terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Pode parecer antipático, ou que sou do contra, mas o fato é que eu nunca liguei para essas festas de final de ano. Acho gostoso pelo clima afetuoso que paira no ar, por reunirmos a família e os amigos - quando os temos e quando podemos -, mas não chego a me empolgar. Ano novo pra mim pode ser todo dia. Todo dia pode ser dia de recomeço, de um novo início. Então o que desejo para todos vocês é que sintam a vida com menos medo, com menos sofrimento, e com mais alegria. 
                                                       Foto: reprodução internet
E se isso não acontecer a partir de amanhã, primeiro dia do ano, acontecerá em um dos muitos outros dias que virão! :)

Tenham força e coragem!!!


Em 2014 vamos iniciar os encontros do grupo de apoio a portadores de pânico aqui no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca. Vai ser um passo muito importante de um belo projeto de conscientização e superação que tenho em mente.


Um grande abraço e todo meu carinho,

Karen Terahata



4 comentários:

  1. Oi, Karen! Interessantes as recentes postagens, agradeço o teu carinho e dedicação. Um beijo, Maria

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Priscila, ele precisa ser diagnosticado, e isso só poderá ser feito por um médico psiquiatra ou talvez por um psicólogo. Tente explicar para ele que é necessário para que ele volte a ter uma vida normal. Ele sempre foi recluso? Passou por algum problema na escola, como bullying, por exemplo? Caso prefira, me mande um e-mail.
    semtranstorno@gmail.com
    Abraços.

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário no Sem Transtorno! Não deixe de curtir a nossa página no facebook.com/semtranstorno.