sexta-feira, 3 de maio de 2013

Catherine Zeta-Jones e o Transtorno Bipolar


Catherine Zeta-Jones Divulgação
Hoje quero dedicar um post à bela atriz Catherine Zeta-Jones, que nesta semana foi internada mais uma vez para tratamento de Transtorno Bipolar.

O Transtorno Bipolar (TB) não é considerado um transtorno de ansiedade, que é o meu foco aqui no Sem Transtorno, mas ele pode ocasionar crises de pânico durante determinados períodos. De acordo com a Associaçao Brasileira de Transtorno Bipolar (ABTB), o TB é caracterizado por acentuadas alterações no humor, alternando momentos depressivos com momentos de euforia, também chamados de "mania".

Segundo matéria publicada no site do jornal O Globo, há cerca de dois anos Catherine Zeta-Jones já havia passado um período em um centro de saúde mental e falado abertamente sobre a doença. Assim como euzinha, ela não vê problema em se expor para ajudar pessoas com problemas semelhantes: "Se minha revelação ajudar alguém a buscar ajuda ao apresentar sintomas de transtorno bipolar, então já valeu a pena", ela disse. "Não há necessidade de sofrer silenciosamente nem de ter vergonha de buscar ajuda".

Aproveito para indicar um blog que aborda o TB, é o Mente Inquieta. Nele, além de informações sobre a doença, você poderá encontrar uma relação de grupos de apoio a bipolares e seus familiares. 

Saúde a todos, paz e coragem! ;)


3 comentários:

  1. Muito interessante! As vezes achamos que os transtornos da mente recaem apenas sobre nós mesmos e nos sentimos os únicos com tais problemas, mas não é verdade!

    Eu ainda não consegui expor os meus problemas de ansiedade..contei somente a pessoas que confio, por me preocupar com o que certas pessoas poderão achar..mas sinto que isso está mudando!

    Arthur S.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Arthur! Pois é, foi por isso que criei o Famosos Ansiosos! Pra que a gente se lembre que qualquer pessoa pode ter um transtorno mental, mesmo aqueles que parecem ter uma vida perfeita! Quanto a você, acho que só de estar aqui no blog, lendo a respeito, comentando, refletindo e trocando experiências já vai te ajudar muito! Ainda existe muito preconceito mesmo e desinformação, infelizmente. Saúde pra você e volte sempre!

    ResponderExcluir
  3. Karen, uma vez ouvi um parapsicólogo dizer que a causa da síndrome do pânico seria gestacional, ou seja, durante a gestação a pessoa tem a impressão que vai morrer por algum motivo e que com o tempo ela desencadeia a síndrome.Tenho uma filha que desenvolveu a síndrome por volta dos 16 anos e casualmente a gestação dela foi que poderia perdê-la, devido um aborto espontâneo anterior. Curioso que conversando com outras vítimas foi constatado a situação. Por um acaso sua mãe não teve problemas na gestação que pudesse causar a sensação de morte?????

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário no Sem Transtorno! Não deixe de curtir a nossa página no facebook.com/semtranstorno.