ou transtorno de ansiedade ou sei la oq , cada medico fala uma coisa pra mim! Blza que eu fumava muito mas mto mesmo mas sei la talvez seja o preço que to pagando por nao ter tido alguma discilplina com a planta no passado! Mas por mais que talvez eu nunca mais volte a fumar uma erva, pelo menos parar com a fluxotina e estar clean eu ja fico feliz!
    Pois ter um vicio no fundo é ruim! ter sindrome do Panico tbem é mto ruim!
    Eu como tdos os maconheiros inventam mil desculpas pra falar que a maconha nao faz mal! só o alcoo e o cigarro! blz que eles podem fazer mais mal que a maconha, mas a maconha pode desencadear sindrome do panico, cancer nos testiculos, taquicardiaco e fora um monte de coisa pois tdos fumam sem filtro e o alcatrao da erva tdo mundo esquece que faz mto mal!
    Nao pensem que por a erva ser verdinha, cheroza e bonita ela é inofenciva!1
    vacila pra ve.rs
    abraços

    ResponderExcluir
  195. Tenho 19 anos e fumava 1 beck nos dias de semana e nos finais de semana eu perdia a conta.. Eu tive uma crise dessas logo após o falecimento da minha avó que tinha falecido em uma quarta feira.
    Sexta-feira fui pra casa de uma amiga pra relaxar e limpar a mente. Chegando lá fumamos um beck e começamos a beber.
    Chegou mais umas amigas e elas tinham levado lsd... tomei metade e continuamos a fumar beck.. foram 10 becks em 4 pessoas e mais a vodka..
    Saí da casa dela de manhã e fui pra minha casa, cheguei e comi alguma coisa e me preparei para dormir.. Acordei no final da tarde, me sentindo mal, meu coração parecia que ia saltar pela boca, eu estava enjoado, minha pressão estava em 14/9 e 125bmp. Achei que ia morrer, eu suava frio, tinha calafrios e não conseguia pensar em nada..Desde então não fiquei com medo de tudo, de tomar energético, de fumar um beck, larguei até o cigarro.. Acho que o que me resta é procurar uma ajuda médica. Faz 1 mês que eu não fumo beck e ta batendo aquela saudade de escutar soja e fumar um, mas sinto medo de essa situação de panico voltar.

    ResponderExcluir
  196. Oi, Ricardo.
    Talvez o abuso de drogas nessa ocasião, somado ao estresse pela morte da sua avó, tenha te causado essa crise nervosa, com aumento de pressão arterial e taquicardia. Essa crise voltou a acontecer? Caso contrário, acho que é só uma questão de relaxar um pouco e não abusar tanto das drogas... se possível, não usá-las mesmo, pois as drogas só vão piorar essas sensações de ansiedade e medo. Mas aí só você pode decidir! Saúde e paz!

    ResponderExcluir
  197. Oi K. Ricardo de novo.. :)
    Tive mais duas semelhantes, nada tão forte quanto essa citada anteriormente, fiz uma consulta em um psiquiatra e, segundo ele, o uso das drogas desencadearam a síndrome do pânico e agravaram o quadro de transtorno de ansiedade. Vou começar o tratamento amanhã com Venlafaxina pra resolver o problema. Obrigado pelo retorno K !

    ResponderExcluir
  198. Ah, que bom que vc procurou ajuda e vai entrar em tratamento! Se posso te dar um conselho é: leve o tratamento a sério, não deixe de tomar seu remédio na hora certa, procure se alimentar bem e dormir bem! Qualquer coisa, estamos aqui!
    Dê notícias!

    ResponderExcluir
  199. Anônimo do dia 08/03: preciso comentar? Vc já disse tudo!!! :)

    ResponderExcluir
  200. Olá amigos!
    Lí os relatos faz uns dois dias e pensei: que sorte não ser assim e controlar meu TDAH com Metilfenidato e minha revolta com Maconha, sem sofrer nenhum tipo de problema.
    Pedalo 100 km, nado 2 horas, e tudo está bem. Estava.
    De repente, eu na rua de bike e não conseguia pedalar em subida, minha pressão foi a 210 x 113 com 30 de pulso, fiquei desesperado, fui ao médico (de ambulância, de tanta fraqueza), conclusão: Adeus natação, provavelmente nunca mais pedalar, fora talvez ter que ser operado pois aconteceu algo no coração, estraguei a minha maravilhosa vida com a ritalina.
    Espero não morrer!
    Que desespero! Pensem, vale a pena?

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário no Sem Transtorno! Não deixe de curtir a nossa página no facebook.com/semtranstorno.