quinta-feira, 5 de junho de 2014

Da síndrome do pânico ao sucesso no TUF Brasil 3: conheça a história de ‘Cara de Sapato’

Foto: Erik Engelhart
Erik Engelhart - revista Tatame
(publicado em 26/05/2014)

Conhecido pelo inusitado apelido de "Cara de Sapato", Antônio Carlos Junior impressionou o mundo com seu Jiu-Jitsu progressivo e dinâmico. (...) Apesar de ser jovem, já enfrentou problemas muito mais duros do que seus adversários, como a síndrome do pânico, desencadeada após a perda do melhor amigo.
Trauma e redenção

Após faturar peso e absoluto no Brasileiro e Mundial de 2010, com a faixa marrom na cintura, Antônio repetiu a dose na seletiva para o Abu Dhabi Pro do mesmo ano, feito que lhe rendeu a faixa preta. No auge de sua carreira, o lutador sofreu a maior derrota de sua vida, logo no começo de 2011. Um de seus melhores amigos, o lutador Rufino Gomes, foi assassinado a tiros na capital da Paraíba. (...) "Eu já estava passando por algumas dificuldades e depois desse trauma, tive síndrome do pânico. Foi bem difícil pra mim. Eu não estava conseguindo treinar direito, viajar, não conseguia me concentrar. Comecei a fazer tratamento, terapia e todos os meus amigos de verdade e familiares me incentivaram, inclusive meu professor”.

Após conseguir superar esse trágico capítulo de sua vida, o faixa-preta colheu bons frutos. Sagrou-se campeão absoluto do Pan-Americano 2012 e deu um show à parte em Irvine, na Califórnia. Ele levantou o ginásio ao finalizar o duríssimo Leandro Lo com um triângulo voador, nas quartas de final do absoluto. (...) “É inacreditável o que está acontecendo na minha vida… Ano passado, apesar das crises e momentos difíceis, consegui um terceiro lugar em Abu Dhabi. Perdi para o Rodolfo Vieira por uma vantagem, finalizei o Bernardo Faria, ganhei do Lagarto… Esses caras são ícones do esporte e essas vitórias me fizeram acreditar, confiar que dá para acontecer, que dá para a gente fazer se tivermos fé. Conquistei meu primeiro título na preta, que foi o Brasileiro, e agora o absoluto no Pan, estou vivendo um sonho”, vibrou o lutador.

Leia a 
matéria completa.

Veja também: Sem Transtorno Entrevista Cara de Sapato
Leia ainda: Cara de Sapato torna-se campeão na categoria peso-pesado do TUF 3 (portal Terra)

6 comentários:

  1. Foi o que comentei. Ele teve ajuda e apoio da família. Isso é muito fundamental.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, Aline, o apoio da família e de pessoas próximas é muito importante para essa superação.

      Excluir
  2. É bom ver que pessoas com o mesmo problema superaram e venceram, não apenas as lutas diárias, mas venceram o medo, o desafio.

    ResponderExcluir
  3. Que história linda!! Parabéns para ele!! Com fé e apoio familiar nós nos superamos a cada dia!

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário no Sem Transtorno! Não deixe de curtir a nossa página no facebook.com/semtranstorno.